Ibovespa sobe 3,67% na expectativa de medidas para combate ao coronavirus

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa marcou a terceira alta consecutiva (3,67%) fechando aos 77.710 pontos, com giro financeiro de R$ 30,5 bilhões. A forte desvalorização das ações acumulada nas últimas semanas somada à expectativa de iniciativas dos governos para combater os efeitos da crise do vírus, vem motivando compras novamente na B3 e no exterior. A principal delas é a aprovação no Senado dos EUA do pacote de US$ 2 trilhões e a indicação de que o G-20 pode desembolsar até US$ 5 trilhões contra o coronavírus, entre outras iniciativas sem precedentes de governos e BCs para dar amparo à economia global. A agenda econômica desta sexta-feira traz dados domésticos com destaque para empréstimos em aberto e taxa de inadimplência em fevereiro e nos EUA indicadores diversos de menor relevância. As atenções seguem no Covid-19 e reações no seu combate. No exterior, as bolsas mostram queda na Europa e no S&P futuro. O Ibovespa tem muito espaço ainda pela frente, mas a forte alta recente pode aumentar a força de venda no fechamento da semana.

Câmbio
Ontem os ativos globais registraram o terceiro dia seguido de recuperação, por conta do otimismo de que medidas de estímulos em todo mundo consigam minimizar os impactos do coronavírus sobre a atividade. Ao final o dólar a vista fechou com queda de 0,2% a R$ 5,0247.

Juros
O mercado de juros mostrou alta na taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/21, alta de 3,409% para 3,490%, com o mercado enxergando melhora na percepção sobre o risco do coronavírus. O DI para janeiro de 2027 caiu de 8,263% para 7,76%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Sabesp (SBSP3)
Lucro Líquido de R$ 1,1 bilhão no 4T19 e R$ 3,4 bilhões em 2019

A Sabesp registrou no 4T19 um lucro líquido de R$ 1,06 bilhão, acima do esperado, com redução de 30% em relação ao lucro de R$ 1,5 bilhão do 4T18. Em 2019 o lucro alcançou R$ 3,4 bilhões, 19% superior aos R$ 2,8 bilhões de 2018, explicado por crescimento de 12% da receita líquida, por melhora operacional com o incremento de 15% do EBITDA ajustado e queda de 18% do resultado financeiro líquido negativo entre os períodos. Seguimos com recomendação de COMPRA para SBSP3 e preço justo de R$ 68,00/ação.

A receita líquida de 2019 somou R$ 18,0 bilhões, impactada pelo Início da operação no município de Santo André; pela operação de Guarulhos; a entrada em operação do Sistema Produtor São Lourenço no 3T18 e a assinatura de Contrato de Programa com os municípios de São Bernardo do Campo e Guarujá.

O EBITDA ajustado somou R$ 7,5 bilhões em 2019, com alta de 15% em relação a R$ 6,5 bilhões de 2018. A margem EBITDA ajustada elevou-se de 40,7% em 2018 para 41,8% em 2019.

Ao final do 4T19 a dívida líquida somava R$ 12,0 bilhões com crescimento de 9% em 12 meses. A alavancagem manteve-se em 1,5x. Em 2019, o investimento realizado foi de R$ 5,1 bilhões sendo R$ 2,5 bilhões em água e R$ 2,6 bilhões em esgoto. Desse total, R$ 2,1 bilhões são investimentos que não afetaram o caixa. Para o período de 2020 a 2024, a companhia planeja investir diretamente cerca de R$ 20,2 bilhões, sendo R$ 8,1 bilhões em água e R$ 12,1 bilhões em coleta e tratamento de esgoto.


Ser Educacional (SEER3)

Lucro líquido de R$ 34,9 milhões no 4T19, alta de 3,0% sobre o 4T18.

A Ser Educacional teve lucro líquido ajustado de R$ 34,865 milhões no quarto trimestre de 2019, alta de 3% ante o 4T18. No ano, o resultado foi de R$ 189,785 milhões queda de 14% em relação a 2018. Considerando as dificuldades do setor educacional em 2019, os números da Ser vieram dentro da normalidade. Neste momento, não é possível estimar o impacto das paralizações por conta do coronavíru

Ontem a ação SEER3 encerrou cotada a R$ 18,22 com queda de 34,3% no ano.


Fleury (FRLY3) 
Prorrogação do pagamento de dividendos e contratação de operações de captação

O Grupo Fleury comunicou ao mercado a prorrogação do prazo para pagamento de remuneração aos acionistas, aprovado em 19 de fevereiro de 2020. Adicionalmente, a Companhia está em fase final de contratação de operações de captação para o reforço do capital de giro.

Prorrogação do prazo para pagamento dos dividendos

O pagamento dos dividendos ficará prorrogado para o dia 15 de dezembro de 2020, sem incidência de correção monetária ou remuneração, sendo que as demais condições da distribuição de dividendos permanecerão inalteradas, sendo:

(a) valor da distribuição de R$ 197.765.696,39 o que corresponde a R$ 0,62428363855 por ação. (mais detalhes no PDF do Boletim Diários).

Contratação de operações de captação nos mercados financeiro e de capitais no montante aproximado de R$ 550 milhões

A Ação da FRLY3 encerrou ontem cotada R$ 20,90, com uma queda de 29,8% no ano.


Vivara (VIVA3)

Medidas de prevenção contra COVID-19

A Companhia comunicou ao mercado que vem adotando diversas medidas de prevenção dos seus funcionários e a saúde do negócio, como:

Desde o dia 21 de março, todas as lojas do país estão fechadas
O trabalho remoto foi implantado para 100% dos colaboradores do escritório, exceto operação da loja online, bem como a infraestrutura de TI e logística.
Foram concedidas férias coletivas para os colaboradores da fábrica, em Manaus, desde o dia 25 de março.
Os produtos acabados foram direcionados para o centro de distribuição de São Paulo, garantindo, desta forma, o estoque necessário para reposição das lojas quando a operação do varejo for retomada.
A Vivara está reavaliando o plano de investimentos para 2020, adotando uma postura mais conservadora nesse momento de incerteza e mapeando todas as despesas para buscar a melhor adequação ao momento.

A Companhia não tem uma estimativa dos impactos da COVID-19 sobre seus resultados em períodos subsequentes. No entanto, reforça que possui solidez financeira, dispondo de alta liquidez imediata, com recursos materiais para atravessar esse período desafiador.

A Ação da VIVA3 encerrou ontem cotada R$ 19,40, com uma queda de 33,4% no ano.


BRF S.A. (BRFS3) 
Programa de Recompra de Ações

O Conselho de Administração da companhia, aprovou a criação de programa de aquisição de ações de sua própria emissão. Poderão ser adquiridas até 7.500.000 ações ON equivalente a 0,93% das ações em circulação no mercado, e que serão utilizadas para a execução do Plano de Outorga de Opção de Compra de Ações e do Plano de Outorga de Ações Restritas.

O prazo máximo para aquisição das ações será de 12 meses, iniciando-se em 27 de março de 2020 e encerrando-se em 26 de março de 2021. Ao preço de R$ 15,97/ação o montante total alcança R$ 120 milhões, equivalente a 0,5 dias de negociação.


Petrobras (PETR4)
Mais informações sobre as medidas para readequação ao novo cenário econômico

Na tarde de ontem, a empresa promoveu uma teleconferência para dar mais informações sobre o comunicado feito pela manhã, acerca das medidas que serão tomadas para equilibrar o fluxo de caixa este ano, com o difícil contexto econômico dado pelas medidas de combate ao Coronavírus.

· Na tarde de ontem, a empresa promoveu uma teleconferência para dar mais informações sobre o comunicado feito pela manhã, acerca das medidas que serão tomadas para equilibrar o fluxo de caixa este ano, com o difícil contexto econômico dado pelas medidas de combate ao Coronavírus;

· Como dissemos ontem, a preparação para o cenário que é inevitável parece positiva. Porém, a dureza das medidas assusta, por que nos dá uma ideia da enormidade da crise que a Petrobras vislumbra.


Ecorodovias (ECOR3) 

Números de tráfego atualizados

Durante o pregão de ontem, a empresa divulgou dados gerenciais de tráfego entre os dias 16 a 24 de março de 2020 e acumulado para o ano. Os números desta semana já mostram os efeitos mais fortes das paralisações determinadas pelos governos para combater o surto de Coronavírus.

· Entre 18 a 24 março, comparado ao um período similar no ano passado (18 a 26/março), o tráfego total comparável (sem Eco135 e Eco050) caiu 16,5%. No acumulado de 2020, houve uma redução de 1,0% em relação ao mesmo período de 2019;

· Vale destacar que neste ano, até o dia 17/março (informação fornecida na semana passada), os números de tráfego comparável da Ecorodovias mostravam um crescimento de 0,8%, que uma semana depois passou a ser negativo em 1,0% (dado comentado hoje)


GPA (PCAR3)

Em Comunicado ao Mercado GPA esclarece pontos do Fato Relevante da VVAR3

A Companhia Brasileira de Distribuição divulgou comunicado ao mercado em resposta ao Fato Relevante divulgado pela Via Varejo ontem, afirmando que:

O GPA não participou e não teve acesso às investigações privadas conduzidas pela VV quanto aos seus registros contábeis e que não recebeu da VV qualquer análise, relatório ou documento relativo a referidas investigações. Diante disso, afirmou que solicitará à VV cópia integral do relatório mencionado em referido Fato Relevante, bem como acesso a todo o material de trabalho existente, inclusive de seus órgãos de controle, fiscalização e governança, para que possamos realizar nossas próprias análises.


 

Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Análises Gráficas >>> 


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.