Expectativa para votação da proposta de reforma da Previdência

MERCADO


Bolsa
A bolsa abriu a semana na expectativa da reunião marcada para esta terça-feira para o encaminhamento e votação da proposta da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara. O Ibovespa fechou perto da estabilidade (+0,01%) aos 94.588 pontos, com volume financeiro de R$ 9,9 bilhões, bem abaixo da média do mês. A agenda econômica segue fraca nestes dias, sem influência no mercado que segue acompanhando fatores de impacto na economia doméstica e internacional. Hoje as bolsas estão pesadas na zona do euro, com pressão sobre Thereza May para deixar o posto na volta do Parlamento após a Páscoa. Nos Estados Unidos existe pressão também sobre o governo Trump e do lado doméstico, a expectativa de que as coisas andem de agora em diante. A safra de resultados do 1T19 deverá dividir com os fatores políticos a atenção dos investidores nas próximas semanas.

 

Câmbio
O dólar voltou a subir ontem, fechando a R$ 3,9364 contra R$ 3,9278 na quinta-feira passada. O mercado de câmbio operou nesta segunda-feira na expectativa pela reunião desta terça-feira na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, que pode votar a admissibilidade da reforma da Previdência.

 


Juros
O mercado de juros ficou mais calmo ontem, com giro fraco e pouca oscilação. O contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20 tinha taxa de 6,440%, de 6,450% no ajuste de quinta-feira. na ponta mais longa a taxa do DI para jan/25, passou de 8,772% para 8,75%.

 

 

 ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Petrobras (PETR4) 
Forte alta nos preços do petróleo

Os preços do petróleo subiram forte ontem, após o governo dos Estados Unidos anunciar a retirada da isenção dada a países compradores do óleo produzido pelo Irã.

•             Esta isenção havia sido dada em novembro passado, para oito países compradores do petróleo iraniano (China, Índia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Turquia, Itália e Grécia), permitindo-lhes seis meses de prazo para encontrarem outras fontes;

•             Esta é uma boa notícia para a Petrobras, que exporta petróleo e derivados, além de manter os preços no mercado interno correlatos aos do exterior.  Naturalmente, repassar mais aumentos para os combustíveis no Brasil neste momento, irá elevar as pressões políticas contra a política de preços da empresa.


Hermes Pardini (PARD3)  
Aprovação de dividendos de R$ 20,2 milhões, ou R$ 0,15 por ação.

Terão direito ao pagamento, acionistas na base da empresa em 30 de abril, com as ações sendo negociadas “ex” dividendos a partir do pregão seguinte.

Com base na cotação de fechamento de ontem R$ 19,90 o retorno para os acionistas é de 0,78%. A ação PARD3 valorizou 21,0% neste ano.


Kroton (KROT3)
Processo de captação do 1T19, queda de 6,6% na base total de alunos

A Kroton comunicou ontem (22) os resultados dos seus processos de captação e rematrículas de alunos do 1T19, comparado ao mesmo período do ano anterior.

Em linhas gerais, na graduação presencial o resultado se mostrou fraco, em função do cenário macro econômico ainda desafiador, principalmente por conta da alta taxa de desemprego. Houve forte queda na captação de alunos PEP e alunos Fies, que foram compensados pela maior captação de pagantes, levando a um crescimento de 4,1% da captação presencial (ex-ProUni). Porém, com a queda no número de rematrículas, a base total de alunos do 1T19 mostrou recuo de 6,6%, para 379.188 anos. A base de graduação total apresentou recuo de 4,4% (a/a) no 1T19, para 916.078 alunos.

Ontem a ação KROT3 encerrou cotada a R$ 10,08 acumulando valorização de 13,9% em 2019. O valor de mercado atual é de R$ 16,4 bilhões e a ação está sendo negociada a 1,03x o valor patrimonial.


Siderurgia
Produção recorde na China no 1T19

A produção chinesa de aço em março foi de 80,3 milhões de toneladas, quantidade 10,0% maior que no mesmo mês de 2018, segundo os dados do Escritório Nacional de Estatísticas da China (NBS na sigla em inglês).

•             A produção acumulada de aço da China no 1T19 deste ano somou 231,1 milhões de toneladas, volume 9,9% maior que em igual período de 2018;

•             Este volume é recorde para o período na China, com a produção de aço crescendo para atender, principalmente, ao consumo de projetos de infraestrutura;

•             É sempre importante destacar, que o ritmo da produção de aço na China é fundamental para a demanda e os preços do minério de ferro, gerando impactos diretos nos resultados das mineradoras brasileiras, principalmente Vale e CSN.


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.