Os investidores começam a deixar de lado o temor de um agravamento da crise entre EUA e Irã

MERCADO


Bolsa

O nervosismo das bolsas internacionais ajudou para a queda do Ibovespa que encerrou o dia em baixa de 0,70% aos 116.873 pontos com giro financeiro de R$ 27,4 bilhões. Hoje as bolsas internacionais mostram novo ânimo após a tensão na abertura da segunda-feira. Na zona do euro as bolsas operam em alta, mas na Ásia o fechamento foi negativo. Os futuros de NY também sinalizam alta. Os investidores começam a deixar de lado o temor de um agravamento da crise entre EUA e Irã, que promete tirar o sono dos americanos. A agenda econômica hoje vem carregada de dados com destaque para o IPC-Fipe mensal com alta de 0,94% abaixo da expectativa média de 1,18%. Ainda nesta manhã saem as vendas de veículos (Anfavea). Na zona do euro as vendas no varejo para novembro mostram alta de 1,0% no M/M e de 2,2% no A/A. Nos EUA, destaque para a balança comercial de novembro. Com o melhor desempenho das bolsas internacionais, o Ibovespa pode acompanhar este movimento.

Câmbio

A moeda americana encerrou o dia a R$ 4,0652 ante R$ 4,0584 na sexta-feira (+0,17%), sem influência dos acontecimentos lá fora. Desde a metade de dez/19 o dólar deu uma acalmada.

Juros

O conflito entre EUA e Irã e a alta do petróleo afetou todos os mercados e os juros segue com liquidez reduzida com a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI)I para jan/21 fechando em 4,525% ante 4,515% na sexta-feira. O DI para jan/27 encerrou com taxa de 6,79% de 6,751% na sessão anterior.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Braskem (BRKM5) 

Homologação do acordo sobre o problema geológico em Alagoas

Durante o pregão de ontem, a empresa comunicou que o Juiz Federal da 3ª Vara do Estado de Alagoas, homologou o acordo assinado no dia 3/janeiro com a Defensoria Pública do Estado de Alagoas, o Ministério Público Federal, o Ministério Público do Estado de Alagoas e a Defensoria Pública da União.
• Este acordo versa sobre o apoio na desocupação e compensação de moradores em áreas de risco localizadas em Maceió nos bairros Mutange, Bom Parto, Pinheiro e Bebedouro;
• A Braskem estimou que o Programa de Compensação Financeira e Apoio à Realocação vai envolver cerca de 17 mil pessoas e custar aproximadamente R$ 1,7 bilhão. Além disso, a empresa terá um custo de R$ 1,0 bilhão referente ao fechamento de poços de sal na região;
• O custo total informado pela Braskem (R$ 2,7 bilhões) para o Acordo e o fechamento dos poços, é equivalente a 47,2% do caixa da empresa ao final do 3T19.


Cemig (CMIG4) 
Companhia contrata BofA para vender participação na Taesa

Segundo noticiado na mídia, a Cemig contratou o Bank of America para a venda de sua participação de 21,68% na Transmissora Aliança de Energia Elétrica (Taesa). O mandato é de avaliação estratégica para a esta participação acionária, cuja venda pode ser feita (i) por meio de oferta de ações; (ii) através de venda direta a outras empresas e (iii) até ao grupo colombiano ISA, que já possui participação relevante no capital da Taesa.
Ao preço de R$ 31,00/Unit o valor de mercado da Taesa é de R$ 10,7 bilhões e a participação da Cemig vale R$ 2,3 bilhões. O Preço Justo da ação TAEE11 é de R$ 34,00/ação e embute um potencial de alta de 9,7%.
Já a ação CMIG4 estava cotada ontem (6/jan) em R$ 13,92/ação, equivalente a um valor de mercado de R$ 20,3 bilhões. O Preço Justo de R$ 17,00/ação traz um potencial de alta de 22,1%.


Cosan S.A. (CSAN3)
Aviso aos debenturistas da 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, série única.

A Cosan, na qualidade de emissora, em continuidade ao Aviso aos Debenturistas publicado em 20 de dezembro de 2019, comunica aos Debenturistas da sua 2ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em série única, para distribuição pública, com esforços restritos (Código: CSAN12), que alterou a data do resgate antecipado facultativo total das debêntures.
A Escritura de Emissão foi celebrada em 15 de fevereiro de 2019 e o resgate antecipado será realizado no dia 16 de janeiro de 2020. Os titulares das Debêntures farão jus ao recebimento: (a) do Valor Nominal Unitário das Debêntures, acrescido da (b) Remuneração, calculada pro rata temporis desde a última Data de Pagamento de Remuneração das Debêntures em 28 de agosto 2019 até a Data do Resgate Antecipado Facultativo.
A Cosan projeta que o valor a ser pago a título de resgate antecipado facultativo será de R$ 1,735 bilhão, numa operação que está em linha com a otimização de sua estrutura de capital.


Azul (AZUL4)
Alta de 27,2% no tráfego em dez/2019

A Azul divulgou os dados operacionais preliminares para o mês de dez/2019 com alta de 27,2% no tráfego de passageiros consolidado (RPKs) ante o mesmo mês de 2018, enquanto que a capacidade (ASK) subiu 26,5%. Como resultado, a taxa de ocupação subiu 0,5 ponto porcentual em um ano, para 83,5%.

 

A companhia encerrou 2019 com um bom desempenho operacional. O setor é bastante influenciado pelo câmbio sobre seus financiamentos, preços de combustíveis e demanda, prejudicada pelas limitações financeiras dos brasileiros em razão dos preços de passagens. Mesmo assim a empresa tem mostrado crescimento.

Ontem a ação AZUL4 encerrou cotada a R$ 55,00 com alta de 61,9% e 2019 e queda de 5,6% em janeiro.


CCR (CCRO3)
Suspensão de direitos da controlada RodoNorte

Na noite de ontem, a empresa informou que a Controladoria-Geral do Estado do Paraná determinou a suspensão temporária do direito de sua controlada direta RodoNorte, em caráter cautelar, de participar de licitações e celebrar novos contratos com a Administração Pública do Estado do Paraná.

  • A CCR também informou que a RodoNorte tomará as medidas judiciais cabíveis, dado que em seu entendimento esta resolução fere a legislação aplicável;
  • Apesar do pouco alcance desta medida, que vale apenas no Estado do Paraná, está é uma notícia negativa para a empresa;
  • Vale lembrar que em abril/2019, a RodoNorte assinou um Acordo de Leniência com o Ministério Público Federal no Paraná, com compromissos que somavam R$ 750 milhões.

Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

>>Mapa de Posições Alugadas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.