Sabesp – Relatório de Análise

Teleconferência de resultados de 2018

A Sabesp realizou ontem (2/abril) sua teleconferência de resultados do exercício de 2018. A companhia possui característica de boa governança corporativa voltada para a maximização de resultados aos acionistas. Os números de 2018 comprovam essa afirmação e a tendência segue positiva para os próximos períodos, tendo em vista o seu modelo de negócio, os investimentos previstos, e a boa resiliência a períodos de instabilidade.

Os investimentos foram de R$ 4,2 bilhões em 2018 sendo 56% em água e 44% em esgoto. De acordo com o Plano Plurianual para o período de 2019 a 2023, a Sabesp planeja investir R$ 18,7 bilhões, sendo R$ 7,7 bilhões (41%) em água e R$ 11,0 bilhões (59%) em coleta e tratamento de esgoto. O objetivo é a universalização na coleta e tratamento de esgoto sanitário, sem abrir mão da condição alcançada no abastecimento de água, com a ampliação da disponibilidade e segurança hídrica.

Somam-se os investimentos tecnológicos para a limpeza dos resíduos (lodo) e o aumento de eficiência para acelerar a limpeza dos rios, principalmente na Região Metropolitana de São Paulo. Não estamos trabalhando com uma possível privatização para este ano, embora não seja descartada, assim como a capitalização via a criação de holding de saneamento. Mas essa é uma questão que traz volatilidade às ações, haja vista as declarações recentes do secretário da Fazenda do Estado, Henrique Meirelles.

Com base no resultado de 2018 o Conselho de Administração aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) em 28 de junho de 2019, no valor de R$ 792,2 milhões, correspondentes a R$ 1,15900/ação. Terão direito os acionistas em 29 de abril de 2019, e as ações passam a ser negociadas “ex” juros a partir de 30 de abril de 2019. Com base na cotação de R$ 40,41/ação o retorno líquido é de 2,4%.

Clique para acessar:


DISCLAIMER

Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.
As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.