Ibovespa sobe 0,13% e fecha acima dos 130 mil pontos novamente

Ibovespa sobe 0,13% e fecha acima dos 130 mil pontos novamente

MERCADO


Bolsa

O Ibovespa encerrou o dia com alta de 0,13% a 130.076 pontos e giro financeiro de R$ 28,6 bilhões (R$ 22,2 bilhões à vista). A tão esperada divulgação da inflação americana, veio com viés de alta, mas não o suficiente para assustar os mercados. Com isso, as bolsas de Nova York seguiram em alta e mantém o rumo positivo neste começo de sexta-feira na Europa e nos futuros de NY. O bom humor dos mercados reflete o sentimento de que o aumento da inflação americana acima da expectativa está relacionado à reabertura da economia, reforçando a visão que as pressões sobre os preços podem diminuir nos próximos meses.  A secretária do Tesouro, Janet Yellen vem defendendo este ponto. Ou seja, é provável que política econômica e de incentivos siga sem dar sustos aos mercados. O mercado de títulos está caindo em linha com o pensamento do Fed que a inflação é transitória e não justifica a redução estímulo monetário no curto prazo. Ontem, o rendimento do Tesouro dos EUA em 10 anos ficou próximo a 1,43%, seu menor ponto desde o início de março.

 

A agenda econômica desta sexta-feira traz poucos indicadores, ficando o destaque para a pesquisa Bloomberg para econômica americana em junho. Alguns indicadores importantes estão reservados para a próxima semana, dentre eles e decisão do Copom para a taxa Selic.

Um sinal positivo para a aceleração do combate à Covid-19 vem da reunião do G7 em Londres, que pode fechar compromisso de compartilhar pelo mesmo 1 bilhão de vacinas com o mundo. A metade seria disponibilizada pelos Estados Unidos. À medida que o risco da pandemia for diminuindo as economias deverão retomar o caminho natural, mas ainda é cedo para comemorar.

Câmbio
A moeda americana encerrou a quinta-feira cotada a R$ 5,0571 abaixo dos R$ 5,0629 do dia anterior (- 0,11%). Ontem o dólar mostrou volatilidade, mas segue firme em torno dos R$ 5,0, podendo definir um novo patamar de preço numa faixa estreita, aguardando novos rumos para os mercados.

Juros
Ontem, os juros voltaram a subir reflexo da puxada no IPCA de maio e com o mercado atento para rever projeções de juros e inflação para o ano. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22 subiu de 5,233% para 5,305% e para jan/27 subiu para 8,42%, de 8,334%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Sabesp (SBSP3)
Conselho aprova a emissão de até R$ 1,2 bilhão em debêntures

O Conselho de Administração da Sabesp aprovou em 10 de junho de 2021 a 28ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em até 3 (três) séries.

A distribuição será pública, com esforços restritos, no montante total de até R$ 1,2 bilhão, sendo admitida a distribuição parcial das debêntures de, no mínimo, R$ 1,0 bilhão, sendo, no máximo, R$ 300 milhões na primeira série.

A Oferta será destinada exclusivamente a investidores profissionais nos termos da CVM 476 e somente poderão ser subscritas por, no máximo, 50 investidores.

Os recursos desta emissão serão destinados ao refinanciamento de compromissos financeiros vincendos em 2021 e à recomposição de caixa da companhia. Ao final do 1T21 a dívida líquida da Sabesp era de R$ 13,5 bilhões, equivalente a 2,1x o EBITDA dos últimos 12 meses.


Equatorial Energia S.A. (EQTL3)
Aquisição da E-Nova por R$ 7,5 milhões

O Conselho de Administração da companhia, controladora da Equatorial Serviços que, por sua vez, detém a totalidade das ações de emissão da Equatorial Geração Distribuída SPE S.A. (Compradora), aprovou a aquisição de 100% das quotas da E-Nova Instalação e Manutenção Ltda.

Com a aquisição, pelo valor total aproximado de R$ 7,5 milhões, a E-Nova será transformada em sociedade por ações, com a consequente conversão da totalidade das quotas em ações e sua conversão em subsidiária integral.

No contexto da operação, será realizada AGE para deliberar sobre a emissão de bônus de subscrição em favor dos Vendedores, exercíveis até o 6º (sexto) aniversário da Data do Fechamento do Contrato e que, conjuntamente, poderão corresponder até 5% do capital social da E-Nova, caso sejam exercidos.

De acordo com o comunicado “a operação contribuirá para acelerar a atuação da Equatorial em um novo segmento de mercado, com foco em oferecer soluções técnicas em eficiência energética e geração de energia elétrica a partir de fontes renováveis, inclusive por meio da geração distribuída”.


Ecorodovias (ECOR3)
Aprovação da oferta pública de ações

Na noite de ontem, a empresa informou que seu Conselho de Administração aprovou uma oferta pública primária de ações e uma possível distribuição secundária.

·       A oferta primária será de 137.635.144 ações e a secundária será de 34.408.786 ECOR3 de propriedade do acionista Primav Infraestrutura S/A.  A oferta secundária será uma colocação de Ações Adicionais, no contexto da reorganização acionária da Ecorodovias, que já foi divulgada;

·       Uma oferta de ações da Ecorodovias e sua reorganização societária já eram de conhecimento do mercado.  Acreditamos que a capitalização da empresa é importante para sua participação em futuros leilões e para os investimentos nas concessões adquiridas recentemente.


Petrobras (PETR4)
Emissão de Global Notes no valor de US$ 1,5 bilhão

Após o pregão de ontem, a empresa informou que concluiu a emissão de Global Notes no valor de US$ 1,5 bilhão, com pagamento de juros semestrais (5,5% ao ano) e vencimento em 2051.  Esta taxa foi a menor de uma emissão da Petrobras para um título de 30 anos.

·       A emissão realizada está em conexão com a recompra de títulos no valor de US$ 2,1 bilhões com vencimento entre 2024 e 2050, que foi finalizada dois dias atrás;

·       Esta gestão da dívida é positiva para a Petrobras, permitindo a extensão de prazos e redução dos juros pagos.  Isso ocorre pela boa situação financeira atual da empresa.


Ambipar (AMBR3)
Aquisição de 100% da Metal Ar Engenharia Ltda

A Ambipar Participações e Empreendimentos anunciou nesta quinta-feira a aquisição de 100% da Metal Ar Engenharia Ltda, através de sua controlada Environmental Participações.

valor da transação não foi divulgado.

Em fato relevante enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a empresa informa que com a aquisição poderá atuar no setor de mineração e na oferta de soluções para gerenciamento total de resíduos, diversificar a carteira de clientes.

A empresa enxerga oportunidades de sinergia e potencial maximização das margens e retorno com os novos negócios.

A Metal Ar Engenharia Ltda  está presente no mercado há 54 anos,

Trabalha no gerenciamento, movimentação e tratamento de resíduos, processamento, valorização de recicláveis, perfuração, carregamento e transporte de rocha com foco principal no setor de mineração.

A empresa, que opera nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Bahia e Alagoas, reportou uma receita líquida de R$ 114 milhões em 2020.

A Ambipar iniciou as negociações na B3 no dia 10/07/2020 a R$ 24,75 e ontem fechou cotada a R$ 32,12.


Cemig S.A. (CMIG4)
Fundo FIA Dinâmica Energia elevou sua participação no capital da empresa, de 10,47% para 12%

A Cemig recebeu correspondência do Banco Clássico S.A. informando que em 09/06/2021, por meio do seu fundo exclusivo FIA Dinâmica Energia, adquiriu 2,0 milhões de ações preferenciais.

Com essa aquisição, o FIA Dinâmica Energia passou a deter 12% de participação no capital da companhia, sendo 146.668.528 (25,91%) de ações ordinárias e 56.560.257 (5,01%) de ações preferenciais.

De acordo com o Banco Clássico “a aquisição objetiva diversificar os investimentos em energia elétrica do FIA Dinâmica Energia”.


Se preferir, baixe em PDF:

Ibovespa sobe 0,13% e fecha acima dos 130 mil pontos novamente

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.