Ibovespa cai 2,72% e fecha aos 99.369 pontos

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa pesou no fechamento do mês, com forte pressão de vendas com a divulgação da proposta do orçamento do governo para 2021, que prevê um déficit de R$ 233,6 bilhões e um crescimento de 3,20% para o PIB. A queda foi de 2,72% aos 99.369 pontos, acumulando perda de 3,44% no mês e 14,07% no ano.  Hoje a agenda econômica vem carregada de indicadores com destaque para os dados domésticos, como o PIB do 2T20, o IPC-S e mais tarde o saldo da balança comercial. Na zona do euro a taxa de desemprego em julho ficou em 7,9% e nos EUA os dados não devem influenciar os mercados, que vêm dando mais peso aos fatos políticos nestes últimos dias. Ontem o dólar voltou a subir e nas bolsas americanas apenas o Nasdaq se segurou do lado positivo. Hoje as bolsas internacionais mostram predomínio de queda.

Câmbio
A moeda americana voltou a subir em meio às preocupações de curto prazo sem enxergar avanço nas decisões do governo. No fechamento o dólar passou de R$ 5,3893 para R$ 5,4937 com valorização de 1,94%. Em 31 de julho a cotação do dólar era de R$ 5,2225. A alta foi de 5,19% no mês.

Juros
Os juros futuros encerraram a segunda-feira em alta, em dia de pressão sobre os mercados. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22 subiu de 2,823% no ajuste de sexta-feira para 2,84% e a do DI para jan/27 passou de 6,783% para 6,85%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Lojas Renner (LREN3)
No 2T20, lucro líquido de R$ 818,1 milhões com recuperação fiscal de R$ 1,0 bilhão.

No 2T20, a empresa divulgou um lucro líquido de R$ 818,1 milhões, com aumento de 254,6% ante o 2T19, em virtude da recuperação de crédito fiscal de R$ 1,0 bilhão. Desconsiderando este valor, o resultado foi negativo em R$ 228,0 milhões e refletiu o menor EBITDA total gerado no trimestre, assim como o crescimento das despesas com depreciações, consequência dos ativos fixos e investimentos realizados em períodos anteriores.

No semestre, o lucro líquido somou R$ 825,2 milhões, com margem de 39,5%. Sem o efeito do crédito fiscal, o resultado foi negativo em R$ 220,9 milhões impactado pelas mesmas razões que o 2T20.

No final de junho, o endividamento líquido da Renner era de R$ 1,1 bilhão, aumento de 29,8% em relação a junho de 2019, devido, especialmente, à menor geração operacional de caixa no período. Diante do cenário atual, a Companhia reforçou sua posição de caixa, através da emissão de debêntures nos meses de abril e maio, totalizando R$ 1,0 bilhão. Ontem a ação LREN3 encerrou cotada a R$ 43,47 com queda de 22,3% no ano.


B3 S.A. (B3SA3)
Acordo em processo judicial e fim de litígio

A B3 protocolou em 31 de agosto uma transação judicial com a Massa Falida de Spread Commodities Mercantil e Corretora de Mercadorias Ltda. visando à extinção do processo em trâmite perante a 3ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais da Comarca da Capital do Estado de São Paulo.

·        O risco de perda desse litígio era classificado como provável, tendo seu montante total de R$ 379,0 milhões (base 30.06.2020), provisionado nas demonstrações financeiras da companhia.

·        A celebração desse Acordo implicará no pagamento de aproximadamente R$ 140 milhões pela B3 e representa o fim do litígio.

·        O principal objeto da reclamação, por parte da Massa Falida, era de valores que entendia ter direito relacionados a títulos patrimoniais de emissão da Associação BM&F, correspondentes, atualmente, a 4.908.015 ações da B3.


Copel (CPLE6)
Investigação Interna não identificou fraude na contabilidade ou corrupção na Copel Telecom

O Conselho de Administração da Copel foi informado do resultado dos trabalhos de investigação interna independente, conduzidos pelo “Comitê Especial”, criado em dezembro de 2019, para apuração de supostas irregularidades originadas substancialmente entre 2015 e 2018, que envolveram a sua controlada Copel Telecomunicações S.A.

Os trabalhos realizados identificaram deficiências de controles e oportunidades de melhorias em processos de gestão de clientes, suprimentos e fornecedores na Copel Telecom.

·        Não foram identificadas evidências de fraude contábil e/ou de erro intencional, bem como não foram encontradas evidências de recebimento ou pagamento de vantagem indevida envolvendo colaboradores. Consequentemente, não há elementos ou indicativos de que os valores constantes das demonstrações contábeis consolidadas da Companhia possam ser afetados de forma relevante.

·        Vemos como positivo e contribui para a venda da Copel Telecom já anunciada. Lembrando que a companhia realizou em 19 de agosto de 2020, audiência pública com o objetivo de apresentar os principais aspectos do negócio e da estrutura de venda relativa ao leilão, que será oportunamente divulgado, para potencial alienação de 100% das ações de emissão da Copel Telecom.


GPA (Pão de Açúcar) (PCAR3)
Conclusão da venda dos últimos 11 imóveis negociados com a TRX Gestora de Recursos pelo valor de R$ 233,6 milhões

A Companhia Brasileira de Distribuição (GPA), dona das redes varejistas Pão de Açúcar, Extra e Assaí, informou na noite de ontem a conclusão da venda dos últimos 11 imóveis negociados com a TRX Gestora de Recursos. A operação, iniciada em março, envolveu quatro etapas.

Nesta quarta etapa, o pagamento no valor de R$ 233,6 milhões envolveu nove lojas da bandeira Pão de Açúcar e duas lojas da bandeira Mercado Extra. Ao todo, os 39 imóveis vendidos na modalidade “sale and leaseback” (quando o espaço é vendido e alugado de volta) somaram R$ 1,18 bilhão.


Braskem (BRKM5)
Ação coletiva nos EUA

Vários escritórios de advocacia dos Estados Unidos estão convidando investidores, até 6 de outubro/20, para se juntar a uma ação coletiva (class action) contra a empresa. O convite é para os acionistas que tiveram prejuízos com as ações da Braskem (BAK) entre os dias 6 de maio de 2016 e 8 de julho de 2020. Neste período a cotação de BAK caiu 9,7% (considerando proventos).

• Esta ação coletiva foi proposta por investidores que se sentiram prejudicados por supostas omissões da Braskem na divulgação de informações acerca do acidente geológico ocorrido nas minas de sal-gema em Maceió – AL. Conforme os anúncios feitos pelos escritórios americanos, a Braskem operou suas minas de sal de maneira insegura, o que a colocou em risco de reparar as propriedades afetadas da região. Além disso, a empresa teria feito declarações falsas e enganosas ao mercado acerca dos impactos destes eventos;

• Apesar de ainda não existirem os valores que a Braskem poderá perder nesta ação, sua simples existência é um fato muito negativo. Esta notícia foi divulgada ontem pelo jornal Valor, afetando a ação mais negociada da empresa, com BRKM5 caindo 3,2%.


Petrobras Distribuidora (BRDT3)
Recebimento de mais uma parcela da Eletrobras

• Após o pregão de ontem, a empresa informou que recebeu a 28ª parcela dos Instrumentos de Confissão de Dívida (ICDs) da Eletrobras no valor de R$ 34,8 milhões;
• A Petrobras (BR) Distribuidora já recebeu um total de R$ 4,5 bilhões desde a assinatura dos ICDs em 2018;
• O recebimento deste valor é uma boa notícia para a BR Distribuidora, com impacto direto no resultado do 3T20, dado que esta dívida já havia sido inteiramente provisionada.


Tim Participações (TIMP3)
Aprovada em AGEs a incorporação da TIMP3 pela TIM S.A.

Em Assembleias Gerais Extraordinárias (AGEs) realizadas ontem (31/08), os acionistas da TIM aprovaram a incorporação da TIM Participações pela TIM S.A., desde que aprovada a listagem da segunda no segmento Novo Mercado da B3. Quando esta condição for satisfeita, a TIM Participações será extinta.

Principais destaques da operação:

  • A Tim Participações será sucedida pela TIM S.A.
  • A ações da TIM Participações continuarão a ser negociadas no Novo Mercado até que o pedido de registro de listagem das ações da TIM S.A no Novo Mercado seja deferido pela B3 e a Incorporação seja consumada.
  • Após a conclusão de tais processos, em data a ser oportunamente informada pelas Companhias, as ações de emissão da TIMP3 serão efetivamente substituídas por ações ordinárias de emissão da TIM S.A.
  • A TIM S.A passará a negociar as suas ações na B3 com o ticker “TIMS”, e passará a ter American Depositary Receipts (“ADRs”) negociadas na Bolsa de Valores de Nova York – New York Stock Exchange (“NYSE”) com o ticker “TIMB”.

Os acionistas que dissentiram ou se abstiveram da deliberação, ou que não compareceram à AGE da TIMP3 terão direito ao reembolso de suas ações ao valor de R$ 9,33 por ação, calculado com base no valor patrimonial da empresa, verificado nas Informações Trimestrais referentes à 31 de março de 2020, sendo certo que o seu pagamento dependerá da consumação da Incorporação, conforme o art. 230 da Lei das S.A. Os acionistas poderão exercer direito de recesso em até 30 dias após a divulgação da ata das assembleias.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.