Ibovespa sobe 0,35% em dia de queda nas bolsas de NY

MERCADO


Bolsa
Ibovespa operou do lado positivo até o meio da tarde, mas a dificuldade de um acordo entre republicanos e democratas sobre o pacote fiscal, pressionou as bolsas de NY. Com a proximidade da eleição presidencial no dia 03 de novembro, os mercados aguardam para ver qual jogo de interesses vai prevalecer. Mesmo sem motivação, o Ibovespa segue mostrando bom desempenho em outubro, com alta de 0,35% ontem aos 98.658 pontos e ganho de 4,29% no mês. Hoje, a agenda econômica traz em destaque a 2ª prévia do IGPM de outubro e nos EUA, dados do setor da construção civil em setembro. O petróleo opera em baixa nesta manhã e as bolsas na zona do euro mostram alta. As duas próximas semanas deverão refletir a corrida presidencial nos EUA, com o último debate nesta semana e os resultados corporativos locais e no exterior, permanecendo uma expectativa em relação a uma vacina para a Covid-19, enquanto o quadro segue piorando na Europa, com contaminações e mortes em ritmo crescente. A Moderna, farmacêutica norte-americana, diz que se a empresa obtiver resultados preliminares positivos de um grande ensaio clínico em novembro, o governo americano pode autorizar o seu uso emergencial ainda em dezembro. Caso contrário a autorização do governo para a vacina pode não ocorrer até o início do próximo ano. A possível vacina da empresa está na fase 3 de testes clínicos, que avalia a segurança, efetividade e eficácia do produto contra o novo coronavírus. Além da Moderna, diversas farmacêuticas de peso no mundo, estão com suas pesquisas em estágio avançado.

Câmbio
Ontem a moeda americana passou de R$ 5,6460 para R$ 5,6091 com queda de 0,65% oscilando conforme as de dificuldades nas negociações em Washington sobre um pacote de estímulo fiscal e ainda sob a influência de novas sanções impostas pelos EUA à China e Irã.

Juros
O mercado de juros futuros encerrou a segunda-feira com alivio com o ministro Paulo Guedes e Rodrigo Maia buscando um caminho para o problema fiscal. O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22, fechou com taxa de 3,29%, de 3,385% no dia anterior e o DI para jan/27, passou de 7,574% para 7,40%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Vale (VALE3)
Vendas fracas de minério no 3T20

Na noite de ontem, a empresa divulgou seu Relatório de Produção e Vendas do 3T20 mostrando números fracos. A venda da maioria dos produtos caiu, na comparação com o 3T19, sendo que em minério de ferro houve uma redução bastante importante (11,2%). Acreditamos que a melhor comparação é feita com o 3T19, em função da sazonalidade da produção e do mercado de metais.

· Os volumes produzidos da maior parte dos produtos no 3T20 também ficaram abaixo do mesmo período do ano passado, mas em minério a produção cresceu 2,3%. Isso indica um resultado não muito forte no 3T20, cujos números serão divulgados no dia 28 de outubro;

· No 3T20, a produção da Vale cresceu em minério, com o volume produzido atingindo 88,7 milhões, 2,3% maior que no mesmo trimestre do ano passado. Isso ocorreu devido às boas condições climáticas, aos recordes de produção no

Sistema Norte (destaque para o S11D) e também com o bom desempenho dos Sistemas Sul e Sudeste, beneficiados pela normalização dos complexos de Itabira e Timbopeba;

· Em minério de ferro, foram vendidas 65,8 milhões de toneladas, 11,2% menos que no 3T19. Interessante notar que o volume produzido foi maior que o vendido numa quantidade ainda maior que no trimestre anterior. No 2T20, a produção superou as vendas em 13,0 milhões de toneladas e no 3T20 este volume subiu para 22,9 milhões t. Como no 2T20, o elevado volume de produto em trânsito na cadeia de suprimento foi o responsável por esta diferença.


CSN (CSNA3)
Registro de oferta pública da CSN Mineração

Após o pregão de ontem, a empresa informou que foi apresentado o pedido de registo da oferta pública de distribuição primária e secundária de ações ordinárias de emissão da CSN Mineração. Ainda não foram definidos os montantes a serem emitidos ou vendidos pela CSN (parte secundária da oferta). A determinação dos preços das ações na oferta será feita pelo procedimento de bookbuilding.

· Vemos como positiva esta operação, que trará a mercado uma empresa bastante lucrativa, sendo que a parte secundária da oferta vai permitir uma forte redução no endividamento da CSN. Acreditamos ainda que este IPO vai destravar um valor importante para os acionistas da CSN;

· No 3T20, a área de mineração da CSN (que será separada da empresa e fará sua oferta pública inicial), foi beneficiada por preços elevados em dólares e a desvalorização do real. Com isso, a receita do segmento foi de R$ 3,9 bilhões, 65,3% acima do 3T19. O custo caixa FOB da produção de minério ficou em US$ 15,4 por tonelada, 9,4% menor que no trimestre anterior. Os melhores preços e a redução de custos na mineração, conduziram a aumento de 99,3% no EBITDA deste segmento, que atingiu R$ 2,7 bilhões no 3T20.


Sabesp (SBSP3)
Companhia envia à ARSESP suas contribuições à Consulta Pública para a 3ª Revisão Tarifária

A Sabesp informa que encaminhou nesta segunda-feira (19/10) à Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) suas contribuições à Consulta Pública para estabelecer a Metodologia e cálculo do nível econômico de perdas – Determinação da meta regulatória de perdas para a Terceira Revisão Tarifária Ordinária da companhia.

Lembrando que a análise pela ARSESP, da proposta de estrutura tarifária apresentada pela Sabesp em novembro de 2019, incluindo solicitação de informações adicionais, foi alterada do dia 20 de outubro para até 1º de dezembro de 2020.


Banrisul (BRSR6)
Concluído o PDV com adesão de 903 empregados

O Banrisul informa que foi concluído o período de manifestação de interesse e de homologação dos pedidos de adesão dos empregados ao Plano de Desligamento Voluntário (“PDV”), com a adesão de 903 empregados.

O número de desligamentos no PDV contemplava até 1.500 empregados, com preferência para os aposentados pelo INSS ou aptos para tanto.

No comunicado o Banrisul destaca que o PDV, “além de superar o número de adesões dos empregados dos Planos de Desligamento anteriores, inovou ao ser firmado por intermédio de Acordo Coletivo de Trabalho realizado com as entidades sindicais representantes da categoria bancária, contendo cláusula específica de quitação total do contrato de trabalho”.

Nesse contexto, as medidas para a implementação dos desligamentos serão adotadas pelo banco.


C&A Modas (CEAB3)
Desmentida a notícia veiculada no VEC ontem sobre a possível venda de participação acionária da COFRA na C&A

Em fato relevante a COFRA Holding afirma que nenhum processo está em andamento no que diz respeito à C&A MODAS S.A. e continua apoiando o negócio e sua performance. Em razão da notícia a ação CEAB3 encerrou ontem cotada a R$ 13,73 com alta de 7,3% no dia, mais 18,4% em uma semana e queda de 22,4% no ano. O valor de mercado da companhia é de R$ 4,23%.

As duas principais acionistas são: Incas S.A. com 32,75% e a Coifa Investments Salr com 32,56%.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.