Otimismo em relação ao avanço da reforma

MERCADO


Bolsa

O mercado de ações segue em alta, incentivado pelo otimismo em relação ao avanço da reforma da Previdência, após oito meses de tramitação. Dois destaques ainda ficaram para hoje, mas o texto principal teve finalmente sua aprovação confirmada pelo placar de 60×19 votos. No fechamento o Ibovespa marcou alta de 1,28% aos 107.381 pontos e giro financeiro de R$ 16,8 bilhões. Hoje a agenda econômica vem mais uma vez com poucos indicadores e as atenções deverão ficar mesmo no cenário pós aprovação da RP no 2º turno no Senado. As bolsas internacionais operam em queda na zona do euro e no fechamento da Ásia, alta na Nikkei e queda da Hang Seng. O dia inicia com queda também nos preços do petróleo WTI (Nymex) e Brent (ICE). A expectativa de resultados do 3T19 abaixo das expectativas no exterior pesa sobre os mercados nesta quarta-feira e no Brasil, a safra de balanços começa mais firme a partir de hoje.

Câmbio

A moeda americana encerrou a terça-feira com queda de 1,10% aos R$ 4,0839 ante R$ 4,1293 no fechamento da segunda-feira, com maior otimismo de investidores na bolsa e ambiente mais calmo com a expectativa de aprovação da reforma da Previdência, confirmada na noite de ontem.

Juros

Os juros futuros tiveram dia de alta, com o contrato Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20, passando de 4,819% para 4,848%. A divulgação do IPCA-15 muito acima da mediana das estimativas reduziu as expectativas de um corte mais agressivo na Selic na próxima reunião do Copom de outubro. A taxa do DI para janeiro de 2025 encerrou em 6,20%, ante 6,111%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Weg (WEGE3)
Um bom resultado no 3T19

A empresa divulgou hoje seu resultado do 3T19 mostrando ganhos no faturamento e na rentabilidade.
• O lucro líquido da Weg no 3T19 foi de R$ 418 milhões (R$ 0,20 por ação), 7,5% maior que no trimestre anterior e 9,7% acima do 3T18;
• A situação financeira da Weg continua melhorando. Em setembro/19, a empresa tinha um volume de disponibilidades + aplicações financeiras de R$ 3,7 bilhões, que caiu 26,0% nos últimos doze meses. Porém, o total de financiamentos (R$ 3,0 bilhões) teve uma redução de 37,6% em relação ao final do 3T18. Com isso, o caixa líquido (R$ 742 milhões) apresentou um crescimento de 190,8% comparado a Set/18;
• Vale lembrar que durante o trimestre (14 de agosto), a Weg pagou os proventos deliberados ao longo de 2019, que foram dois JCPs e um dividendo intermediário. Assim, a empresa distribuiu aos acionistas um total de R$ 374 milhões (R$ 0,219278849 por ação).


Copel Energia (CPLE6)
Mercado fio da Copel Distribuição cresceu 1,6% no 3T19

A Copel Energia publicou ontem o desempenho do mercado de energia elétrica no terceiro trimestre de 2019 em relação a igual trimestre do ano anterior.

O mercado fio da Copel Distribuição registrou crescimento de 1,6% no consumo de energia no 3T19. Esse resultado refletiu o crescimento de 6,6% no consumo do mercado livre, pelo avanço da produção industrial do Paraná que cresceu 5,0% em julho e 2,3% em agosto de 2019.

Mercado Cativo. A venda de energia para o mercado cativo da Copel Distribuição totalizou 4.667 GWh no 3T19, redução de 1,2%, como consequência, principalmente, da diminuição de 12,8% do consumo na classe industrial, explicado principalmente pela migração de clientes para o mercado livre. Já a classe residencial consumiu 1.776 GWh, com crescimento de 2,3%, reflexo principalmente do aumento de 2,0% no número de clientes.

Fornecimento de Energia Elétrica registrou crescimento de 1,8% no 3T19 e o total de energia vendida pela Copel, composto pelas vendas da Copel Distribuição, da Copel Geração e Transmissão, dos Complexos Eólicos e da Copel Comercialização em todos os mercados, atingiu 12.806 GWh.


Taesa (TAEE11)
Emissão de Licenças Prévia e de Instalação Unificadas da Concessão de Sant’Ana

A Taesa recebeu da Fundação Estadual de Proteção Ambiental – Fepam, as Licenças Prévia e de Instalação Unificadas (“LPI”) para às subestações Livramento 3 e Maçambará 3, ambas de 230kV, referentes às instalações da concessão Sant’Ana Transmissora de Energia S.A. (“Sant’Ana”).

Com a obtenção antecipada das licenças, anteriormente previstas para 25 de agosto de 2020 (LP) e 22 de março de 2021 (LI), conforme cronograma da Aneel, a companhia está autorizada a iniciar as obras nestas instalações.

Sant’Ana é um empreendimento localizado no Estado do Rio Grande do Sul, com extensão aproximadamente de 591 km de linhas de transmissão, 100% controlado pela Taesa, e apresenta uma RAP total de R$ 60,7 milhões para o ciclo 2019-2020, um Capex Aneel de R$ 610 milhões e prazo para energização da linha em março de 2023.


EDP – Energias do Brasil S.A. (ENBR3)
Aneel homologou a redução de 5,33% nas tarifas médias da EDP São Paulo

Em reunião pública ordinária da diretoria ocorrida ontem (22/out), a Aneel homologou a Quinta Revisão Tarifária Periódica da EDP São Paulo, a ser aplicado a partir de 23 de outubro de 2019.

Em relação à tarifa praticada atualmente, o efeito médio a ser percebido pelos consumidores será de -5,33%, sendo -3,53% para as unidades consumidoras atendidas em alta e média tensão e -6,34% para aquelas atendidas em baixa tensão.


Log Commercial Properties (LOGG3)
Ação foi precificada a R$ 22,50 na operação de follow on

Na reunião do Conselho de Administração da Companhia, realizada em 22/10/19, foram aprovados o preço por ação de R$ 22,50, o efetivo aumento do capital social da Companhia no montante total de R$ 637.875.000,00 mediante a emissão de 28.350.000 novas ações ordinárias.

Ontem a ação LOGG3 encerrou cotada a R$ 24,59 com valorização de 37,5% no ano. O valor de mercado da empresa é de R$ 1,8 bilhão.

A companhia divulgará seus resultados do 3T19 no dia 30/10 com a teleconferência acontecendo no dia 31.


Braskem (BRKM5)
Recompra e emissão de dívida

Em reunião do Conselho de Administração da empresa no dia 21 de outubro, foi aprovada a recompra de títulos e a emissão de dívida. Não foram fornecidos detalhes sobre os valores envolvidos.
• Foi aprovada a realização de uma oferta pública de recompra pela controlada Braskem Finance Limited, dos seus títulos de dívida com vencimento em 2021 (remuneração de 5,75% ao ano) e aqueles que vencem em 2022 (5,375% a.a.);
• O Conselho da Braskem aprovou ainda a emissão de dívida pela Braskem Netherlands Finance BV para investidores nos Estados Unidos. Segundo a imprensa divulgou dias atrás, a empresa estaria consultando o mercado para emissão de debêntures com valor entre US$ 2,5 bilhões e US$ 3 bilhões;
• Vemos estas aprovações do Conselho da Braskem apenas como operações de gestão da dívida.


MRV Engenharia (MRVE3)
Novo prazo para convocação de AGE para discutir compra da de participação na AHS Residential (EUA)

A MRV estabeleceu um novo prazo, de até 30 dias a partir de hoje, para convocar assembleia geral extraordinária que discutirá a compra de participação na AHS Residential, nos Estados Unidos.

A proposta de investimento na AHS, de, no mínimo, US$ 220 milhões não foi bem recebida pelos acionistas e após levantamento de opiniões e sugestões a empresa voltará com o assunto em assembleia, a ser marcada. Ontem a ação MRVE3 encerrou cotada a R$ 17,99 acumulando 48,7% no ano, mas vem de queda de 2,9% em agosto, 10,5% em setembro e alta de 2,0% em outubro.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

>>Mapa de Oscilações

>>Mapa de Posições Alugadas

>>Análises Gráficas e Mapas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.