SLC Agrícola – Relatório de Início de Cobertura

Estratégia permanece no aumento de produtividade agrícola e maior eficiência operacional objetivando melhor retorno

A SLC Agrícola possui um modelo de negócio competitivo e rentável e que ainda apresenta potencial de crescimento. A companhia vem buscando um equilíbrio entre crescimento em culturas de maior valor agregado (através de arrendamentos e das Joint Ventures atuais), geração de caixa e redução da alavancagem, com foco na melhoria de produtividade agrícola, maior eficiência operacional e escala de produção, que no conjunto, passam também por redução dos custos e utilização de tecnologia.

Nesse contexto e considerando ainda, o desempenho esperado para as lavouras e a sua posição atual de hedge, o nível de margens obtido nos últimos anos deve ser mantido, e refletem a sua estratégica, sendo que a monetização do portfólio de terras permanece no radar da companhia. Ao final de março de 2019 o valor líquido dos ativos (NAV) era de R$ 4,4 bilhões, equivalente a R$ 22,90/ação, que se compara ao preço de R$ 18,66/ação em 8/julho, portanto não precificado. Reiniciamos a cobertura da companhia com recomendação de COMPRA e preço justo de R$ 23,00/ação.

Destaque para (i) Alta produtividade, que combina uma estrutura de custos e ciclo operacional eficiente; tecnologia de produção, com alta mecanização do processo de plantio e colheita; utilização do sistema de rotação de culturas, que lhe proporciona menor incidência de pragas e doenças, e o uso mais eficiente das adubações e sustentável dos defensivos; entre outros; (ii) O portfólio de propriedades da SLC Agrícola é diversificado, com a localização estratégica de suas dezessete unidades em seis estados do cerrado: Goiás, Mato Grosso, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Bahia e Piauí. A diversificação da localização de suas propriedades minimiza os potenciais riscos climáticos regionais e a incidência de pragas e doenças; (iii) O modelo de negócios da companhia é baseado na padronização da produção em suas diversas fazendas, que incluem a adoção de instalações físicas, infraestrutura produtiva, equipamentos, organograma operacional, gestão administrativa padronizada e planejamento agrícola.

Dentre os Fatores de Risco, (i) O mercado global de produtos agrícolas é altamente competitivo e também sensível a mudanças de capacidade, estoques de produção e mudanças cíclicas das economias mundiais. Dependência do comércio internacional, a flutuação dos preços dos produtos agrícolas e flutuações no valor do real em relação ao dólar poderão prejudicar o desempenho financeiro e os resultados operacionais da companhia; (ii) A agricultura é uma atividade sazonal. Esse aspecto pode ter um efeito adverso sobre as receitas e os resultados da companhia, que está sujeita ainda à ocorrência de invasões, incêndios, greves (paralisações) e outros sinistros, poderão afetar as propriedades e a produção; da mesma forma que a presença de pragas/doenças e as variações climáticas.

Clique para acessar:

 

DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.