Randon – Relatório de Análise

A Randon apresentou números muito bons no 2T19, com o lucro líquido ficando 168,9% acima do mesmo período do ano passado.  Porém, nos parece que este foi o pico dos resultados neste ano, com o 2S19 devendo mostrar uma acomodação.  As vendas das divisões Montadoras e Autopeças devem ainda crescer no 3T19, mas em percentuais menores e para o 4T19 o volume vendido deve ser negativamente impactado por férias coletivas.  Além disso, a empresa confirmou que o movimento de recuperação dos preços do segmento de implementos já está completo.  Mesmo assim, temos de destacar o fraco desempenho de RAPT4 em 2019, que subiu bem menos que o Ibovespa, permitindo uma boa oportunidade de investimento.  Dessa forma, reafirmamos nossa recomendação de Compra para RAPT4 com Preço Justo de R$ 12,00 (potencial de alta em 17,9%).

  • Guidance para 2019: Após o resultado do 2T19, a empresa confirmou suas expectativas para o ano, com receita líquida de R$ 7,0 bilhões, valor 17,3% maior que em 2018;
  • Tendências de mercado para a divisão Montadoras (semirreboques, vagões e veículos especiais): Mercado interno estável, mas com boas perspectivas para a safra, o que normalmente leva a aumentos nas vendas.  Em vagões, a recuperação deve vir somente no próximo ano. Para veículos especiais, o momento é de recuperação no Brasil;
  • Tendências para a divisão Autopeças: No mercado interno, as vendas para montadoras têm perspectivas de crescimento nos produtos usados nos caminhões pesados e semirreboques.  Na área de reposição, as expectativas são positivas;
  • Segmento Ferroviário: Está no pior momento dos últimos quinze anos.  A falta de encomendas decorre de problemas na renovação das concessões das ferrovias.  Este problema deve estar resolvido no próximo ano, o que pode destravar encomendas totais de 25 mil vagões para entregas em cinco anos.  A Randon tem normalmente uma participação de 1/3 do mercado brasileiro de vagões.

Clique para acessar:

DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.