Ibovespa registrou alta de 0,47%, aos 89.040 pontos

MERCADO


Bolsa
Ontem o Ibovespa registrou alta de 0,47%, aos 89.040 pontos, com giro financeiro de R$ 8,7 bilhões, volume abaixo da média de R$ 15,1 bilhões do mês passado, em função do feriado nos Estados Unidos pelo dia de luto à morte do ex-presidente George H. Bush. No campo interno, sem muitas novidades, a votação da cessão onerosa ficou mesmo para 2019. A B3 registrou saída de R$ 3,6 bilhões de capital estrangeiro em novembro, o segundo mês consecutivo de retirada de capital, que em outubro chegou a R$ 6,2 bilhões. Na agenda de hoje no Brasil, destaque para os dados de produção e vendas de veículos em novembro pela Anfavea. Nos EUA, ADP e pedidos às fábricas e de bens duráveis, e os pedidos de seguro desemprego. As bolsas na Ásia fecharam em baixa. Na Europa e futuros em NY apontam queda. O dólar avança e petróleo cai antes da reunião da Opep. Com a volta dos estrangeiros, o mercado ganha nova dinâmica, volatilidade e maior volume dos negócios.

Câmbio
O dólar fechou em alta de 0,26% aos R$ 3,8681, em dia de liquidez reduzida, em função do feriado nos EUA. Depois de abrir em baixa, inverteu o movimento, evidenciando o ambiente de cautela que prevalece neste fim de ano, reflexo das questões relativas à agenda de reformas no Brasil e o ambiente no exterior.

Juros
O mercado de juros operou em um contexto de liquidez baixa em decorrência do feriado nos EUA, focado nas questões internas, notadamente as referentes à reforma da Previdência. Os DIs operaram em alta ao longo do dia, mas no fechamento, os contratos de curto prazo fecharam em leve queda e os longos com leve alta. O DI janeiro/2025 passou de 9,76% no ajuste anterior para 9,79%. O DI janeiro/2020 terminou com taxa de 6,94% (de 6,99% no ajuste anterior), o DI janeiro/2021 fechou a 7,97% (de 8,01% no ajuste anterior).

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS


Petrobras (PETR4)
Principais pontos do novo Plano de Negócios

A Petrobras anunciou ontem, durante o pregão, seu plano de Negócios e Gestão 2019-2023, que mostrou focos na otimização da receita, redução da dívida, venda de ativos, metas de rentabilidade e remuneração do acionista.

  • Acreditamos que o Plano divulgado mostra caminhos bastante positivos e de grande interesse para o investidor, como metas para a rentabilidade e aumento do pagamento de proventos;
  • A grande discussão da reunião foi a possibilidade de um forte aumento dos dividendos, em função da expectativa de elevada geração de caixa a partir de 2020;

JBS S.A. (JBSS3)
Nomeado Gilberto Tomazoni como CEO Global da companhia

O Conselho de Administração da JBS reunido em 04 de dezembro de 2018 elegeu por unanimidade Gilberto Tomazoni como CEO Global da companhia que, de imediato, assume suas funções. Tomazoni é executivo da JBS desde 2013 e possui mais de 35 anos de experiência em posições de liderança no setor de alimentos.

  • Suas ações registram alta de 24,1% este ano para R$ 12,11/ação (valor de mercado de R$ 33,0 bilhões). O preço justo de R$ 12,80/ação oferece um potencial de alta de 5,7%.
  • Tomazoni destacou “o seu compromisso com a reputação da empresa, com a integridade das relações, evoluindo em padrões de transparência, governança e compliance para tornar a JBS uma referência global”.
  • Tomazoni indicou Guilherme Cavalcanti como Chief Financial Officer (CFO) Global e Diretor de Relações com Investidores da companhia, indicação aprovada por unanimidade pelo Conselho de Administração. O executivo assumirá esta posição em 15 de janeiro de 2019, tendo dentro de suas tarefas, buscar adequada estruturação de capital que melhor represente a companhia e a listagem nos EUA.

GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (GOLL4)
Prévia dos resultados de tráfego de nov/18

 

A Gol anunciou ontem (5/dez) os números prévios de tráfego do mês de novembro de 2018 em relação a novembro de 2017. Suas ações registram alta de 42,8% este ano para uma cotação de R$ 20,85/ação, equivalente a um valor de mercado de R$ 7,3 bilhões.

  • Destaque para o crescimento de 1,1% na oferta (ASK) e de 2,9% na demanda (RPK) da companhia no mercado doméstico. A taxa de ocupação doméstica foi 83,7%, um aumento de 1,5pp em 12 meses. O volume de decolagens reduziu 2,4% e o total de assentos aumentou 1,9%, na mesma base de comparação.
  • A oferta (ASK) e demanda (RPK) da companhia mercado internacional aumentaram 27,5% e 30,8%, respectivamente. A taxa de ocupação foi de 76,0%, um aumento de 1,9pp em relação a novembro de 2017.
  • Com isso, a oferta total (ASK) da GOL cresceu 4,0% devido ao aumento de 1,9% no total de assentos e da redução de 2,0% das decolagens. A demanda total (RPK) da GOL aumentou em 5,7% em relação a novembro de 2017 e a taxa de ocupação consolidada atingiu 82,6%.

MRV Engenharia e Participações S.A. (MRVE3)
Ex Div. Extraordinários em 14/dez

A companhia confirmou o pagamento no dia 21/dez/18 de dividendos extraordinários referentes ao exercício de 2017. O montante será de R$ 145,5 milhões, equivalente a R$ 0,33/ação.

  • Serão consideradas as posições de ações do dia 13/dez/18, ficando “ex-div” a partir de 14 de dezembro de 2018.
  • Com base na cotação de R$ 11,96/ação o retorno é de 2,75%.

Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.