Boletim Diário – 18 de julho 2018

MERCADO

Bolsa

Ontem o Ibovespa se manteve em alta desde a abertura fechando aos 78.130 pontos, com valorização de 1,93% e giro financeiro de R$ 10,35 bilhões, refletindo a fala do presidente do Fed, Jerome Powell, reafirmando o gradualismo na política monetária, e a expectativa positiva dos investidores em relação à safra de balanços no Brasil. As blue chips ajudaram principalmente Petrobras e Vale, com destaque também para as ações do setor financeiro. Na agenda hoje o IPC-Fipe semanal 15/julho (desacelerando de 0,63% para 0,37%), e a 2ª prévia de julho do IGP-M em 0,53% ante 1,75% da leitura anterior. Nos EUA Construção de casas novas e Licenças para construção, ambos de junho. Hoje bolsas europeias e futuros americanos em alta. Na B3 teremos o vencimento de opções sobre o Ibovespa. No cenário doméstico o noticiário político favorece. Nesse contexto a tendência para a bolsa segue positiva.

Câmbio

Ontem, após volatilidade pela manhã, o dólar consolidou o viés negativo à tarde e fechou em queda de 0,46% a R$ 3,8450. Como pano de fundo a fala do presidente do Fed, um provável desmonte de posições compradas no mercado futuro, e um maior fluxo estrangeiro de recursos para o mercado de ações. Ao final do dia, o dólar futuro para agosto era negociado a R$ 3,8510, em baixa de 0,40%.

Juros

Os juros futuros ampliaram a queda na parte da tarde (notadamente nos vencimentos de médio prazo) e seguiram alinhados ao movimento do câmbio. Ao final o DI para janeiro de 2019 fechou em 6,715%, de 6,783% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2020 caiu de 8,20% para 8,08% e o DI para janeiro de 2021 terminou em 9,11%, de 9,18% no ajuste do dia anterior.



ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

WEG (WEGE3)
Resultados do 2T18 e proventos

A Weg divulgou nesta manhã seu resultado do 2T18, mostrando um forte aumento de receitas e lucro.  O lucro líquido no trimestre foi de R$ 337 milhões (R$ 0,16 por ação), valor 18,1% maior que no 1T18 e 23,7% superior ao verificado no 2T17.

EMBRAER (EMBR3)
Aumento na carteira de pedidos, cujo valor pode chegar a US$ 15 bilhões

A ação EMBR3 encerrou ontem cotada a R$ 21,57 acumulando valorização de 8,4% em 2018. O valor de mercado atual da companhia é de R$ 15,8 bilhões e a ação está sendo negociada a 1,17x o valor patrimonial.

A Embraer divulgou na feira de aviação de Farnborough, no Reino Unido, negócios que podem elevar em 300 jatos a quantidade de aviões em sua carteira de pedidos, após a criação da joint venture com a Boing.

  • Assinatura da carta de intenção com a Nordic Aviation Capital (NAC) para três aeronaves E190, no valor de US$ 156 milhões;
  • Assinatura junto à Kenya Airways de contrato para a adesão ao Programa de Planejamento Colaborativo de Estoques da Embraer (ECIP, na sigla em inglês), assumindo o compromisso de planejamento e reposição de uma parte do estoque de peças dos 15 jatos Embraer E190 operados pela Kenya Airways.
  • No dia 16 a Embraer anunciou a venda de 25 aviões do modelo E-175 para United Airlines, e na terça-feira (17) comunicou acordo com a Azul (AZUL3), para 21 aeronaves, por US$ 1,3 bilhão em novas encomendas.

VALE (VALE5)
Provisão adicional

A Vale informou ontem, após o pregão, que fará uma provisão adicional de R$ 1,5 bilhão, destinada a suprir a Fundação Renova.  Este valor será reconhecido no balanço do 2T18.  Esta é uma notícia negativa, que vai reduzir os resultados da Vale.

BANRISUL (BRSR6)
Parceria estratégica com a Autopass S.A.

O Banrisul, em conjunto com sua controlada Banrisul Cartões S.A. celebrou Memorando de Entendimentos não vinculante com a Autopass S.A. para constituírem uma parceria estratégica, com o objetivo de geração de novos negócios, cujo resultado líquido será compartilhado.

  • Vemos a perceria como positiva. Seguimos com recomendação de compra para BRSR6 com preço justo de R$ 20,00/ação, equivalente a um potencial de alta de 26,3%.
  • Com a parceria será disponibilizado a rede de adquirência VERO da Banrisul Cartões para (i) os clientes da Autopass, (ii) os estabelecimentos comerciais que atendem aos usuários das estações de mobilidade urbana, (iii) os modais de transporte, e (iv) os parceiros da Autopass que façam parte de clube de benefícios.
  • O Banrisul “reforça que a assinatura do MoU não produz impacto imediato nos seus resultados ou de sua controlada Banrisul Cartões, mas fazem parte da estratégia de crescimento da Rede de Adquirência Vero para o Estado de São Paulo”.

CEMIG (CMIG4)
Atualização do processo de alienação do Projeto Eólico Alto Sertão III

A Cemig comunica que a sua coligada, Renova Energia S.A. (RNEW11) divulgou hoje (18/julho), Fato Relevante, informando que, após o fim das negociações com a Brookfield Energia Renovável S.A. para a alienação do Projeto Eólico Alto Sertão III, continua negociando a venda do Projeto.

  • A Renova Energia recebeu propostas não vinculantes para aquisição do Projeto, de diversos investidores, que estão em processo de due diligence.
  • Não foi concedida exclusividade a qualquer um dos interessados.

Clique para acessar o Boletim Diário Completo:

Boletim Diário – PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações


Mapa de Posições Alugadas




DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.
As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.