Braskem – Relatório de Análise

A tempestade continua

A Braskem está vivendo uma “tempestade perfeita”.  Os problemas vão desde a redução da rentabilidade, passando por uma falha geológica em uma de suas operações, o que pode determinar pesadas perdas, a deslistagem da Bolsa de Nova York (NYSE), até as grandes dificuldades financeiras da controladora.  Acreditamos que estas questões serão superadas, mas isso deve demorar e manter as ações pressionadas.  O problema com a solução mais rápida deve ser a entrega do formulário 20 F, que pode ocorrer antes do dia 17 de outubro, data da audiência na NYSE referente à suspensão dos negócios com os ADS.  Pelo lado da rentabilidade, o spread não deve ter recuperação no curto prazo.  A questão geológica em Maceió provavelmente ainda atormentará a empresa por um longo período, primeiro até a atribuição inequívoca da culpa, depois com a definição dos eventuais custos de mitigação. Com tudo isso, reduzimos o Preço Justo de BRKM5 de R$ 53,00 para R$ 41,00/ação, mantendo a recomendação de Compra.  O investidor deve ter claro as dificuldades presentes da Braskem, mas que se resolvidas podem levar suas ações a uma forte alta.

Spread: Desde o início de 2018, o spread petroquímico (diferença entre o preço da matéria-prima e das resinas) está em forte contração.  Segundo nossos cálculos, que usam a nafta como matéria-prima e o polietileno representando as resinas, a redução foi de 43,8% entre o final de 2017 e 27/setembro deste ano.  A queda dos spreads ocorreu pelo crescimento da oferta e por uma demanda menos pujante, principalmente por conta da guerra comercial entre Estados Unidos e China.  O aumento do número de novas unidades petroquímicas nos EUA, na China e em outros países asiáticos pode manter os spreads baixos por alguns anos;

O problema do 20 F: Em maio/2019, a Bolsa de Nova York (NYSE) suspendeu a negociação dos American Depositary Shares (ADS) da Braskem e iniciou o processo de deslistagem destes títulos.  Isso ocorreu porque a empresa não arquivou na NYSE os relatórios 20 F de 2017 e 2018 no devido prazo.  No dia 17 de outubro de 2019, a NYSE agendou uma audiência relativa ao recurso apresentado pela Braskem.  A Braskem espera entregar o 20-F antes desta audiência;

A questão geológica em Maceió: Desde 2010, os moradores de três bairros em Maceió-AL sofrem com danos aos seus imóveis, possivelmente causados pela atividade de mineração realizada pela Braskem na região. Estes problemas geológicos levaram a várias ações judiciais para bloqueio de recursos da Braskem.  Inicialmente, a justiça de Alagoas bloqueou R$ 100 milhões do caixa da empresa, quando o pedido inicial era de R$ 6,7 bilhões.  Posteriormente, ocorreram dois pedidos de bloqueio, um de R$ 3,67 bilhões (feito pelo Ministério Público Estadual e Defensoria Pública de Alagoas) e outro de R$ 2,5 bilhões (Ministério Público do Trabalho de Alagoas);

Acordos de leniência e melhoria da governança: Desde o final de 2016, a Braskem já realizou vários acordos com autoridades nacionais e estrangeiras para reparar danos causados por atividades ilícitas de seus dirigentes.  Naturalmente, é importante tomar medidas para que tais fatos não se repitam.  Para isso, a Braskem reforçou sua governança.  A empresa vem realizando 161 projetos e iniciativas neste sentido, sendo que 98% deles já foram concluídas.

Clique acessar:

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.