CSN – Mudando a recomendação após a alta

Atualizamos nossas projeções da CSN, incorporando melhores perspectivas para as vendas e os preços de aço e minério.  Com isso, elevamos o Preço Justo de CSNA3 para R$ 15,50 por ação, vindo de R$ 11,40.  No entanto, alteramos nossa recomendação de Compra para Venda para esta ação, após sua forte alta de 93,8% no ano.  Temos expectativas positivas para a empresa em 2019, porém, o lucro líquido neste ano deve ficar menor, porque em 2018 a empresa obteve elevados ganhos não recorrentes.  No 1T19, esperamos um desempenho mais modesto da CSN, em função de aumentos dos custos e um mercado interno retraído no período, que apresentou queda no volume de aço vendido até fevereiro.

  • Siderurgia deve crescer também em 2019:  O segmento de siderurgia da CSN teve um bom desempenho em 2018 e isso deve continuar este ano.  Em 2018, a siderurgia obteve um crescimento de 3,0% em volume de vendas e 25,0% no EBITDA, mesmo com a venda da CSN LLC.  Para 2019, a expectativa da empresa é de um incremento em 6% nas vendas totais de aço, sendo que no mercado interno o aumento deve ficar acima de 10%.  Não imputamos um crescimento tão expressivo em nossas projeções;
  • Mineração também crescendo: O segmento de mineração da CSN sempre contribuiu fortemente para o resultado e esta participação cresceu em 2018.  O EBITDA da mineração evoluiu de 41,9% do total em 2017 para 44,8% em 2018.  Em 2019, a empresa espera vender entre 35 e 36 milhões de toneladas, volume próximo do ano anterior.  Porém, deve ocorrer uma redução nas compras de terceiros, com aumento da produção própria;
  • Endividamento continua muito elevado: A CSN tem um problema antigo, seu alto endividamento, que prejudica a rentabilidade e eleva o risco.  A diretoria da empresa tem prometido repetidamente que vai reduzi-lo, com a venda de ativos, mas isso ainda não aconteceu em maior medida.  Nos últimos meses, a empresa avançou na administração da sua dívida renegociando com seus maiores credores nacionais, vendendo um ativo e realizando uma operação de pré-pagamento;
  • Dividendos podem gerar um bom retorno: A CSN não anunciou o valor a ser distribuído aos acionistas referente ao exercício de 2018.  No entanto, observamos que a empresa provisionou R$ 898 milhões (R$ 0,65 por ação) para o pagamento de proventos.  A Assembleia Geral Ordinária será realizada no dia 26 de abril, quando esperamos que este valor seja aprovado para distribuição aos acionistas.  Considerando a última cotação de CSNA3, este provento permitirá um retorno de 3,8%.

Clique para acessar:


Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.