Aprovação de crédito extraordinário ao governo

MERCADO


Bolsa

O Ibovespa ganhou força ontem com a aprovação do crédito extraordinário ao governo de R$ 248,9 bilhões, a ser destinado ao pagamento de despesas correntes e pelo anúncio da assinatura de acordo com CADE que suspende inquérito administrativo que investiga abuso de refino. O acordo libera ativos para venda. O Ibovespa subiu 1,53% aos 98.960 pontos, com giro financeiro de R$ 16,9 bilhões. É importante ressaltar a decisão favorável ao governo, mesmo no momento em que o vazamento de conversas do ministro Sérgio Moro (Justiça), ganhou exposição na mídia e ainda passará por avaliação à frente. Hoje a agenda econômica traz o desempenho ds vendas no varejo brasileiro em abril, com queda de 0,6% no M/M e de subiu 1,7% no A/A. Destaque também para indicadores de preço nos EUA (maio) e dados da China. As bolsas internacionais operam em queda na zona do euro e negativas também no fechamento da Ásia. O dia é de alta para os treasuries e de baixa no petróleo. A nossa bolsa poderá se descolar das bolsas internacionais dando peso para os fatos de ontem, positivos no curto prazo.

Câmbio

O ânimo na bolsa levou a uma queda na cotação do dólar, de R$ 3,8890 na segunda-feira para R$ 3,8575 no fechamento de ontem (-0,81%). Há espaço para mais uma redução hoje.

Juros

O mercado de juros futuros segue respondendo ao momento favorável para os indicadores domésticos e, também às decisões políticas. Ontem o DI para jan/21 encerrou com taxa de 6,170%, de 6,220% na véspera e para jan/25 a taxa caiu de 7,741% para 7,59%.


ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Braskem (BRKM5)  
Audiência para o recurso contra deslistagem na NYSE

A empresa informou na noite de ontem, que a Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) agendou para o dia 17 de outubro de 2019 a audiência relativa ao recurso apresentado pela Braskem.  Este recurso contesta a decisão da NYSE, que suspendeu a negociação e iniciou o processo de deslistagem de seus American Depositary Shares (ADS).

Esta suspensão é negativa para a empresa e já teve um forte impacto na cotação de BRKM5.  Porém, os esforços para a retomada da negociação na NYSE são positivos;

A suspensão das negociações e o início do processo de deslistagem dos ADS da Braskem na NYSE, ocorreu pelo atraso na entrega dos formulários 20-F de 2017 e 2018.


Petrobras (PETR4)
Assinatura do acordo com o CADE sobre a venda de ativos de refino

A Petrobras assinou com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE), um Termo de Compromisso de Cessação no qual foram estabelecidos os entendimentos para os desinvestimentos em ativos de refino no Brasil.  Com a assinatura deste Termo, foi cessado um processo contra a Petrobras para investigar abuso de posição dominante no segmento de refino.

A Petrobras se comprometeu neste Termo a vender integralmente os ativos constantes no comunicado da empresa, divulgado no dia 26/abril/2019;

Estas definições são positivas para o processo de venda das refinarias da Petrobras, dando mais segurança jurídica aos compradores, evitando longos processos no CADE após a aquisição.


Banco Inter (BIDI4)
Convocação de AGE para 26 de junho

O Inter afirma que o conselho aprovou ontem a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária (AGE), marcada para o próximo dia 26, para deliberar sobre listagem de ações ON na B3, implementação de programa de Units, desdobramento de ações e migração para o Nível 2 de Governança Corporativa da B3.

O Banco Inter abriu seu capital em 2018 com as ações iniciando ao preço de R$ 18,18 em 27/abril. Ontem a cotação da BIDI4 fechou a R$ 64,10, uma valorização de 252,6%.


Centauro (CNTO3)  
Novo aumento na proposta pelo controle da Netshoes de US$ 3,50 para US% 3,70 por ação

A companhia divulgou ontem (11/06) fato relevante majorando o preço por ação a ser pago aos acionistas da Netshoes para US$ 3,70 por ação, somando aproximadamente US$ 114,9 milhões. O valor representa um aumento de 23,3% sobre a oferta de US$ 3,00 realizada pelo Magazine Luiza) e 85% acima da proposta inicial de US$ 2,00, acordado com o Magazine Luiza.

A Netshoes convocou uma assembleia para o dia 14/06, próxima sexta-feira com o objetivo de deliberar sobre a aprovação da operação e recomendou que os acionistas da Netshoes votem favoravelmente à venda para o Magalu.

Ontem a ação MGLU3 encerrou cotada a R$ 207,19 com alta de 15,1% neste ano (Valor de mercado: R$ 39,1 bilhões) e a CNTO3 fechou a R$ 11,46 com valor de mercado de R$ 2,37 bilhões.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

>>Mapa de Oscilações

>>Mapa de Posições Alugadas

>>Análises Gráficas e Mapas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.