Banco do Brasil – Relatório de Análise

Redução de Preço Justo

O Banco do Brasil vem entregando resultados crescentes, com foco no crescimento de suas operações e no incremento de rentabilidade. Sua estratégia corporativa permanece focada na experiência do cliente, concentrada no core business e nos negócios com sinergia, na otimização de capital e no rigoroso controle das despesas. Ressaltem-se ainda os investimentos no Banco Digital e na ampliação e rejuvenescimento da sua base de clientes.

O cenário macroeconômico se mostra incerto, com importante queda no 2T20 e retomada gradual a partir do 3º trimestre, dependendo da duração da paralisação e do isolamento social, que vão nortear a recuperação da economia. Vemos o banco preparado para o enfrentamento da crise, com destaque para sua governança e a adequada gestão dos riscos de crédito e de liquidez, que foi beneficiada pelas medidas adotadas pelo Banco Central e o Conselho Monetário Nacional.

Nesse contexto, esperamos a manutenção das condições e dos padrões de crédito e de inadimplência do banco no 1T20. A dinâmica de crédito a partir deste 2T20 se mostra diferente, com maior demanda das Grandes Companhias por reforço de liquidez. O padrão de crédito e a disciplina de capital permanecem. A linha especial de liquidez (85% do BNDES e 15% dos bancos) para as micro, pequenas e médias empresas ainda não está toda operacional, mas está sendo implementada. Especial atenção com o Agronegócio que representa 1/3 da carteira do banco à luz das demandas do setor neste momento de crise. Realizamos um ajuste em nossas projeções com aumento no custo de capital (ke) para 12,5%, manutenção de 3,0% na perpetuidade e payout de 25% este ano. Reduzimos o Preço Justo de R$ 62,00/ação para R$ 47,00/ação e seguimos com recomendação de COMPRA.

Clique para acessar:

DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.