Influenciado pelo desempenho das bolsas nos EUA, Ibovespa cai

As principais notícias do mercado estão aqui, para você começar o dia bem informado.

MERCADO


Bolsa

Ontem o Ibovespa chegou a cair 2,10% na cotação mínima, influenciado pelo desempenho das bolsas nos EUA no dia anterior, mas a recuperação das bolsas americanas e do petróleo amenizou o movimento no final do pregão. No fechamento índice marcou queda de 0,65% aos 85.136 pontos. O volume financeiro foi de R$ 9,6 bilhões, abaixo da média de R$ 15,1 bilhões em dezembro. A alta do petróleo puxou as ações da Petrobras com PETR4 subindo 3,98% para R$ 21,68/ação e a PETR3 avançando 1,86% a R$ 24,58/ação ambas nas máximas. Hoje na agenda doméstica, o resultado do governo central, os dados de crédito de novembro e a 3ª prévia do Ibovespa. Nos EUA os Novos pedidos seguro-desemprego e o Índice de Confiança do consumidor de dezembro. Nesta manhã o S&P futuro recuava após reação histórica em NY ontem enquanto as bolsas europeias apresentavam desempenhos mistos. No Brasil, o Ibovespa ainda pode se ajustar as bolsas americanas.

Câmbio
O dólar à vista encerrou o dia em alta de 0,95% a R$ 3,9226, o maior valor em um mês. A alta teve a influência do início da disputa pela formação da taxa Ptax de dezembro, com a definição antecipada este mês para a próxima sexta-feira (28), por conta dos feriados de final de ano. O dólar para janeiro fechou em R$ 3,9190 com alta de 0,44%.

Juros
O mercado de juros futuros não se alterou muito no dia, com a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20 fechando a sessão estendida em 6,600%, ante 6,591% no ajuste anterior. O DI para jan/25 ficou estável em 9,21%.

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS


Fleury (FLRY3)
Aprovação de JCP de R$ 0,1269/ação, com retorno de 0,65%. “Ex” em 03/01

O conselho de administração da Fleury aprovou o pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor bruto de R$ 0,1269 por ação ON, equivalente a R$ 40,133 milhões.

·         Acionistas com direito até 02/janeiro; Ações “ex” JCP em 03/janeiro

·         O pagamento ocorrerá no dia 18 de janeiro.

Ontem a ação FLRY3 encerrou cotada a R$ 19,52 acumulando queda de 31,8% no ano. Com base nesta cotação o retorno para os acionistas é de 0,65%.


Lojas Americanas (LAME4)
Aprovação de JCP de R$ 0,075/ação com retorno de 0,39%. Ex-JCP em 05/01

  • O conselho de administração da Lojas Americanas aprovou o pagamento de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no valor bruto de R$ 0,075 por ação ON e PN, equivalente a R$ 120 milhões
  • Acionistas com direito até 04/janeiro. “Ex” JCP no dia 05/01;
  • Data para pagamento: 22 de abril de 2019.
  • Ontem a ação LAME4 encerrou cotada a R$ 19,06 com valorização acumulada de 12,3% no ano. Com base nesta cotação o retorno para os acionistas é de 0,39%.

Siderurgia
 Produção caiu em Novembro, mas as vendas internas cresceram forte

A produção brasileira de aço bruto em novembro diminuiu 6,1%, em relação ao mesmo mês de 2017, atingindo 2,8 milhões de toneladas, conforme os dados publicados pelo Instituto Aço Brasil (IABr).

  • Assim como em outubro, os números da siderurgia brasileira em novembro mostraram redução na produção, devido à contração das exportações, mas as vendas no mercado interno tiveram outro mês muito positivo.  O aumento das vendas no país permite a elevação das receitas e da rentabilidade para as siderúrgicas;
  • Em novembro, as vendas de aço no Brasil cresceram 7,2% comparadas ao mesmo mês do ano passado, com destaque para a elevação de 13,2% em aços planos.  O volume vendido de aços longos no mês foi fraco, com queda de 2,5%;
  • As vendas para o exterior realizadas pelas usinas em novembro foram fracas.  A quantidade exportada caiu 9,0%, com uma redução de 18,0% nas receitas auferidas por estas vendas, que foram de US$ 593 milhões.

Sabesp (SBSP3)
Conselho aprova aumento de capital sem emissão de novas ações

O Conselho de Administração da Sabesp aprovou o aumento do capital social no valor de R$ 5,0 bilhões para R$ 15,0 bilhões, mediante capitalização de parte das reservas de lucros da companhia, sem a emissão de novas ações, não havendo, portanto, modificação do número de ações atual.

  • Cotadas a R$ 30,73/ação (valor de mercado de R$ 21,0 bilhões) suas ações registram queda de 7,8% este ano. O preço justo de R$ 37,00/ação traz um potencial de alta de 20,4% para SBSP3.
  • De acordo com a Sabesp, “o presente aumento de capital tem por finalidade atender a uma das destinações atribuídas às reservas, bem como promover o equilíbrio entre os saldos das reservas de lucros e do capital social, sendo que a companhia não vislumbra consequências jurídicas ou econômicas”.

Eletrobras (ELET3, ELET6)
SEC aceitou acordo com pagamento de US$ 2,5 milhões.

A companhia comunicou ontem (26/dez) que a U.S. Securities and Exchange Commission (“SEC”) aceitou o acordo proposto pela Eletrobras, com previsão de pagamento de U$ 2,5 milhões.

  • De acordo com o comunicado, “a SEC considerou (i) as medidas remediadoras das fraquezas materiais nos controles internos adotados pela companhia; (ii) a evolução do programa de compliance e demais procedimentos anticorrupção, (iii) bem como sua postura cooperativa adotada no curso da investigação”.
  • A companhia reitera que, “com esta resolução não há mais pendências a serem resolvidas com os agentes reguladores norte-americanos, encerrando-se as investigações perante as referidas autoridades, destacando que o presente acordo não representa reconhecimento de ato ilegal pela Eletrobras”.

Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.