Ibovespa tem semana positiva com alta de 4,07%

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa teve uma semana positiva, com valorização de 4,07%, com alta de 0,47% na sexta-feira, aos 96.572 pontos. O giro foi de R$ 38,9 bilhões (R$ 35,6 bilhões no à vista). Com juros baixos e podendo cair mais, os investidores locais seguem direcionando recursos da renda fixa para a bolsa e os estrangeiros que andaram afastados por um bom tempo, começam a retornar para a B3. Até o dia 17/06 o saldo estava positivo em R$ 2,94 bilhões. A B3 sustentou a alta mesmo com a queda das bolsas americanas, sob a influência do fechamento temporário de 11 lojas da Apple nos EUA por conta da Covid-19, e com operadoras de cruzeiros estendendo por mais três meses a suspensão das atividades. Houve também comentários do secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, sobre a responsabilidade da China em relação ao coronavírus e outras acusações. A agenda econômica de hoje está fraca com poucos indicadores mostrando em destaque a confiança do consumidor na zona do euro em junho e vendas de casas nos EUA. Do lado doméstico, o Boletim Focus. A terça-feira terá agenda carregada somada a decisões importantes como o marco para o setor de saneamento básico a ser votado na quarta-feira no Senado. As bolsas internacionais mostram queda nesta manhã com nova ameaça de o vírus ganhar força com a flexibilização das economias.

Câmbio
A moeda americana encerrou a semana cotada a R$ 5,3119 de R$ 5,3778 na quinta-feira (-1,23%). A semana foi de alta para o dólar que encerrou a sexta-feira (12) a R$ 5,0504.

Juros
Os juros tiveram dia de queda nas taxas futuras em um dia sem novidades no mercado doméstico A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/21 fechou na mínima de 2,02%, de 2,049% na quinta-feira e para jan/27 a taxa passou de 6,823% para 6,80%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

IRB-Brasil Resseguros S.A. (IRBR3)
Justiça nega pedido e IRB terá de comprovar meio para arcar com R$ 1 bilhão em disputa judicial

Desde a semana passada a companhia vinha adotando medidas legais cabíveis, com vistas a reverter a decisão, que hora está confirmada.

Mais uma notícia negativa para a empresa. Momento permanece volátil para as ações da companhia, que trabalha para a recuperação da credibilidade junto aos investidores.

O IRB Brasil RE divulga o resultado do 1T20 na próxima segunda-feira dia 29 de junho, após o fechamento do mercado; e realiza teleconferência no dia 30 de junho de 2020.

Ao preço de R$ 10,89/ação, equivalente a um valor de mercado de R$ 10,7 bilhões,  sua ações registram queda de 73,3% este ano. Preço alvo em revisão.


CCR (CCRO3)
Melhores números operacionais na semana

Na última sexta-feira, a empresa divulgou seus dados operacionais dos sete dias encerrados em 18 de junho (quinta-feira), mostrando melhoria nos dados de tráfego das concessões rodoviárias e também nos segmentos de mobilidade e aeroportos, em relação ao período anterior.

· Acreditamos que é positiva a iniciativa da CCR em divulgar seus dados operacionais atualizados. Estas informações nos permitem avaliar os impactos da pandemia na empresa, assim como ter uma visão do estado da economia e da venda de combustíveis.

· Os dados da movimentação de veículos nas concessões rodoviárias da CCR (sem a ViaSul) entre os dias 12 e 18 de junho, comparados ao mesmo período de 2019, apresentaram queda de 16,1% no total, com reduções de 31,5% no tráfego dos veículos de passeio e 3,3% nos comerciais. Este número foi melhor que na semana anterior, quando houve uma redução total de 16,9%.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.