MERCADO


Bolsa
A bolsa ontem operou perto da estabilidade na primeira parte do pregão. Na segunda metade do dia experimentou forte realização, acompanhando o movimento das bolsas no exterior, em meio às incertezas sobre o acordo comercial entre EUA e China, e a turbulência em torno do Brexit. Internamente a votação da cessão onerosa foi adiada por falta de acordo. Nesse contexto, as ações da Vale, Petrobras e dos bancos, foram destaques de queda. Ao final o Ibovespa fechou com baixa de 1,33% aos 88.624 pontos e giro financeiro de R$ 15,2 bilhões, em linha com a média do mês passado. Na agenda de hoje, destaque no Brasil para a divulgação do Markit Brasil PMI Composto e o de Serviços, ambos de novembro, e o Fluxo cambial da semana passada. Nos EUA teremos o MBA-Solicitações de empréstimos hipotecários até 30/novembro e a divulgação do Livro Bege pelo Fed. Nos EUA, os mercados fecham hoje, em luto pela morte de George W. Bush. O dia é de cautela com queda das ações europeias e do petróleo. O noticiário local é pouco animador no que diz respeito ás reformas e a votação da cessão onerosa, que pode ser adiada, até mesmo para o ano que vem.

Câmbio
Nesta terça-feira, as incertezas quanto ao acordo comercial EUA/China e as questões em torno do Brexit, fizeram preço no mercado de câmbio. O dólar reverteu queda do começo do dia e fechou em alta de 0,44%, aos R$ 3,8581.

Juros
Os juros futuros ontem aceleraram o movimento de alta no final do dia, acompanhando a piora dos ativos globais e as tensões geopolíticas. Ao fim do pregão regular, o DI janeiro/2020 terminou com taxa de 7,00% (de 6,94% no ajuste anterior), o DI janeiro/2021 era negociado a 8,01% (de 7,93% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2025 encerrou a 9,77% (de 9,58% no ajuste anterior).

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS


AES Tietê Energia S.A. (TIET11)
Potencial aquisição do Complexo Eólico Alto Sertão III

A companhia submeteu a Renova Energia S.A. proposta vinculante para a aquisição pela AES Tietê da totalidade da participação acionária representativa do capital social das sociedades de propósito específico (SPE) que compõem o Complexo Eólico Alto Sertão III bem como de, aproximadamente, 1,1 GW em determinados projetos eólicos em desenvolvimento.

  • Ao preço de R$ 10,39 (valor de mercado de R$ 4,1 bilhões), suas units registram queda de 13,3% este ano. O preço justo de R$ 13,10/unit traz um potencial de alta de 26,1%.
  • A Operação está sujeita ainda, além da necessária aceitação, à negociação dos documentos definitivos, condições precedentes e à obtenção das aprovações necessárias para a sua conclusão.
  • Por sua vez a Renova Energia S.A. sinalizou que ainda não apreciou a proposta e, alternativamente, vem estudando outras possibilidades para equacionar a sua estrutura de capital.

EZTEC S.A. (EZTC3)
Companhia lança o empreendimento Z. Pinheiros

A EZTEC anunciou ontem (04/dez) o lançamento do empreendimento Z. Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo. O projeto contará com 1 torre residencial com componentes comerciais, em um total de 386 unidades, de alto padrão, para um VGV total de R$ 188,2 milhões.

  • Destas 386 unidades, 308 serão residenciais (de 30 a 80 m²) e 78 comerciais (de 26 a 77 m²). A participação da EZTEC no empreendimento será de 100% e cuja previsão de entrega é para março de 2022.
  • Suas ações registram alta de 10,4% este ano para uma cotação de R$ 23,30/ação, equivalente a um valor de mercado de R$ 3,8 bilhões.

Telefônica Brasil S.A. (VIVT4)
Conselho delibera pagar R$ 1,35 bi em JCP

O Conselho de Administração da companhia, em reunião realizada ontem (04/dez) deliberou o crédito de Juros Sobre Capital Próprio (JCP) no montante bruto de R$ 1,35 bilhão, equivalente a R$ 0,82471238233/ação PN, com base no lucro líquido do exercício apresentado no balanço de 31 de outubro de 2018.

  • Serão consideradas as posições de ações no dia 17/dez/18, sendo negociadas “ex-juros” a partir do dia 18/dezembro.
  • O pagamento será realizado até o final do exercício social de 2019, em data definida posteriormente pela companhia. O retorno líquido é de 1,5%.

CSU Card System (CARD3)
Ex JCP em 10/dez

O Conselho de Administração da companhia aprovou ontem (4/dez) o pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP), no montante bruto de R$ 10,12 milhões, equivalente a R$ 0,246195834/ação.

  • O pagamento será efetuado até 05 de abril de 2019, com base na posição acionária de 07 de dezembro de 2018, sendo as ações negociadas “ex-juros” a partir do dia 10 de dezembro de 2018.
  • O retorno líquido é de 2,85%.

Vale (VALE3)
Principais pontos do Vale Day

A empresa anunciou ontem no Vale Day, realizado em Nova York, suas projeções atualizadas para volumes e custos, além de estimativas otimistas para o crescimento da geração de caixa e o aumento no pagamento de proventos.

  • As estimativas de produção mostraram uma estabilidade no volume a ser produzido do minério de ferro, com crescimentos consistentes em cobre e carvão;
  • A melhor parte das projeções, a nosso ver, está no comportamento dos custos, que devem cair de forma generalizada;
  • Com geração de caixa elevada e baixo volume de investimentos, a Vale projetou que terá entre US$ 8 bilhões a US$ 12 bilhões disponíveis nos próximos anos, que serão usados para pagar dividendos extraordinários, recompra de ações, pequenas aquisições a uma maior flexibilidade financeira.

Mineração
Exportações de minério tiveram pequena queda em novembro

As exportações brasileiras de minério de ferro em novembro foram de 34,0 milhões de toneladas, quantidade 0,5% menor que em igual mês de 2017.

  • No acumulado de nove meses, o volume exportado somou 352,6 milhões de toneladas, ficando 0,5% acima daquela verificado no mesmo período de 2017;
  • Em novembro, a receita das exportações de minério foi de US$ 1,9 bilhão, valor 22,4% acima da atingida no mesmo mês do ano passado, devido à alta no preço médio de venda do minério (23,0%);
  • Estes números positivos na receita das exportações, vai contribuir para um bom resultado do 4T18 no segmento de mineração da Vale e CSN.

Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.