Boletim Diário – 16 de Outubro 2018

MERCADO

Bolsa
O Ibovespa mostrou recuperação nesta segunda, ajustando os preços após o feriado prolongado e na expectativa de mais uma pesquisa (Ibope), que mostrou Jair Bolsonaro (PSL) com 59% dos votos válidos contra 41% de Fernando Haddad (PT). Ontem, o índice subiu 0,53% aos 83.360 pontos, com giro financeiro de R$ 14,1 bilhões, com mais R$ 6,1 bilhões do exercício de opções sobre ações. Destaque positivo para as ações de Petrobras e Eletrobras e do lado negativo a queda de 38,8% na ação da Smiles. Hoje a agenda econômica traz em destaque indicadores da atividade industrial nos EUA em setembro. As bolsas internacionais sobem na Europa e no fechamento da Ásia. Os futuros de NY indicam alta também com expectativa positiva em relação aos resultados do 3T18. Do nosso lado, o ambiente segue favorável para mais uma alta do Ibovespa.

Câmbio
O dólar recuou mais uma vez sem a pressão do cenário político que mostra Jair Bolsonaro à frente nas pesquisas do segundo turno. A moeda no mercado à vista caiu 1,01% aos R$ 3,7383.

Juros
Da mesma forma que o dólar, o mercado de juros futuros teve um dia calmo e também recuou com queda nas taxas. A taxa do DI para jan/20 fechou em 7,56%, de 7,664% no ajuste de quinta-feira e para jan/25 caiu de 10,773% para 10,44%.



ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Ser Educacional (SEER3)
Redução de 5,1% na captação de alunos de graduação no 3T18

  • Os números fracos de captação de alunos pesaram forte sobre a ação SEER3 que encerrou o dia com queda de 10,7%, cotada a R$ 14,58. O valor de mercado da companhia é de R$ 1,99 bilhão.
  • No 3T18, a captação de alunos de graduação ficou em 22,0 mil, queda de 5,1% em relação ao 3T17.
  • As taxas de evasão também aumentaram no 3T18, num total de 30,8 mil alunos no ano.
  • A base total de alunos reduziu de 162.976 alunos em jun/18 para 146.987 em setembro.

    Copasa (CSMG3)
    Conselho aprova negociação dívida R$ 114,9 mihões com o Estado MG

    O Conselho de Administração da Copasa, em reunião extraordinária realizada ontem (15/out), autorizou a formalização de Termo de Encontro de Contas e Negociação de Dívida, a ser celebrado entre a Copasa MG, Copanor e o Estado de Minas Gerais, no valor total de R$ 114,9 milhões.

  • Ao preço de R$ 52,00/ação as CSMG3 registram alta de 30,7% este ano. O preço justo de R$ 55,00 corresponde a um potencial de alta de 5,8% para suas ações.
  • Desse total: R$ 1,4 milhão refere-se à quitação plena, irrevogável e irretratável do total da dívida da Copanor; quitação de R$ 25,0 milhões da Copasa MG do montante de R$ 113,5 milhões, sendo que o restante de R$ 88,5 milhões será pago em 12 (doze) parcelas mensais no valor de R$ 7, 4 milhões a contar da assinatura do Termo; e R$ 26,4 milhões do Estado de Minas Gerais, referente ao JCP do 2T18.
  • O Conselho aprovou ainda a entabulação do Acordo de Acionistas com a empresa Haztec Tecnologia e Planejamento Ambiental S.A. com o objetivo de participação da Copasa MG em SPE para tratamento e destinação de efluentes não domésticos.

    BRF S.A. (BRFS3)
    Relatório final do inquérito policial

    Com referência ao relatório final do inquérito policial submetido na data de ontem (15/out) pelo Departamento de Polícia Federal à 1ª Vara Federal Criminal da Subseção Judiciária de Ponta Grossa/Paraná, a BRF ressalta que é do seu interesse, que os fatos relacionados às investigações das autoridades sejam esclarecidos em toda a sua profundidade e extensão.

  • Este ano até ontem (15/out) suas ações registram queda de 44,9% para R$ 20,15/ação. O preço justo de R$ 30,00/ação traz um potencial de alta de 48,9%.
  • Neste sentido, a BRF (i) decidiu afastar preventivamente todos os funcionários citados no inquérito da Polícia Federal até o esclarecimento dos fatos; (ii) vem mantendo conversas com as autoridades encarregadas das investigações, com o objetivo de colaborar com a elucidação dos fatos; (iii) prossegue suas avaliações internas lideradas pelo Comitê Independente de Investigação, ligado ao Comitê de Auditoria Estatutário, que tem por objetivo esclarecer todos os fatos que foram ou venham a ser levantados.

    Petrobras (PETR4)
    Assinatura de acordo com a CNPC

    A Petrobras informou que assinou um acordo que avança na parceria estratégica com uma subsidiária da CNPC, a China National Oil and Gas Exploration and Development Company – CNODC.

  • Este acordo trata do desenvolvimento de estudos de viabilidade dos investimentos necessários para a conclusão do Comperj;
  • Após a definição dos investimentos a serem realizados, será constituída uma associação entre a Petrobras e a CNODC para conclusão da refinaria;
  • Esta é uma notícia positiva para a Petrobras, que precisa concluir o Comperj para começar a obter o retorno do enorme investimento já realizado. Com a associação, a empresa brasileira reduz riscos e investimentos do projeto.


  • Clique para acessar o Boletim Diário Completo:

    Boletim Diário – PDF

    Clique para acessar nossos Mapas Diários:

    Mapa de Oscilações


    Mapa de Posições Alugadas


    Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

    Análises Gráficas




    DISCLAIMER
    Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. 
    As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.