AREZZO &CO- Relatório de Análise

Aceleração do ciclo digital em 2020

Revisamos nossos números para a Arezzo&Co com base no desempenho do 1T20, nas perspectivas para o setor e nas mudanças tecnológicas em execução na companhia. O novo cenário impôs grandes desafios às empresas Arezzo, exigindo uma operação cada vez mais digital no curto prazo, mas também deverá permitir um rápido avanço da utilização da plataforma digital sobre seus negócios. A companhia é líder de mercado nas categorias de calçados e bolsas para as classes A e B, com uma rede de 754 lojas, (55 próprias e 699 franquias) voltadas para um público predominantemente feminino e bastante diversificado. Seguimos com recomendação de COMPRA para a ação (ARZZ3) com preço justo de R$ 53,40 com valorização potencial de 11,5%.

Destaques do 1T20

  •  No 1T20, a receita liquida somou R$ 375,5 milhões contra R$ 377,2 milhões no 1T19,· queda de 0,4%. Desconsiderando as vendas da Vans a queda teria sido de 10,8% com a receita ficando em R$ 336,4 milhões. Observação: O acordo para distribuição exclusiva da marca Vans no Brasil aconteceu no final de 2019 e já no seu início trouxe boa contribuição para o resultado consolidado. A margem bruta ficou praticamente estável (45,9% no 1T20).
  •  Após um crescimento expressivo de vendas até o início da pandemia, a companhia· estimou uma perda de R$ 63 milhões em faturamento a partir de 16/03. Mesmo assim, com cerca de 90% das lojas físicas fechadas, o dia das mães teve um desempenho acima das expectativas com o resultado das vendas online.
  • A partir da segunda quinzena de março o e-commerce mostrou forte expansão, fechando o 1T20 com crescimento de 53,9%, (34,5% excluindo a marca Vans), passando a representar 15,9% do faturamento da Arezzo&Co, ante 10,2% no 1T19. Segundo a companhia este ritmo forte teve sequência nas vendas de abril.

Clique acessar:



DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.