As bolsas internacionais mostram queda forte na zona do euro e nos futuros de NY

MERCADO


Bolsa

O primeiro pregão de 2020 foi de alta quase generalizada no Ibovespa, influenciado pelo bom humor das bolsas internacionais diante da expectativa de oficialização do acordo inicial entre Estados Unidos e China. O Ibovespa fechou em alta recorde de 2,53%, na máxima, aos 118.573 pontos. Hoje a agenda econômica traz dados apenas do exterior, sem relevância para nosso mercado. As bolsas internacionais mostram queda forte na zona do euro e nos futuros de NY, consequência da tensão após o ataque americano no Iraque matando o general chefe da milícia em Bagdad. Os preços do petróleo dispararam e outros desdobramentos podem acontecer no curto prazo. O comportamento das bolsas lá de fora pode influenciar a B3 após a forte alta de ontem.

Câmbio

O dólar se manteve praticamente estável mais uma vez, encerrando o dia cotado a R$ 4,0244 contra R$ 4,0299 na terça feira, dia 31 de dezembro. Do lado doméstico o ambiente segue tranquilo, mas o conflito no Iraque pode mexer com a moeda lá fora e refletir no nosso mercado.

Juros

Com liquidez reduzida, o mercado de juros futuros ficou perto da estabilidade. As taxas curtas e intermediárias oscilaram em baixa, mas fecharam de lado. No fechamento a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/21 encerrou em 4,525%, ante 4,561% no ajuste da segunda-feira. O DI para janeiro de 2027 encerrou com taxa de 6,71%, de 6,763%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Minério de ferro 
Receita com as exportações cresceu 9,7% em 2019

Segundo os dados divulgados pela Secex – MDIC, a exportação brasileira de minério de ferro em dezembro/2019 foi de 24,6 milhões de toneladas, quantidade 25,7% menor que no mesmo mês de 2018. Comparado ao volume vendido em novembro, houve uma queda de 9,5% em dezembro.
• O volume exportado em 2019 somou 336,5 milhões de toneladas, ficando 14,7% abaixo daquele verificado em 2018;
• A receita da exportação de minério em dezembro foi de US$ 1,5 bilhão, 18,7% menor que o valor atingido em dez/2018. Mesmo o aumento de preços expressivo (9,3%), não foi capaz de compensar a redução no volume. Em relação a novembro, as receitas de dezembro foram 16,2% menores;
• No 4T19, as exportações de minério de ferro geraram US$ 5,4 bilhões, valor 7,0% menor que no 4T18. Este número indica um resultado mais fraco para o segmento de minério da Vale e da CSN no 4T19.


Totvs (TOTS3) 
Inclusão na carteira do Índice Ibovespa da B3

A companhia comunicou ao mercado que suas ações passarão a integrar a carteira do Índice Ibovespa da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão, a partir do dia 03 de janeiro de 2020.
De acordo com dados divulgados ontem pela B3, o peso da TOTVS na nova composição do índice é de 0,4253%, representando a 57ª posição. A nova carteira é composta por 73 ativos de 70 empresas.
Ontem a ação TOTS3 encerrou cotada a R$ 64,55 com valorização de 149,1% em 2019 e valor de mercado de R$ 13,2 bilhões.


Banco Pine (PINE4)
Aumento de capital foi homologado pelo Banco Central

Em 30 de dezembro de 2019 o Banco Central do Brasil homologou o aumento do capital social do Banco Pine, passando o capital social a ser de R$ 1,2 bilhão dividido em 148.157.764 ações, uma vez que “no âmbito do aumento de capital, foram subscritas um total de 26.986.369 novas ações, no valor total de R$ 90,1 milhões”.
De acordo com o comunicado emitido pelo banco, “tendo em vista a aprovação pela autoridade monetária, os recibos de subscrição de ações detidos pelos acionistas que exerceram seu direito de preferência serão automaticamente substituídos por ações em suas posições de custódia, independentemente de qualquer obrigação e/ou ação dos investidores, até o dia 09 de janeiro de 2020”.


B3 S.A. – Brasil, Bolsa, Balcão (B3SA3) 
Novas políticas de tarifas para o mercado de renda variável e mercado de balcão

A B3 divulgou ontem (2/jan) novas políticas de tarifação para determinados serviços no mercado de renda variável, dentre eles: (i) negociação e pós-negociação no mercado à vista, (ii) central depositária e (iii) empréstimo de ativos. Em adição, divulgou também a atualização anual da política de tarifação para o mercado de balcão.
A definição da data de implantação das mudanças tarifárias dependerá de consultas ao mercado que capturarão os prazos necessários para que corretoras e outros participantes atualizem seus sistemas. A B3 espera compensar a perda de margem com aumento de volume. O mercado recebeu bem a notícia com alta de 5,85% no papel para uma cotação de R$ 45,11/ação, equivalente a um valor de mercado de R$ 92,9 bilhões. O preço justo de R$ 48,00/ação traz um potencial de alta de 6,4%.
Mercado de renda variável. As principais mudanças para os serviços de negociação e pós-negociação no mercado à vista de renda variável, visando estimular o aumento dos volumes negociados por meio de descontos mais profundos para clientes que ampliarem seus volumes. As principais mudanças para os serviços da Central Depositária de renda variável, objetivam estimular o crescimento da base de investidores pessoas físicas com a remoção de tarifas fixas e isenção para pequenos investidores.
Mercado de balcão. Para o ano de 2020, as alterações, além de endereçarem as demandas de clientes, reforçam o compromisso da B3 de compartilhar os benefícios do ganho de escala e alavancagem operacional. Principais mudanças para o mercado de balcão, entraram em vigor ontem (2/jan) e não são esperados impactos significativos nos resultados da companhia no curto prazo.


 

Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

>>Mapa de Posições Alugadas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.