Ibovespa retoma negócios após o feriado com alta de 1,05%

MERCADO


Bolsa
Na volta do feriado o Ibovespa ganhou força, ajustando à alta das bolsas internacionais encerrando o dia com alta de 1,05% aos 98.503 pontos, com giro financeiro de R$ 26,1 bilhões (R$ 23,1 bilhões). Os mercados seguem avaliando os riscos da nova onda de contaminação pelo coronavírus na Europa, o acirramento na disputa pela presidência dos Estados Unidos e a dificuldade para um acordo para um pacote fiscal de estímulo nos EUA. Mesmo assim, as bolsas mostram viés positivo, na expectativa da safra de resultados corporativos do 3T20. Hoje a agenda econômica vem carregada de indicadores com destaque para os dados de oferta monetária na China, em alta em setembro. Na zona do euro, os dados de agosto para a produção industrial mostram alta de 0,7% no M/M e queda de 7,2% no A/A., e nos EUA, diversos indicadores de preços. Atentas à safra de resultados do 3T20, as bolsas operam do lado positivo na Europa e os futuros de NY também mostram alta nesta manhã. Os próximos pregões da B3 deverão também refletir a qualidade dos resultados corporativos além do cenário econômico e político que precisa mostrar para onde caminha.

Câmbio
O dólar subiu de R$ 5,5327 para R$ 5,5709 (+ 0,69%), em dia de noticiário negativo, sem um sinal de avanço sobre o pacote de estímulos nos EUA e a questão fiscal no Brasil. Além disso, o aumento de casos de Covid-19 na Europa e a interrupção dos testes da vacina contra a covid-19 da Johnson & Johnson trouxeram de volta a preocupação. A pressão sobre o real tem levado o Banco Central a agir neste mercado de maneira mais ativa.

Juros
A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22 ficou estável em 3,23% e para jan/27 recuou de 7,534% para 7,38%. Sem notícias de relevância, o mercado de juros segue operando numa faixa estreita de negociação.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

C&A Modas (CEAB3)
Abertura de nova loja em Brasília (DF)

A C&A comunicou aos seus acionistas e ao mercado em geral, a abertura de uma nova loja, localizada na cidade de Brasília, Distrito Federal, no Águas Claras Shopping com mais de 2 mil m². Com isso, a Companhia continua seu plano de expansão e passa a contabilizar 291 unidades.

A nova unidade oferece serviços adicionais como: Área de Beleza e alternativas para descarte de roupas usadas para reuso o reciclagem e também a possiblidade de captação de produtos eletrônicos para reciclagem, em parceria com movimentos locais.

No dia 07 de outubro a companhia havia comunicado a abertura de uma nova loja, localizada na cidade de Salvador, Bahia, no Shopping Center Lapa com cerca de 2 mil m², somando 290 unidades.

A C&A Modas divulgará seus resultados do 3T20 no dia 12/11 após o fechamento do mercado.

Ontem a ação CEAB3 encerrou cotada a R$ 12,21 com valorização de 5,3% e queda de 31,0% no ano.


JBS (JBSS3)
Pilgrim’s celebra acordo com a divisão antitruste do Depto de Justiça dos EUA

A JBS informou que a sua subsidiária Pilgrim’s Pride Corporation (“Pilgrim’s”) celebrou um acordo com a Divisão Antitruste do Department of Justice dos Estados Unidos (“Antitrust Division”) no que se refere à investigação sobre vendas de frangos de corte nos Estados Unidos.

·       No acordo, que está sujeito à aprovação do District Court do Colorado, a Pilgrim’s e a Antitrust Division concordaram em uma multa de US$ 110,5 milhões por restrições à competição (restraint of competition) que afetou três contratos de venda de produtos de frango de corte a um cliente nos Estados Unidos.

·       O acordo não recomenda monitoramento, restituição ou período condicional (probationary period), e prevê que a Antitrust Division não apresentará acusações adicionais contra a Pilgrim’s com relação a este tema, condicionado a que a Pilgrim’s cumpra com os termos e condições do acordo.

·       A Pilgrim’s pretende registrar a multa como despesas diversas em suas demonstrações financeiras do terceiro trimestre de 2020.


ENGIE Brasil Energia (EGIE3)
Esclarecimento sobre notícia veiculada na mídia

A B3 solicitou à ENGIE Brasil Energia, esclarecimentos sobre notícia veiculada na imprensa, sob o título “Projeto da Engie no PR é suspenso na Justiça”, onde consta, entre outras informações, que o projeto “Gralha Azul”, com investimentos de R$ 2,0 bilhões, foi paralisado por uma liminar concedida pela Justiça do Paraná, depois de ONGs terem movido uma ação civil pública questionando a validade dos estudos de impacto ambiental das linhas que passariam por áreas sensíveis e protegidas.

Em resposta a EBE informou que “até o momento, não recebeu intimação sobre qualquer decisão liminar, de modo que não consegue confirmar sua existência ou comentar a respeito do seu teor.”

No entanto, a companhia reiterou que tem ciência de Ação Civil Pública em trâmite na 11ª Vara Federal de Curitiba, e que trata sobre o tema, cujo objeto é limitado aos empreendimentos de Grupo I e Grupo II.

O licenciamento ambiental do ST Gralha Azul teve início há mais de 2 anos, seguiu estritamente todas as normas técnicas e legais aplicáveis, e foi conduzido de forma transparente pelo órgão ambiental competente – Instituto de Água e Terra (IAT) do Paraná. A companhia reiterou que recebeu todas as licenças ambientais aplicáveis e que tem realizado iniciativas voluntárias adicionais para minimizar a necessidade de supressão de vegetação (inferior a 4%).


Petrobras (PETR4)
Recompra e emissão de títulos no mercado internacional

Durante o pregão de ontem, a empresa anunciou que pretende recomprar, através de sua controlada Petrobras Global Finance BV até US$ 2 bilhões em títulos de sua emissão com vencimento entre 2023 e 2030. Ao lado desta recompra, a Petrobras também anunciou a disposição em captar US$ 1 bilhão.

· Após o pregão, a Petrobras informou a precificação da emissão de US$ 1 bilhão. Os títulos terão vencimento em 2031 e juros de 5,6% ao ano, com pagamentos nos dias 3 de janeiro e 3 de julho de cada ano, iniciando em janeiro do próximo ano;

· É positivo verificar a Petrobras voltando a administrar sua dívida, com captações menores que as recompras. Isso ocorre após um início de ano difícil com a pandemia, quando a empresa teve de captar R$ 45 bilhões, aproximadamente, para reforçar seu caixa. Estes valores de créditos rotativos já foram pagos.


Ecorodovias (ECOR3)
Tráfego melhorando

A empresa divulgou durante o pregão de ontem seus números gerenciais de tráfego, mostrando o processo de recuperação na movimentação de veículos em suas nove

concessões, após as fortes quedas determinados pelas medidas de distanciamento social.

· Entre o início da quarentena (16 de março/20) até o dia 11 de outubro (último domingo), o tráfego total comparável caiu 14,3% (desconsiderando Eco135 e Eco050), comparado ao um período similar de 2019 (18 de março a 13/outubro). Nas mesmas bases, o tráfego acumulado neste ano teve uma redução de 10,3% em relação ao mesmo período de 2019;

· A recuperação no tráfego é uma boa notícia para a Ecorodovias, indicando melhores resultados no 3T20, que serão divulgados no dia 4 de novembro após o pregão.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.