Usiminas – Relatório de Análise

Perspectivas difíceis no restante do ano

A Usiminas apresentou bons resultados operacionais no 1T20, com crescimento nas vendas de aço e minério, comparado ao 1T19, sendo a receita também beneficiada por melhores preços.  No entanto, a grande desvalorização do real determinou um salto nos custos financeiros, levando ao prejuízo no período.  Após este resultado operacional positivo, temos de considerar que as perspectivas são ruins para o restante do ano.  O Instituto Aço Brasil (IABr), previu que as vendas totais de aço no país cairão 20% no ano, mas as vendas da Usiminas (aços planos), podem cair ainda mais.  Esperamos que a companhia aumente suas exportações, como foi já feito no 1T20, para compensar estas perdas no mercado interno.  Com isso revisamos nossas projeções para a empresa, reduzindo o Preço Justo de USIM5 para R$ 7,00/ação, vindo de R$ 12,00.  Mantivemos nossa recomendação de Compra.  É importante destacar que em 2020 USIM5 caiu 47,3%, mais que o Ibovespa, cuja desvalorização no período foi de 28,2%.  A cotação desta ação no último pregão (R$ 4,97) estava 56,5% abaixo da máxima alcançada neste ano e 32,7% acima da mínima.

  • Preços do aço: O produto importado custa hoje 10% mais que o nacional, no entanto, não há perspectiva de curto prazo para correções. Segundo a empresa, ainda é necessário reencontrar o equilíbrio entre a oferta e a demanda para se fazer aumento dos preços;
  • Mineração: O mercado está com elevada demanda da China e bons preços. As exportações nos próximos trimestres devem ficar próximas das verificadas no 1T20 (1,4 milhão de toneladas);
  • Caixa: A Usiminas tem uma boa posição financeira, com um caixa de R$ 2,4 bilhões ao final de março/2020, que cresceu 23,5% durante o trimestre. Este aumento veio, principalmente, do acordo celebrado com a Previdência Usiminas, que previa a devolução para a empresa de R$ 394 milhões, o que foi feito durante o 1T20;
  • Vendas de aço: O IABr estimou uma queda de 20% nas vendas totais de aço no Brasil em 2020. Porém, as vendas da Usiminas no mercado interno podem ter uma queda ainda maior, dado que setores que estão sofrendo mais nesta crise (ex: automotivo, linha branca e petróleo) consomem mais aços planos.

Clique para acessar:

DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.