Ibovespa sobe 0,94% e termina acima dos 120 mil pontos

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa encerrou a quarta-feira com alta de 0,84% a 120.295 pontos, acompanhando a expectativa de retomada firme da economia americana e o bom ritmo das bolsas internacionais, que hoje operam do lado positivo na Europa e nos futuros de NY.  O início da temporada de resultados corporativos também tem peso no mercado.  A agenda econômica de hoje vem carregada de indicadores com a divulgação do da inflação IGP 10 de abril e uma série de indicadores dos EUA, com destaque para as vendas a varejo e a produção industrial, utilização de capacidade e dados do mercado de trabalho em março.  Hoje o petróleo mostra altas nas cotações do Brent e WTI o que pode ajudar na alta das ações do setor.  Nos EUA, Jerome Powell, disse que o Federal Reserve provavelmente reduzirá suas compras de títulos antes de considerar o aumento das taxas de juros e que a redução vai acontecer quando fizer progressos substanciais em direção às metas traçadas em dezembro.

Câmbio
A moeda americana voltou a recuar ontem, fechando cotada a R$ 5,6533 ante R$ 5,7174 no dia anterior (- 1,12%). O recuo do dólar está relacionado mais diretamente à expectativa que começa a ser criada em torno do cenário externo positivo, porque do lado doméstico os problemas recorrentes ainda precisam ser ajustados.

Juros

Ontem, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22 fechou em 4,735%, de 4,792% na terça-feira e para jan/27 a taxa caiu de 9,025% para 8,95%. As declarações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, sobre a condução da política monetária dos EUA, seguem influenciando o rumo de ativos financeiros no Brasil.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Magazine Luiza (MGLU3)
Aquisição do site Jovem Nerd, a 17ª aquisição em menos de 18 meses

Ontem, o Magazine Luiza anunciou a aquisição do Jovem Nerd, maior plataforma multimídia voltada para o público nerd e geek do País. Esta foi a 17ª aquisição de o início de 2020. O valor do negócio não foi divulgado.

Jovem Nerd – Fundado em 2002 por Alexandre Ottoni e Deive Pazos, o Jovem Nerd produz conteúdo sobre cinema, séries, games, história e ciência e inclui programas como NerdCast, NerdOffice, NerdBunker, NerdPlayer e Nerdologia. O Jovem Nerd tem participado, por exemplo, de eventos Ontem, a ação MGLU3 encerrou cotada a R$ 22,12 com queda de 11,3% no ano e 0,36% no dia. O valor de mercado do Magalu é de R$ 143 bilhões atualmente. como a transmissão do Oscar, no canal pago TNT.


Cia Hering (HGTX3)
Empresa recusa proposta de combinação com Arezzo

A Hering divulgou  fato relevante informando ao mercado sobre a solicitação da Arezzo para a potencial combinação de negócios. O conselho de administração da companhia, com assessoria do BR Partners Banco de Investimento S.A. e Machado, Meyer, Sendacz e Opice Advogados, decidiu, por unanimidade,  rejeitar a proposta, por considerar que ela não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria Companhia.

A companhia pretende seguir na execução do seu plano estratégico que combina construção de marcas, expansão e integração de canais, e modernização do supply chain, com foco no cliente e na sustentabilidade.

As ações da HGTX3 caíram 48% em 2020 e 0,4% em 2021.


Notre Dame Intermédica (GNDI3)
Conclusão da aquisição do Grupo Medisanitas Brasil

O Grupo Notre Dame Intermédica concluiu a aquisição do Grupo Medisanitas Brasil, pelo valor de R$ 1 bilhão. A operação foi aprovada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Com a conclusão, o GNDI passa a operar cinco hospitais com 647 leitos, além de uma carteira de 414 mil vidas de planos de saúde em Minas Gerais.

Ontem a ação GNDI3 encerrou cotada a R$ 83,08 com alta de 6,1% no ano.


Petrobras (PETR4)
Pagamento de dividendos

A empresa comunicou após o pregão, que em Assembleia Geral Ordinária (AGO) realizada ontem foi aprovado o pagamento de dividendos totalizando R$ 10,3 bilhões, cujo valor foi corrigido pela variação da Selic em 2021.

  • O dividendo corrigido ficou em R$ 0,792012 por ação ordinária ou preferencial e será pago no dia 29 de abril/2021.  Terão direito a este provento os acionistas da empresa ao final do pregão de ontem, sendo que as ações da Petrobras já serão negociadas hoje na forma “ex-dividendos”;
  • Na tarde de ontem, a Petrobras informou que tinha tomado conhecimento de uma liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que impedia a deliberação sobre a distribuição de dividendos aos acionistas.  No entanto, esta liminar foi reconsiderada e não teria efeitos sobre as decisões da AGO.

Sanepar (SAPR11)
Agepar homologou o Resultado da 1ª Fase da 2ª Revisão Tarifária Periódica

O Conselho Diretor da Agepar deliberou ontem (14/04) sobre o reconhecimento e a correção das análises das contribuições recebidas e homologou o Resultado da 1ª Fase da 2ª Revisão Tarifária Periódica da Sanepar (2ª RTP).

Os resultados para a 1ª Fase da 2ª RTP apontam para a tarifa no valor de R$ 5,6675/m³ a ser aplicado nas contas de água e esgoto 30 dias após a publicação da Resolução pela Agência, o que representa um aumento de 5,7701% em relação à tarifa base considerada de R$ 5,3583/m³.

Este número ora aprovado veio levemente abaixo da tarifa anteriormente sinalizada pela Agepar, de R$ 5,6689/m³ equivalente a um aumento de 5,7963%. Entendemos ainda que no contexto dos reflexos da crise hídrica no estado e os efeitos da pandemia na atividade econômica, a efetiva recuperação dos investimentos realizados via tarifa aprovada, já é um bom sinal.

Existe ainda a diferença de 4,30% do reajuste tarifário de 2020. Dos 9,6299% aprovados inicialmente pela Agepar foi aplicado 5,11236%, depois de finalizada a mediação da agência entre a companhia e o Governo do Estado do Paraná. Ficou então decidido que eventuais perdas de receita decorrentes da não aplicação do índice integral seriam objeto de análise no processo de Revisão Tarifária Periódica de 2021.

Lembrando ainda que em 2017 a Agepar autorizou um reposicionamento tarifário de 25,63% a ser diferido ao longo de oito anos, sendo a primeira parcela de 8,53% correspondente a 2017, e as demais em 7 (sete) parcelas de 2,11%, corrigidas pela Selic. Em termos reais, integrou a tarifa da companhia 13,16% até 2019, restando ainda 11,02% a ser diferido até 2024, equivalente a 5 parcelas.


EDP Energias do Brasil S.A. (ENBR3)
Volume de energia distribuída cresceu 4,4% no 1T21

A companhia divulgou ontem (14/04) as informações do mercado de energia elétrica do 1T21 dos seus segmentos de atuação.

  • O volume de energia distribuída registrou aumento de 4,4% no 1T21 para 6,6 milhões de MWh (sendo de +3,9% na EDP São Paulo e +5,1% na EDP Espírito Santo). Já o número de clientes cresceu 2,6% em base 12 meses chegando ao final de março a 3,62 milhões.
  • Destaque para o crescimento de 5,7% no segmento residencial e de 5,0% no segmento industrial e que compensaram a redução de 1,7% no segmento comercial.
  • O mercado livre liderou a alta com crescimento de 7,2%. Já o mercado cativo apresentou crescimento de 2,1%. Em relação ao número de clientes, o segmento livre teve aumento de 32,4%, enquanto no cativo, a alta foi de 2,6%.

De acordo com a companhia “o consumo de energia distribuída é resultante das elevadas temperaturas registradas no período, do baixo volume de precipitação e da expansão no número de clientes, com manutenção do bom ritmo de recuperação da atividade industrial”.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.