Mercados atentos a decisão sobre a guerra comercial entre EUA e China

MERCADO


Bolsa

Em dia de decisões importantes de política monetária nos EUA e no Brasil, mesmo com o consenso e a confirmação de redução de 0,5% na taxa Selic, o Ibovespa teve um pregão sem grandes oscilações e numa faixa estreita, fechando em baixa de 0,13% aos 110.530 pontos e giro financeiro de R$ 19,3 bilhões. Nos Estados Unidos, o Federal Reserve manteve os juros inalterados, o que não foi uma surpresa. Hoje a agenda econômica mostra a produção industrial na zona do euro em outubro com queda de 0,5% no M/M e de 2,2% no A/A. A agenda completa com diversos indicadores dos EUA e nenhum dado doméstico. As bolsas internacionais mostram alta nos principais mercados e atentos à esperada decisão sobre a guerra comercial entre EUA e China, que pode mexer fortemente com os mercados, dependendo do que vier no próximo final de semana.

Câmbio

A quarta-feira foi de queda para o dólar de R$ 4,1419 para R$ 4,1181 (-0,57%) com o mercado atento à decisão no meio tarde para os juros americanos. Passada a pressão das últimas semanas, a moeda americana vem acomodando num patamar ainda elevado.

Juros

Ontem o Banco Central confirmou as expectativas do mercado e na reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) reduziu a taxa Selic em 0.5% de 5,0% para 4,5% ao ano. Nos EUA, o Federal Reserve manteve os juros inalterados entre 1,5% e 1,75% com expectativa de continuidade do crescimento da economia americana. No Brasil, os juros futuros, DI para jan/21 fechou a 4,62% ante 4,61% do ajuste anterior. O DI para jan/27 passou de 6,71% para 6,70%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Linx (LINX3)
Parceria com B2W para integrar sistema de marketplace

A Linx, especialista em tecnologia para varejo, assinou uma parceria com a B2W, que reúne marcas como Americanas.com, Submarino e Shoptime, para integrar o Linx OMNI OMS (Order Management System) ao B2W Marketplace.

Com esta parceria, varejistas clientes da Linx, usuários do Linx OMNI OMS, poderão anunciar seu portfólio de produtos no marketplace B2W e oferecer aos consumidores o estoque de suas lojas físicas com a opção da retirada do produto em loja.

A ação LINX3 encerrou ontem cotada a R$ 31,30 com queda de 3,5% no ano. O valor de mercado da companhia é de R$ 5,7 bilhões.


Notre Dame Intermédia (GNDI3)
Definido o preço de R$R 57,00 por ação na oferta subsequente (follow on)

A ação da Notre Dame Intermédica na oferta subsequente (follow on) foi definida em R$ 57,00, de modo que a operação alcançou R$ 5 bilhões.

  • A distribuição primária, de 65 milhões de novas ações, somando R$ 3,705 bilhões irá para o caixa da companhia
  • O ofertasecundária tem como o vendedor Alkes II – Fundo de Investimento em Participações Multiestratégia, em lote adicional de 22.750.000 papéis, ou 35% da quantidade da oferta base.
  • O início das negociações das ações objeto da oferta será amanhã, dia 13.

A ação GNDI3 encerrou ontem cotada a R$ 57,97 com alta de 100,3% no ano. A Notre Dame vem num ritmo de crescimento via aquisições e os recursos captados irão dar suporte a aquisições recentes.


Taesa (TAEE11)
Conselho aprovou pagamento de JCP de R$ 0,1804/unit, ex-juros dia 17/dez.

O Conselho de Administração da companhia aprovou ontem (11/dez), com base nas demonstrações financeiras intermediárias levantadas em 30 de novembro de 2019, a distribuição de R$ 62,15 milhões, equivalente a R$ 0,18041646300/Unit, a título de juros sobre o capital próprio (JCP).

O pagamento ocorrerá no dia 27 de dezembro de 2019, com base na posição acionária do dia 16/12/19. A partir do dia 17 de dezembro de 2019, as ações e units passarão a ser negociadas “ex – juros”. Com base na cotação de R$ 29,58/Unit o retorno líquido é de 0,5%.


Banco Central
Em sua 227ª reunião, o Copom decidiu, por unanimidade, reduzir a taxa Selic de 5,00% para 4,50% ao ano.

A redução de 50bps veio em linha com o esperado. Novos cortes não estão descartados, na medida em que a recuperação econômica está ganhando força, mas o estágio atual do ciclo merece cautela nos próximos passos.

Em adição a autoridade monetária (i) vê riscos bidirecionais para a inflação; que (ii) a política monetária estimulativa ainda é necessária; (iii) os dados mostram que a economia ganhou força a partir do segundo trimestre; e (iv) assume que a recuperação continuará em um ritmo gradual.

Como direcionamento o Copom “entende que o atual estágio do ciclo econômico recomenda cautela na condução da política monetária; e enfatiza que seus próximos passos continuarão dependendo da evolução da atividade econômica, do balanço de riscos e das projeções e expectativas de inflação.”


ENGIE Brasil Energia (EGIE3)
Petrobras divulga teaser para venda de participação de 10% na TAG

A Petrobras informou ontem (11/dez) que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda de sua participação remanescente de 10% na Transportadora Associada de Gás S.A. (TAG), com “as principais informações sobre a oportunidade, bem como os critérios de elegibilidade para a seleção de potenciais participantes, sendo que as principais etapas subsequentes do projeto serão informadas oportunamente ao mercado”.

A TAG atua no setor de transporte de gás natural, detendo atualmente autorizações de longo prazo para operar e administrar um sistema de gasodutos de 4,5 mil km de extensão, localizados principalmente nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, com capacidade instalada de 75 MM m³/dia.

O grupo formado pela ENGIE e pelo fundo canadense Caisse de Dépôt et Placement du Québec detém 90% de participação na TAG, adquirida da Petrobras em junho deste ano. Em declaração recente o Presidente da ENGIE Brasil Energia confirmou o interesse em adquirir esta participação remanescente.


XP Inc (XP)
Na estreia na Nasdaq a ação encerra com alta de 27,63% a US$ 34,46

A XP encerrou seu primeiro pregão na bolsa norte-americana Nasdaq valendo US$ 19 bilhões, ou mais de R$ 80 bilhões. A ação encerrou com alta de 27,63%, a US$ 34,46. A ação foi precificada ontem em US$ 27, acima da faixa indicativa de preço, por conta da elevada demanda do mercado.

No teto do intervalo do preço sugerido para a ação, de US$ 22 a US$ 25, a sobredemanda do papel foi de 14 vezes. Em US$ 27 foi de oito vezes, o que já indicava o bom desempenho da ação em sua estreia.

Quando o Itaú comprou a fatia da XP a avaliou em R$ 12 bilhões, valor que hoje está em R$ 80 bilhões, considerando o valor de mercado.


CVC (CVCB3)
Pagamento de JCP de R$ 62,1 milhões ou R$ 0,41 por ação. Ex em 26/12

A CVC pagará juros sobre capital próprio referente ao exercício de 2019 de R$ 62,1 milhões, ou o valor bruto por ação de R$ 0,4173778025. A data de pagamento é 8 de janeiro.
A posição acionária válida é de 23 de dezembro, e a partir de 26 as ações passam a ser negociadas ex-direitos.

Ontem a ação CVCB3 encerrou cotada a R$ 41,81 acumulando queda de 31,6% no ano.

Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

>>Mapa de Oscilações

>>Mapa de Posições Alugadas

>>Análises Gráficas e Mapas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.