Bancos, Vale e Petrobrás sustentam o Ibovespa com alta de 1,25% aos 93.531 pontos

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa recuperou ontem parte das quedas anteriores encerrando com alta de 1,25% aos 93.531 pontos. O giro financeiro somou R$ 30,6 bilhões, (R$ 27,8 bilhões no à vista). A bolsa seguiu o rumo das bolsas estrangeiras com a sinalização de mais uma rodada de estímulos fiscais e monetários nos EUA e Japão. Mesmo assim, o risco de um repique do coronavírus segue presente. Em Pequim novos casos provocam fechamento de escolas e universidades. As projeções econômicas mostram preocupações para o segundo semestre nas grandes economias e nos EUA o desemprego deve seguir como entrave para o crescimento. Hoje temos vencimento de opções sobre Ibovespa na B3. Mercado chega ao 3º Copom desde que a pandemia começou a se expandir no país, em março, e aposta em novo corte da Selic, enquanto discute se o ciclo de alívio iniciado há quase um ano será ou não interrompido. Expectativa entre os economistas é quase unânime de que o corte será de 0,75pp na reunião de hoje. Banco Central divulga decisão após o fechamento dos mercados. Agenda de hoje trauxe IPC FIPE- Semanal até 15/jun, est. 0,14%, ant 0,00%. As bolsas americanas amanheceram em alta e europeias praticamente estáveis.

Câmbio
O aumento de casos de coronavírus dos EUA à China – onde Pequim determinou o fechamento de escolas – elevou a busca por moedas fortes, o que puxou o dólar contra pares do G-10 e pesou contra as divisas emergentes, incluindo o real, destaque de perdas. Por aqui, o dólar teve a quinta alta seguida e encerrou no maior nível desde o começo de junho. Dólar fechou +1,7%, a R$ 5,242.

Juros
Os juros futuros mostraram inclinação na curva na véspera da decisão do Copom para a Selic. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22 encerrou em 3,08% (3,05% na segunda-feira) e a taxa do DI para jan/27 passou de 6,642% para 6,74% (máxima).


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Sabesp (SBSP3)
Assinatura do contrato de prestação de serviços com o município de Mauá aconteceu ontem, 16 de junho

A Sabesp confirmou que as assinaturas do Contrato de Prestação de Serviços Públicos entre o Estado de São Paulo, o Município de Mauá e a Sabesp e do Termo de Ajuste para Pagamento e Recebimento de Dívida entre o Saneamento Básico do Município de Mauá, o Município de Mauá e a Sabesp, ocorreram ontem, dia 16 de junho de 2020, após adiamento de um dia.

Vemos como positivo na medida em que esse contrato equaciona a dívida e permite à Sabesp prestar serviços diretamente à população de Mauá (aprox. 454 mil habitantes), garantindo segurança jurídica, financeira e patrimonial à companhia.


Minerva Foods (BEEF3)
Compass Group L.L.C. atinge participação de 5,11% na companhia

A Minerva informou nesta terça-feira que a gestora americana Compass Group L.L.C. atingiu 5,11% do total de ações ordinárias, com a compra de 24.831.598 papeis dessa classe de ação.

Conforme comunicado “as aquisições realizadas e a posição mantida não resultam e nem foram efetuadas com objetivo de alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da companhia”.


Siderurgia/Mineração
Forte crescimento na produção de aço da China em maio

Conforme os dados publicados pelo Escritório Nacional de Estatísticas da China (NBS na sigla em inglês), a produção chinesa de aço em maio/20 foi de 92,3 milhões de toneladas, 4,2% maior que no mesmo mês no ano passado.

· A produção de aço na China é um dado muito importante para as mineradoras brasileiras, principalmente Vale e CSN, que são grandes fornecedoras das siderúrgicas daquele país. A forte recuperação da siderurgia chinesa é um indicador da situação da economia interna e também mostra que o mercado de minério de ferro deve continuar com preços no elevado patamar atual;

· É importante ressaltar que a Vale e a CSN nas teleconferências dos resultados do 1T20, mostraram-se confiantes que no 2T20 suas vendas de minério terão um forte aumento. Porém, os números consolidados das exportações nacionais não indicam isso.


Petrobras (PETR4)
Acordo de ajustes com a PPSA em Tartaruga Verde

Segundo a imprensa, a Petrobras informou na noite de ontem que fechou com a Petróleo e Gás Natural Pré-Sal Petróleo (PPSA), um acordo para ajuste de contas no contrato de partilha no campo Sudoeste de Tartaruga Verde.

· Neste acordo, a Petrobras reconheceu um ajuste de R$ 74,2 milhões, valor que será ajustado pelo IGP-M até a data do pagamento. Este ajuste envolve as áreas dos contratos de partilha e de concessão denominada BM-C-36, referindo-se ao acordo de individualização da produção de Tartaruga Verde da jazida compartilhada com Tartaruga Mestiça;

· Estes acordos são positivos e necessários para a evolução da produção, em áreas cujas reservas ultrapassam as “fronteiras” do contrato.


Helbor (HBOR3)
No 1T20, lucro líquido de R$ 5,4 milhões contra prejuízo de R$ 39,3 milhões no 1T19

A Helbor mostrou bom desempenho operacional e um resultado final positivo de R$ 5,4 milhões contra um prejuízo de R$ 39,3 milhões no 1T19 e de R$ 26,9 milhões no 4T19.

• O resultado bruto totalizou R$ 50 milhões no 1T20, uma alta de 98% em relação ao lucro bruto do 1T19 e a Margem bruta ajustada totalizou 36,8% no 1T20, melhora substancial frente ao 1T19.

• Redução de 77% nas despesas financeiras na comparação do 1T20 frente ao 1T19 e redução do endividamento total da Companha em 17,4% na comparação do 1T19 contra o 1T20. Importante ainda o alongamento do perfil da dívida, reduzindo sua dívida de curto prazo de 40% no 1T19 para 23% no 1T20.

• Geração de caixa pelo oitavo trimestre consecutivo, da ordem de R$ 49,1 milhões no 1T20.

Ontem a ação HBOR3 encerrou cotada a R$ 2,37 com queda de 47,9% no ano.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.