Ibovespa fecha praticamente estável em 100.624 pontos

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa encerrou a quinta-feira praticamente estável aos 100.624 pontos (100.627 pontos na quarta-feira), com volume financeiro de R$ 22,9 bilhões e R$ 20,5 bilhões no à vista. Na reta final de agosto e na expectativa da fala do presidente do Federal Reserve, os investidores mantiveram cautela ontem, mesmo porque o noticiário dos últimos dias não favoreceu o mercado. Em resumo, segundo economistas americanos, o discurso de Jerome Powell indicou que o Fed deve manter taxas de juros próximas de zero nos próximos anos, enquanto procura atingir de forma decisiva sua meta de inflação, adotada em 2012. Para justificar isso, ele fez questão de explicar por que a inflação persistentemente baixa é um problema para os banqueiros centrais, particularmente quando combinado com baixo crescimento econômico. Ontem as bolsas de NY mostraram queda no Nasdaq após uma sequência de recordes do índice e alta no S&P e Dow Jones. Hoje, as bolsas internacionais mostram movimento misto na Europa, nesta manhã, em dia de agenda econômica carregada com os indicadores de confiança (economia, indústria e serviços e consumidor) de agosto em queda, conforme esperado e do lado doméstico a inflação pelo IGP-M (agosto) com alta d 2,74% no M/M e de 13,02% no A/A., acima da expectativa do mercado (Bloomberg). Completam a lista, dados dos EUA. O petróleo (WTI e Brent) operava em queda no começo desta manhã.

Câmbio
Em meio a toda a expectativa em relação aos acontecimentos no exterior e à pauta política em Brasília, a moeda americana recuou 0,73% de R$ 5,6104 para R$ 5,5695 no fechamento de ontem.

Juros
Ontem, as taxas de juros futuros mostraram volatilidade, reflexo das incertezas fiscais e políticas em dia de realização de leilão de títulos prefixados do governo.  O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/21, fechou com taxa de 2,00%, ante 1,981% na quarta-feira e para jan/27 a taxa caiu de 6,973%
para 6,96%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Klabin (KLBN11)
Quitação parcial antecipada de US$ 450 milhões em linha de pré-pagamento à exportação

Foram liquidados US$ 450 milhões, de um montante total desembolsado de US$ 600 milhões, com vencimento em dezembro de 2023, cujo prazo médio de vencimento, três anos e quatro meses, era inferior ao prazo médio de dívida da empresa do setor de papel e celulose.

A companhia encerrou o 1S20 com endividamento líquido de R$ 21 bilhões, contra R$ 13,1 bilhões em junho de 2019.  Em junho/20, a dívida bruta somou R$ 30,7 bilhões sendo R$ 5,6 bilhões em moeda local e R$ 24,9 bilhões em moeda estrangeira.

Ontem a unit KLBN11 encerrou cotada a R$ 26,08 com valorização de 41,8% no ano.


Tenda (TEND3)
Pagamento de dividendo de R$ 0,1840/ação com base na posição de 10/07/20

O conselho de administração da Tenda aprovou nesta quinta-feira, 27, o pagamento de dividendos mínimos obrigatórios no montante total de R$ 18.094.002,72, equivalente a R$ 0,1840 por ação ordinária da empresa. O pagamento será feito com base na posição acionária do dia 10 de julho, e a partir do dia 13 de julho, os papéis passaram a ser negociados ex-dividendos.

No dia 10/07 a ação estava cotada a R$ 35,08 portanto o retorno para os acionistas é de 0,525%.

O crédito aos acionistas será feito em 4 de setembro.

A ação TEND3 encerrou ontem cotada a R$ 30,97 com alta de 3,1% no ano.


Banco do Brasil S.A. (BBAS3)
Protocolado pedido de IPO do Banco BV

O Banco do Brasil informou que o Banco Votorantim S.A. (“Banco BV”) realizou em 27 de agosto, protocolo de pedido de registro de companhia aberta junto à CVM, nos termos da Instrução CVM nº 480.

O Banco BV, em conjunto com Banco do Brasil e Votorantim Finanças S.A., seus acionistas, realizaram, na mesma data, protocolo de pedido de registro de distribuição pública primária e secundária de certificados de depósito de ações (“Units”) do Banco BV junto à CVM, nos termos da Instrução CVM nº 400 e demais disposições legais e regulamentares aplicáveis.

No 1S20 o Banco BV registrou um lucro líquido de R$ 443 milhões. A carteira de crédito ampliada cresceu 11,4% em base de doze meses para R$ 68,8 bilhões com índice de cobertura de 183%. Ao final de junho de 2020 os Ativos Totais somavam R$ 121,6 bilhões (+29,1%). O Patrimônio Líquido era de R$ 10,15 bilhões (+4,2%) e o Índice de Basileia atingiu 14,4% sendo de 11,0% o índice de Capital Principal.

A oferta pode destravar valor no Banco do Brasil, contribuindo para uma melhor precificação. Temos recomendação de COMPRA para BBAS3 com Preço Justo de R$ 47,00/ação.


Camil Alimentos (CAML3)
Conselho aprova Programa de Recompra de até 4 milhões de ações

O conselho de administração da Camil aprovou nesta quinta-feira (27/08) um programa de recompra de ações para adquirir até quatro milhões de ações ordinárias da empresa, que correspondem a 3,31% do total em circulação.

O Programa Recompra tem prazo de 12 meses, contados a partir de 28 de agosto de 2020, inclusive, tendo como termo final o dia 27 de agosto de 2021.

A aquisição de ações objetiva atender as outorgas já realizadas no âmbito do plano de opção de compra de ações da companhia.

Se adquiridas na totalidade ao preço de R$ 12,57/ação (fechamento de 27/08) o montante alcança R$ 50,28 milhões, equivalente a 3,3 dias de negociação. Nesse preço, equivalente a um valor de mercado de R$ 4,7 bilhões, a ação CAML3 registra alta de 40,7% este ano.


Eletrobras (ELET3, ELET6)
Desligamentos sem justa causa foram postergados para janeiro de 2021

A companhia informa que alterou o cronograma dos desligamentos sem justa causa de empregados das Empresas Eletrobras, postergando-os para 02 de janeiro de 2021, tendo em vista as preocupações da sociedade e de seus empregados em relação à pandemia.

Com esta alteração de data, a economia estimada de R$ 251 milhões com os desligamentos poderá ser capturada a partir de 2021. O custo estimado com os desligamentos será de R$ 129 milhões, proporcionando um retorno (payback) total de 0,51.


Petrobras (PETR4)
Venda de campos terrestres

Após o pregão de ontem, a empresa informou que assinou contrato de venda da totalidade de sua participação no Polo Cricaré para a Karavan SPE Cricaré S/A.
• O valor da operação é de US$ 155 milhões, com o pagamento sendo dividido entre US$ 11 milhões na assinatura do contrato, US$ 26 milhões no fechamento da transação e os restantes US$ 118 milhões em pagamentos contingentes previstos no contrato;
• O Polo Cricaré é formado por 27 concessões de campos terrestres, localizados nos municípios de São Mateus, Jaguaré, Linhares e Conceição da Barra no estado do Espirito Santo.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.