Melhora da percepção política do governo

MERCADO


Bolsa
Ontem a B3 operou desde a abertura em campo positivo, repercutindo uma série de reuniões do presidente Bolsonaro com dirigentes dos partidos, e que resultou na melhora da percepção sobre a articulação política do governo para a aprovação da reforma da Previdência no Congresso. Nesse contexto, o Ibovespa fechou com alta de 1,93% aos 96.313 pontos e giro financeiro de R$ 13,1 bilhões. Hoje não temos indicadores relevantes no Brasil. Nos EUA destaque para a Taxa de desemprego com estimativa de 3,8% em linha com a leitura anterior e o payroll de março, que devem nortear o comportamento dos mercados, que registram um desempenho levemente positivo, com bolsas europeias de lado e S&P futuro com pequena alta.

Câmbio
O dólar abriu em queda após a alta do dia anterior, refletindo a dificuldade de interlocução do governo com os parlamentares de oposição. Subiu ao longo do dia, porém, com a melhora da percepção sobre a articulação política, a moeda à vista a fechou em queda de 0,54%, aos R$ 3,8566.

Juros
O mercado de juros acompanhou o movimento do câmbio. Como pano de fundo o leilão de títulos públicos pré-fixados e o avanço da articulação do governo com os parlamentares. Ao fim do pregão regular, o DI janeiro/2020 era negociado a 6,505% (de 6,515% no ajuste anterior), o DI janeiro/2021 registrava 7,06% em linha com o ajuste anterior, e o DI janeiro/2025 fechou a 8,71% (de 8,76% no ajuste anterior).

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Gol (GOLL4)
Prévia do tráfego mostra aumento na oferta e demanda total

A Gol informou ontem (04) os resultados prévios de tráfego no mês de março, em relação ao mesmo período do ano anterior, os quais em sua maioria se mostraram positivos.

Mercado Doméstico: De acordo com a companhia, a oferta (ASK) no mercado doméstico cresceu 1,8%, enquanto a demanda (RPK) aumentou em 3,2%.

A taxa de ocupação doméstica atingiu 79,8%, com evolução de 1,1 pp frente ao mesmo período de 2018. No entanto, foi observado uma redução de 1,5% no volume de decolagens, enquanto o total de assentos aumentou 2,9%.

No mercado internacional: A oferta (ASK) e demanda (RPK) da Gol cresceram 24,3% e 20,5%, respectivamente, e a taxa de ocupação foi 75,9%, representando uma queda de 2,4 pp.

A oferta total (ASK) cresceu 4,7%, dado o aumento de 3,0% no total de assentos e a redução das decolagens em 1,2%. A demanda total (RPK) evoluiu em 5,5% frente a março de 2018 e a taxa de ocupação consolidada atingiu 79,2%.

Ontem a ação GOOL4 encerrou cotada a R$ 25,70 acumulando valorização de apenas 2,4% neste ano, após valorização de 71,9% em 2018. O valor de mercado atual é de R$ 8,9 bilhões.


CTEEP
Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista (TRPL4) – Ações “ex-desdobramento” a partir de hoje (5/abril) 

Na AGE da companhia realizada ontem (4/abril) foi aprovada o desdobramento da totalidade das 164.720.826 ações de emissão da companhia, sendo 64.484.433 ordinárias e 100.236.393 ações preferenciais, na proporção de 1 (uma) ação ordinária para 4 (quatro) ações ordinárias e 1 (uma) ação preferencial para 4 (quatro) ações preferenciais.

  • Terão direito os acionistas detentores de ações no dia 04/04/2019. A partir de hoje, dia 05/04/2019, as ações da companhia serão negociadas “ex-desdobramento”, cujo crédito ocorrerá no dia 10 de abril de 2019.
  • As TRPL4 fecharam ontem cotadas a R$ 79,20/ação. A cotação ex-teórica para a abertura de hoje é, portanto, R$ 19,80/ação.
  • O desdobramento aprovado não implica na modificação do capital social da companhia, o qual permanece no valor de R$ 3,59 bilhões, passando a ser dividido em 658.883.304 ações, sendo 257.937.732 ordinárias e 400.945.572 preferenciais.

Eneva S.A. (ENEV3)
Bookbuilding determina preço de R$ 18,25/açãos

A Eneva concluiu o procedimento de Bookbuilding com o estabelecimento do preço de R$ 18,25 por ação, resultando em um montante total de R$ 1,1 bilhão. Trata-se da Oferta Pública Secundária com esforços restritos de distribuição de 60.646.269 ações ordinárias de emissão da companhia de titularidade do Itaú Unibanco S.A., da Uniper Holding GmbH, do Banco Pine S.A., da Dommo Austria GmbH e do Banco BTG Pactual S.A.

  • Esse montante inclui as ações adicionais, equivalente a 21,4%, ou seja, em 10.671.663 ações ordinárias. O início de negociação das ações na B3 ocorrerá na segunda-feira, dia 8 de abril de 2019, e a efetiva liquidação da Oferta Restrita ocorrerá em 10 de abril de 2019.
  • Ontem suas ações fecharam cotadas a R$ 18,50/ação (valor de mercado de R$ 5,8 bilhões) e valorização de 15,0% este ano. O preço justo (média Bloomberg) aponta para R$ 23,00/ação com potencial de alta de 24,3%. Os múltiplos para 2019 são: P/L de 11,7x e VE/EBITDA de 6,4x.

CSN (CSNA3)
Captação e recompra de títulos

  • Segundo informações da Bloomberg, a CSN está organizando uma captação de recursos para financiar a recompra títulos.

Indústria automobilística
Queda na produção e aumento nas vendas de veículos em março

A produção de veículos no Brasil em março atingiu 240,5 mil unidades, volume 10,1% menor que em igual mês do ano passado, conforme os dados publicados ontem pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).
• A queda na produção em março, pode ser atribuída à forte diminuição das exportações, já que as vendas no mercado interno continuaram crescendo;
• Ao contrário da produção, o volume de vendas teve em março um bom mês. As vendas de veículos nacionais somaram 186,2 mil unidades, quantidade 1,8% maior que no mesmo mês do ano passado. No acumulado do ano, o crescimento já chega a 11,8%;
• As exportações tiveram forte queda em março. A receita com as vendas ao exterior foi de US$ 880 milhões, uma redução de 2,9% em relação ao mês anterior e de 43,6% comparado a março de 2018.

 


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.