Bolsa recua 0,58% com cautela de investidores no curto prazo

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa encerrou ontem em baixa de 0,56%, aos 80.742 pontos com giro financeiro de R$ 24,4 bilhões (R$ 22,4 bilhões no à vista). Ações que subiram forte na segunda-feira, (GOLL4, AZUL4 e BRKM5) devolveram parte dos ganhos ontem. Na ponta positiva, o varejo voltou a ser destaque. Questionamentos a respeito da efetividade da vacina em teste nos EUA, ajudaram para o peso nas bolsas americanas, com reflexo do lado doméstico.  Hoje a agenda econômica traz a 2ª prévia do IGP-M com alta de 0,01% ante expectativa de queda de 0,25%.  Nos EUA, no meio da tarde, sai a ata da reunião do Fomc e na zona do euro o IPC de abril com ata de 0,3% no M/M e de 0,3% no A/A. As bolsas internacionais fecharam em alta na China e caem na zona do euro, nesta manhã. Segue a expectativa de aprovação do pacote de 500 bilhões de euros pela União Europeia, que vem sendo considerado insuficiente para resolver os problemas gerados pela Covid-19. Mercado atento à expectativa de liberação, pelo STF, do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril, na sua íntegra.

Câmbio
A moeda americana voltou a subir ontem de R$ 5,7157 para R$ R$ 5,7552 (0,69%), em dia de volatilidade e volume reduzido neste mercado.

Juros
Os juros futuros mostraram queda mais forte na ponta mais longa. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/21 fechou a sessão regular em 2,525%, ante 2,533% na segunda-feira e para jan/27 a taxa caiu de 7,673% para 7,61%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Multiplan (MULT3)
Intenção de venda do Diamond Tower por R$ 810 milhões

Ontem, a companhia comunicou ao mercado a assinatura com o FII BTG Pactual Corporate Office Fund de carta de intenções relacionada à tratativa de venda da integralidade do edifício Diamond Tower, uma das duas torres componentes do complexo de escritórios Morumbi Corporate, localizado na cidade de São Paulo, SP.

A Multiplan possui 100% de participação no empreendimento, que é interligado ao MorumbiShopping. Valor da transação – R$ 810,0 milhões.

A entrada dos recursos com a venda do Diamond Tower será um bom reforço para a empresa.

O ação MULT3 encerrou ontem cotada a R$ 19,67 com queda de 40,3% no ano.


Banco Inter (BIDI11)
Prejuízo de R$ 8,4 milhões no 1T20

O Banco Inter registrou no 1T20 um prejuízo líquido de R$ 8,4 milhões, principalmente pela variação da marcação a mercado de títulos e valores mobiliários mantidos em tesouraria. Em base ajustada o banco reportou um lucro líquido de R$ 11,1 milhões no trimestre, em linha com o lucro líquido de R$ 12,1 milhões no 1T19.

As receitas totais somaram R$ 288,5 milhões no 1T20, com crescimento de 40,1%, impulsionadas pelas receitas de prestação de serviços que cresceram 83,4% no ano. O resultado bruto da intermediação financeira, antes da PDD, cresceu 18,8% para R$ 140 milhões no 1T20.

A margem financeira líquida ajustada alcançou 8,2% no 1T20, uma redução de 0,6 p.p. quando comparada ao ano 1T19. O custo de funding apresentou redução de 17,4 p.p. ao longo de doze meses, atingindo 58,6% do CDI.

A carteira de crédito ampliada somou R$ 5,6 bilhões no primeiro trimestre do ano, aumento de 52,7% na comparação anual. Ao final de março de 2020 o banco contava com 4,9 milhões de correntistas, alta de 155% sobre o primeiro trimestre de 2019.


Copel Energia (CPL6)
Teaser da Copel Telecomunicações

A Copel – Companhia Paranaense de Energia, iniciou a etapa de divulgação de oportunidade (teaser) como parte do processo de potencial desinvestimento de 100% da participação da companhia na Copel Telecom.

A empresa já havia manifestado essa intenção, lembrando que a aprovação do desinvestimento fica condicionada à futura e específica aprovação do Conselho de Administração.


Cesp – Companhia Energética de São Paulo (CESP6)
Usina Hidrelétrica Jaguari

A companhia comunica que foi publicada ontem, 19 de maio, no Diário Oficial da União, a Portaria do Ministério de Minas e Energia nº 218/2020, que definiu a Cesp como operadora temporária da Usina Hidrelétrica Jaguari (UHE Jaguari), a partir de 21 de maio de 2020, até a assunção de novo concessionário vencedor de licitação a ser realizada pela União.

Lembrando que na reunião do Conselho de Administração, realizada em 28 de junho de 2019, a administração da Cesp já tinha deliberado pelo não interesse na renovação da concessão da UHE Jaguari, cuja operação representa atualmente, menos de 2% da energia assegurada total Cesp.

Esta operação seguirá de acordo com as normas relativas à geração de energia em regime de cotas, a legislação superveniente e complementar, bem como as normas e regulamentos expedidos pelo Poder Concedente e pela Aneel.  Durante o período de operação temporária, a companhia será remunerada pela Receita Anual de Geração, nos termos da legislação vigente.


Siderurgia/Mineração
Produção de aço na China continua crescendo

O volume de aço produzido na China em abril/2020 foi de 85,0 milhões de toneladas, 0,2% acima do mesmo mês no ano passado, conforme os dados publicados pelo Escritório Nacional de Estatísticas da China (NBS na sigla em inglês). Nos primeiros quatro meses deste ano, a produção de aço chinesa somou 319,5 milhões de toneladas, 1,3% acima de igual período em 2019.

  • Estes números mostram-se muito importantes para as mineradoras brasileiras, que são as grandes fornecedoras das siderúrgicas da China. O crescimento da produção de aço chinesa, mesmo pequeno, é impressionante tendo em vista a crise vivida pela economia mundial e os problemas provocados também naquele país pela pandemia da Covid-19;
  • Passadas as chuvas do 1T20, que prejudicaram muito as exportações, as mineradoras estão buscando retomar o tempo perdido. Em abril, as exportações de minério somaram 24,0 milhões de toneladas, volume 28,2% maior que no mesmo mês de 2019. Como os preços médios das exportações em 2020 estão maiores que no ano passado (+10,7%), a receita das exportações em abril subiu 41,9%;
  • É importante ressaltar que a Vale e a CSN em suas teleconferências do 1T20, mostraram-se confiantes que no 2T20 suas vendas de minério terão um forte aumento.

Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.