Paper: BACEN Independente – Objetivos e Funções

Prezados Amigos,

Em momento de tamanha importância na vida política e econômica do Brasil, o tema “Independência do Banco Central” torna-se fundamental para discussão e consolidação da percepção de investidores e formadores de opinião a respeito da Instituição. Resistências não são poucas, a exemplo do que ocorreu quando de sua criação, sendo o Brasil um dos últimos países a instituir seu Banco Central – ao menos 20 anos desde a criação da Superintendência da Moeda e do Crédito (SUMOC) em 1945, até sua instalação em 1964. Depois, mais de duas décadas para se tornar a única autoridade monetária do Brasil. Mandato único, duplo ou múltiplo, o ordenamento e a transparência precisam imperar sem nunca se esquecer de sua “razão-primeira”: garantir a estabilidade do poder de compra da moeda e a eficiência do sistema financeiro!

O artigo a seguir tenta apresentar algumas das formas e caminhos que um Banco Central deve percorrer para garantir sua Missão, bem como vislumbrar possíveis condutas diante da conjuntura que vivemos no Brasil.

Boa leitura!

Clique aqui para ler o Paper.