Ibovespa marca a quarta alta consecutiva

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa engatou a quarta alta consecutiva, marcando 2,24% ontem, chegando aos 98.937 pontos. O giro financeiro foi de R$ 26,9 bilhões (R$ 24,3 bilhões no à vista). Os mercados já abriram a segunda-feira impulsionadas pelo comportamento da bolsa de Xangai que registrou alta de 5,71%, seu maior ganho diário desde 2015. No retorno do feriado, as bolsas de NY também mostraram alta expressiva. Hoje as bolsas da Europa operam em queda, após a divulgação de dados fracos para a indústria da Alemanha. O petróleo também operava em queda nesta manhã. O dia é de agenda econômica vazia. Do lado doméstico o mercado acompanha a suspeita de o presidente Bolsonaro estar contaminado com coronavirus.

Câmbio
O dólar subiu 0,78% ontem passando de R$ 5,3140 para R$ 5,3553. No mercado, aumentam as preocupações com a questão fiscal do país, com o ministro da Economia, Paulo Guedes, admitindo que a dívida bruta/PIB vai a 100%.

Juros
Ontem, a taxa de juros futuros encerrou com o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/22 em alta, passando de 2,882% para 2,90% e na ponta mais longa, o DI fechou com taxa na mínima de 6,38%, de 6,443%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Even (EVEN3)
Queda de 38,9% nas vendas liquidas do 2T20, somando R$ 301 milhões

A Even divulgou a prévia operacional do 2T20 com queda em relação ao 1T19, mas com sinais de recuperação quando comparado ao 1º trimestre deste ano. O setor começa a mostrar algum otimismo para os trimestre seguintes, mas a recuperação deverá ser lenta. No 2T20, os destaques são os seguintes:

No comparativo de 6 meses, os lançamentos reduziram de R$ 940 milhões para R$ 247 milhões (a parte da Even), queda de 73,7%.

No 2T20, as vendas líquidas de R$ 301 milhões, com queda de 38,9% em relação aos R$ 493 milhões do mesmo período de 2019. Em relação ao primeiro trimestre deste ano, houve aumento de 17,5% nas vendas.

Ontem a ação EVEN3 encerrou cotada a R$ 12,40 (1,53x o VPA) com queda de 18,6% no ano. O valor de mercado da empresa é de R$ 2,6 bilhões.


Smiles (SMLS3)
Acordo de operação comercial entre Smiles e Gol

A Smiles Fidelidade S.A comunicou em fato relevante a celebração de uma operação comercial com a Gol Linhas Aéreas S.A.

A Operação tem por objeto a aquisição, pela Companhia, de R$ 1,2 bilhão em créditos da Gol para utilização futura na aquisição de passagens aéreas de emissão da Gol, conforme as condições estipuladas contratualmente, e a concessão à Smiles, como contrapartida, de benefícios e condições comerciais.

A Smiles estima, a valor presente, a geração de um valor econômico de aproximadamente R$ 85 milhões para a Companhia.

No nosso boletim estão destacadas as vantagens para as duas companhias com o fechamento deste acordo.

Ontem a ação SMLS3 encerrou cotada a R$ 15,00 com queda de 60,3% no ano. A GOLL4 encerrou cotada a R$ 20,17 com queda de 45,2% no ano.


Petrobras (PETR4)
Avanço no processo de desinvestimento da NT

Após o último pregão, a empresa informou que a venda de participação de 10% na Nova Transportadora do Sudeste S/A (NTS) evoluiu para a fase vinculante. Nesta fase, os potenciais compradores vão obter instruções para a realização do due diligence e envio das propostas.

· A continuação do Programa de Desinvestimentos da Petrobras é sempre uma boa notícia, principalmente neste momento de crise;

· A Petrobras vendeu 90% das ações da NTS em abril de 2017 por US$ 5,1 bilhões. Após a operação, o controle da NTS ficou dividido entre um fundo de investimentos gerido pela Brookfield Brasil Asset Management (82,3% do capital), a Petrobras (10,0%) e a Itaúsa com 7,7%.


CCR (CCRO3)
Assinatura do contrato de concessão da CCR ViaCosteira

Após o pregão de ontem, a empresa comunicou que sua controlada Concessionária Catarinense de Rodovias S/A (CCR ViaCosteira), assinou o com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), o contrato de concessão da Rodovia BR-101/SC.
• Esta concessão abrange um trecho de 220 quilômetros da BR-101 localizado entre os municípios de Paulo Lopes, na região metropolitana de Florianópolis, e São João do Sul, próximo à fronteira entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul;
• Em comunicado emitido nesta manhã, a CCR informou suas previsões para esta concessão. Segundo a CCR, a rodovia terá um tráfego anual de 37,1 milhões de veículos equivalentes em 2021, gerando um EBITDA de R$ 18 milhões no mesmo ano, com margem de 26%;
• Esta é uma boa notícia para a CCR, por ampliar as concessões que opera, trazendo um aumento de receita e rentabilidade.



Ecorodovias (ECOR3)
Reconhecimento da ocorrência de desequilíbrio econômico-financeiro na Ecovias

Antes do início do pregão de ontem, a empresa informou que a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) reconheceu a ocorrência de desequilíbrio econômico-financeiro no contrato de sua controlada Ecovias dos Imigrantes, cujo valor atualizado em junho de 2020 chega a R$ 1,6 bilhão.
• A Ecorodovias também informou que a Ecovias está em fase avançada de negociações com o Poder Concedente de outros desequilíbrios econômico-financeiros devidamente apurados e incontroversos, além da possível inclusão de novos investimentos;
• Esta foi uma notícia positiva para a Ecorodovias, já refletida na ação (ECOR3 subiu 5,6%), por ter sido comunicada antes do início do pregão.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.