Dia de recuperação das ações dos bancos

MERCADO


Bolsa
O nervosismo do mercado internacional não teve efeito do lado doméstico num dia de recuperação das ações dos bancos. O Ibovespa encerrou o dia com alta de 0,96% aos 119.528 pontos e giro financeiro de R$ 25,3 bilhões. Pesaram no dia as ações da Vale com a queda de 3,35% do minério de ferro na China. A agenda hoje no Brasil traz o índice de Confiança do Consumidor de janeiro, a criação de empregos formais (Caged) de dezembro, e a Pesquisa econômica Bloomberg de janeiro. Nos Estados Unidos destaque para o PMI Manufatura EUA Markit de janeiro (preliminar). As Bolsas, em sua maioria, operam em alta hoje. Viés positivo persiste no Brasil e nos EUA.

Câmbio
A moeda americana fechou ontem com queda de 0,3% a R$ 4,17 tendo como pano de fundo, por um lado, a pressão nas commodities reflexo do receio de queda na demanda com o coronavirus de origem chinesa, e por outro, maior volume de captações no Brasil e o comportamento dos juros.

Juros
Os juros futuros passaram a maior parte da sessão em alta, mas desaceleraram na reta final, precificando eventual queda de 0,25% na Selic em fevereiro. A taxa do Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/21 subiu da mínima histórica de 4,340% do ajuste de quarta-feira para 4,365% ontem. Para jan/27 a taxa passou de 6,700% para 6,710%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Petrobras (PETR4)
Início da fase vinculante para venda da BSBIOS

A Petrobras informa que teve início a fase não vinculante referente à venda da totalidade de ações da BSBios Indústria e Comércio de Biodiesel Sul Brasil (BSBios) pela sua subsidiária integral Petrobras Biocombustíveis S.A. (Pbio).

Segundo a companhia, os potenciais compradores habilitados para essa fase receberão um memorando descritivo contendo informações mais detalhadas sobre a companhia em questão, além de instruções sobre o processo de desinvestimento, incluindo as orientações para elaboração e envio das propostas não vinculantes.

A PBio detém 50% de participação na BSBios e realizará a venda em conjunto com a sua sócia, a RP Biocombustíveis, que detém os 50% restantes, através de processo competitivo conduzido exclusivamente pela Pbio. A venda está de acordo com as diretrizes para desinvestimentos da empresa e da PBio e segue a proposta da Petrobras de otimização do portfólio e melhor alocação de seu capital, visando à maximização de valor para os seus acionistas


CSN (CSNA3)
Captação de US$ 1,0 bilhão em emissão de títulos no exterior

Ontem, a Companhia Siderúrgica Nacional informou que precificou uma oferta de títulos representativos de dívida, denominados Notes, no mercado externo, emitidos por sua subsidiária CSN Islands XI Corp.

 ·         Valor da emissão: US$1.000.000.000,00

·         Data de vencimento: 2028

·         Taxa de juros: 6,750% ao ano.

·         Garantia: As Notes serão garantidas, incondicional e irrevogavelmente, pela Companhia.

·         Liquidação: A liquidação das Notes está prevista para o dia 28 de janeiro de 2020.

 Em set/19, a dívida liquida da CSN somava R$ 27,6 bilhões, um aumento de 2% sobre o 3T18 e 4% sobre o 2T19. A relação Dívida Líquida / EBITDA Ajustado estava em 4,93x.


Braskem (BRKM5)
Paralização em definitivo da unidade de soda na Bahia

A Braskem informou que paralisará definitivamente a produção de cloro soda localizada em Camaçari, na Bahia a partir de abril, por conta do fim do prazo de vida útil da unidade.

Outras operações da companhia não serão afetadas pelo encerramento.

As atividades da unidade começaram em 1979. De acordo com a Braskem, ela tem capacidade anual de produção de 79 mil toneladas de soda caústica, e de 64 mil toneladas de cloro.

Ontem a ação BRKM5 encerrou cotada a R$ 39,00/ação com alta de 30,7% neste ano. Temos recomendação de COMPRA para a ação com preço justo de R$ 41,00/ação com valorização potencial de 5,1%


CSN (CSNA3)
Captação de US$ 1,0 bilhão em emissão de títulos no exterior

Ontem (23/janeiro) a Companhia Siderúrgica Nacional precificou uma oferta de títulos representativos de dívida (Notes), no mercado externo, emitidos por sua subsidiária CSN Islands XI Corp.

  • Valor da emissão: US$ 1,0 bilhão
  • Data de vencimento: 2028
  • Taxa de juros: 6,750% ao ano.
  • Garantia: As Notes serão garantidas, incondicional e irrevogavelmente, pela companhia.
  • Liquidação: A liquidação das Notes está prevista para o dia 28 de janeiro de 2020.

A CSN tem a intenção de utilizar os recursos líquidos captados por meio das Notes para recomprar até a totalidade das 6,50% Senior Unsecured Guaranteed Notes, com vencimento em 2020, emitidas pela CSN Resources S.A., em circulação no mercado internacional e fins corporativos diversos.


Braskem S.A. (BRKM5)
Paralização em definitivo da unidade de soda na Bahia

A Braskem paralisará definitivamente a produção de cloro soda localizada em Camaçari, na Bahia, cujas atividades iniciaram em 1979 e com capacidade anual de produção de 79 mil toneladas de soda cáustica e 64 mil toneladas de cloro.

Tal paralisação ocorre em razão do fim do prazo de vida útil desta unidade e terá início a partir de abril de 2020, seguindo os padrões de segurança aplicáveis e visando a proteção das pessoas, comunidades e do meio ambiente. As demais operações industriais da Braskem não serão afetadas por tal encerramento.


Minerva S.A. (BEEF3)
Oferta foi precificada a R$ 13,00/ação e soma R$ 1,235 bilhão

Informações no mercado dão conta que a Oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias da Minerva foi precificada a R$ 13,00/ação e somou R$ 1,235 bilhão. A Oferta consistiu (i) na distribuição pública primária de 80.000.000 novas ações ordinárias de emissão da companhia (Oferta Primária); e (ii) na distribuição pública secundária de 15.000.000 ações ordinárias de emissão da companhia e de titularidade de VDQ Holdings S.A. (Acionista Vendedor).

A tranche primária, equivalente a R$ 1,04 bilhão, será utilizada para melhoria da estrutura do capital da companhia, por meio do pagamento de determinadas dívidas. Considerando a Oferta primária, o aumento de capital é de 19,82%.

A data prevista para início de negociação destas novas ações é 27 de janeiro de 2020. O Preço de R$ 13,00/ação representa um desconto de 8,9% em relação a cotação de fechamento de ontem (23/jan) de R$ 14,27/ação, o que pode pressionar a ação BEEF3 no dia de hoje.


Neoenergia S.A. (NEOE3)
Energização SE Sobral | LI da LT Santa Luzia II – Campina Grande I LI SE Marmeleiros-2 e Livramento-3

A companhia comunicou ontem (23/janeiro) a conclusão e energização da Neoenergia Sobral Transmissão de Energia S.A. (SE 500/230 kV Sobral III – Compensador Estático 500 kV), localizada no estado do Ceará, com antecedência de 13 meses em relação ao Prazo Contratual Aneel (fevereiro de 2021). O empreendimento, contou com um Capex 33% inferior ao investimento de R$ 117 milhões estimado originalmente pela Aneel. A RAP definida é de R$ 12 milhões.

A Neoenergia destaca também que a Superintendência de Administração de Meio Ambiente do Estado da Paraíba (SUDEMA) emitiu em 27/12/2019 a Licença de Instalação (LI) referente à Linha de Transmissão 500 kV Santa Luzia II – Campina Grande III (124,2 km de extensão), localizada no estado da Paraíba, que totaliza 345 Km de extensão e 1 subestação.

Em adição, a Fundação Estadual de Proteção Ambiental (“FEPAM”) emitiu Licença de Instalação de Compensador Síncrono para as duas subestações (SE Marmeleiros-2 e SE Livramento-3) localizado nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina, cujas obras foram iniciadas em dezembro de 2019 (SE Marmeleiros-2) e em janeiro de 2020 (SE Livramento-3).


 

Se preferir, baixe em PDF:

 

 

>>>Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.