Boletim Diário – 25 de Setembro 2018

MERCADO

Bolsa
A B3 sofreu pressão vendedora na abertura da semana, após o Ibovespa ter subido mais de 5% na semana passada. Ontem a queda foi de 1,84% aos 77.984 pontos, com giro financeiro de R$ 7,6 bilhões. Salvo alguma surpresa nos próximos dias, o primeiro turno das eleições caminha para uma definição entre Jair Bolsonaro e Fernando Haddad. O mercado começa a precificar estas possibilidades e a expectativa é de volatilidade mais forte nos próximos dias. Atenção para o comportamento do fluxo estrangeiro. A agenda de hoje traz a ata do Copom e ou IPC-Fipe semanal com alta de 0,36% (acima da expectativa média do mercado: 0.28%). Saiu também a inflação da construção civil (INCC) com alta de 0,36% em setembro. Nos EUA, dados pouco importantes para nosso mercado. As bolsas internacionais mostram alta na Europa baixa no fechamento da China. O petróleo opera em alta nesta terça-feira podendo refletir nos papéis de Petrobras em dia de noticiário corporativo fraco.

Câmbio
A alta do dólar de 0,93% com a cotação a R$ 4,0879, considerada como correção após seguidas quedas, pode ser também reflexo da expectativa em relação à nova pesquisa do Ibope que no final do dia mostrou crescimento de Fernando Haddad na corrida presidencial.

Juros
Os juros futuros também passaram por ajuste ontem, depois de uma semana favorável. Os mercados seguem sensíveis no curto prazo e ontem a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20 fechou subiu de 8,396% para 8,44%. A taxa do DI para jan/25 passou de 11,804% para 11,87%.



ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Braskem (BRKM5)
Tag along para as ações preferenciais detidas pela Petrobras

A Braskem informou, na noite de ontem, que sua controladora (Odebrecht) celebrou um aditivo ao acordo de acionistas, para incluir as ações preferenciais da Petrobras na sistemática de tag along (garantia de equidade de direitos no caso da venda do controle).

  • Esta notícia nos parece indicar o desejo da Petrobras em vender sua participação na Braskem, caso a Odebrecht o faça;
  • É importante lembrar que desde junho último, a Odebrecht está em negociações exclusivas com a LyondellBasell, empresa petroquímica sediada na Holanda, para a venda de sua participação na Braskem.

Petrobras (PETR4)
Forte queda na produção em agosto

A Petrobras produziu no Brasil uma média de 1.915,6 mil barris por dia (mbpd) em agosto, 4,9% menos que julho e 9,2% inferior à quantidade extraída no mesmo mês do ano passado.

  • A produção total, incluindo gás natural e o volume extraído no exterior, alcançou 2.466,6 mbpd, ficando 5,1% abaixo do mês anterior e 9,3% menor que em agosto/2017;
  • Outro mês de redução na produção é uma má notícia para a Petrobras.  A empresa justificou esta queda pela concentração de paradas programadas para manutenção em agosto;
  • A Petrobras espera que o crescimento da produção nas plataformas já instaladas (P-74 e FPSO Cidade de Campos) e em outras duas que vão iniciar a produção até o final do ano, ajude a meta anual ser alcançada.

Kroton (KROT3)
Conclusão da aquisição do Colégio Lato Sensu, pela Saber

A ação KROT3 encerrou ontem cotada a R$ 10,43 acumulando desvalorização de 41,7% em 2018. O valor de mercado atual da companhia é de R$ 16,9 bilhões e a ação está sendo negociada a 1,08x o valor patrimonial.

  • A Kroton informou por meio de sua subsidiária, Saber Serviços Educacionais, a conclusão da aquisição do Colégio Lato Sensu, sem mencionar detalhes financeiros da transação.
  • O Colégio Lato Sensu, possui 5 unidades, das quais 4 delas localizadas em Manaus (AM) e outra em Rio Branco no Estado do Acre, num total de 3,8 mil alunos.
  • Enxergamos a conclusão da aquisição como bastante positiva, visto que está alinhada com os planos de expansão, fortalecendo sua presença em educação básica na região Norte do país. Além disso, a Saber informou que manterá o projeto pedagógico existente no colégio, expandindo o modelo na região.

Copel Energia S.A. (CPLE6)
Início da operação em teste do Complexo Eólico Cutia

A Copel iniciou a operação em testes do “Complexo Eólico Cutia” o qual é formado por sete (7) parques (Cutia, Guajuru, Esperança do Nordeste, Jangada, Maria Helena, Paraíso dos Ventos do Nordeste e Potiguar) e totaliza 180,6 MW de capacidade instalada, garantia física de 71,4 MW médios e capex de R$ 1,16 bilhão.

  • Este ano as CPLE6 registram queda de 9,8% para R$ 21,50/ação, que quando comparada ao preço justo de R$ 32,00/ação, traz um potencial de alta de 48,8% para suas ações.
  • Segundo comunicado, no momento atual, aproximadamente 50% dos aerogeradores do Complexo Eólico Cutia estão operando em fase de testes, enquanto que os demais aerogeradores entrarão em operação na sequência, de forma escalonada.
  • Durante o período de testes, a energia gerada será comercializada no mercado de curto prazo e, após a obtenção da licença operacional, a produção será entregue conforme contratado no 6º Leilão de Energia de Reserva.

Clique para acessar o Boletim Diário Completo:

Boletim Diário – PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações


Mapa de Posições Alugadas


Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas




DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. 
As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.