CSN – Relatório de Análise

Atualização das expectativas

Atualizamos nossas projeções da CSN e chegamos a um novo Preço Justo de R$ 17,00, vindo de R$18,00. As ações da empresa tiveram uma forte recuperação da queda recente no início da pandemia de Covid-19 e já apresentam uma alta de 5,3% no ano, enquanto o Ibovespa teve uma desvalorização de 11,7%. Portanto, o potencial de alta para CSNA3 é limitado (15%). Os investidores acreditaram que as vendas de aço da empresa vão rapidamente se recuperar, beneficiadas pela diversificação dos mercados atendidos. Além disso, a forte elevação das cotações do minério de ferro em 2020 (44,7% até o dia 25/8), somada à desvalorização do real, aumentaram as expectativas de bons resultados do segmento de mineração. No entanto, o grande endividamento (Dívida Líquida/EBITDA de 5,2x no 2T20) é um fator de risco para a CSN. A diretoria vem prometendo negociar ativos para diminuir as dívidas já há muito tempo, não tendo ainda cumprido estas promessas. Porém, a venda de uma participação da área de mineração em bolsa, que também já foi comentada pela administração da empresa, seria muito positiva, permitindo uma forte redução do endividamento e também destravando um valor importante para os acionistas.

· Preços de aço: Foi implementado um aumento médio de 10% em julho nos aços planos para a Distribuição. Em 1/setembro vai ocorrer um novo aumento entre 10% e 12,5%. Nos aços longos, as elevações de preços foram de 6% em junho e igual percentual em julho. O prêmio médio entre as cotações do aço no mercado interno e externo está atualmente negativo entre 8% e 13%;

· Mineração: As vendas de minério de ferro devem ficar entre 33 e 36 milhões de toneladas em 2020 (produção própria + compras de terceiros). O volume trimestral vendido de minério deve se situar próximo de 10 milhões de t. no 3T20 e 4T20;

· Endividamento: A dívida líquida da CSN cresceu 24,4% no primeiro semestre de 2020. A empresa continua prometendo reduzir sua dívida, sendo que a venda de ativos ou abertura de capital do segmento de mineração são as melhores opções. A empresa informou que está renegociando o vencimento de R$ 1,7 bilhão da sua dívida com bancos privados, com resultados que devem ser divulgados em breve;

· Novas projeções de endividamento: A CSN está projetando uma forte redução em sua dívida. A empresa estima que sua dívida líquida ao final de 2021 será de R$ 23 bilhões, 37% menos que os valores em junho/2020. A relação dívida líquida/EBITDA deve cair para 3,7x no final de 2020 e 3,0x em dezembro/2021. Esta projeção indica que a CSN pretende fazer alguma grande operação (venda de ativo ou ações).

Clique para acessar:


Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.
As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.