Gerdau – Relatório de Análise

Um resultado mais fraco no 4T18

Atualizamos nossas projeções para Gerdau, mantendo a recomendação de Compra, mas reduzindo o Preço Justo da GGBR4 de R$ 21,00 para R$ 20,50. A Gerdau se beneficiou em 2018 dos bons preços no mercado brasileiro e na América do Norte, além da elevação nas vendas, o que permitiu um aumento de 67,1% no EBITDA acumulado em nove meses, comparado ao mesmo período do ano anterior. Mesmo esperando números fracos no 4T18, acreditamos que a empresa obterá bons resultados em 2019.

  • Resultado consolidados do 4T18: Projetamos números bem inferiores ao 3T18, por conta da sazonalidade e da venda de ativos. Estimamos que no 4T18 a Gerdau tenha vendido 3,2 milhões de toneladas de aço, com a receita líquida atingindo R$ 10,8 bilhões e EBITDA em R$ 1,6 bilhão. Estes resultados serão divulgados no dia 21 de fevereiro, antes do início do pregão;
  •  Resultado da Unidade do Brasil no 4T18: Esperamos uma forte queda das vendas no mercado interno (16,0%), devido à sazonalidade, em parte compensada pelo incremento das exportações (10,0%), comparado ao 3T18. Isso deve levar a uma diminuição expressiva das margens operacionais. O aumento das exportações é normalmente usado pelas siderúrgicas para liberar capital de giro, reduzindo os estoques, sem agregar margens significativas;
  •  Perspectivas para 2019: Continuamos acreditando que a recuperação da economia brasileira vai impulsionar a demanda de aços longos e planos no país, principalmente nas obras de construção residencial;
  • Valorização da ação: Apesar do crescimento dos lucros nos últimos trimestres e das perspectivas positivas, a ação tem apresentado um desempenho abaixo do mercado. Nos últimos doze meses, GGBR4 subiu apenas 13,1%, enquanto o Ibovespa teve uma valorização de 18,9%. Neste ano isso se repete, com ganho de 4,6% da ação, comparado uma alta de 9,4% no índice.

Clique para acessar:

 

DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]