Participação de Paulo Guedes em audiência na CCJ será termômetro

MERCADO


Bolsa
Após um dia de correção e com as bolsas no exterior oscilando perto da estabilidade, o Ibovespa fechou em queda de 0,70% aos 95.387 pontos, refletindo os ajustes nas ações dos principais bancos, na Petrobras e na Vale. O giro financeiro foi de R$ 11,9 bilhões. A agenda econômica já trouxe o IPC-Fipe de março em 0,51% abaixo de 0,54% da leitura anterior, e a Fenabrave divulga as Vendas de Veículos de março. Nos EUA destaque para MBA-Solicitações de emprego em 29/março, o PMI-Serviços de março e o ADP Variação do setor de empregos de março. As Bolsas na Ásia fecharam em alta. Pela manhã as bolsas europeias e futuros americanos operam em campo positivo. No mercado doméstico os investidores aguardam a participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, prevista para hoje às 14h. O evento será um termômetro importante em relação à reforma da Previdência.

Câmbio
Ontem o dólar fechou em queda de 0,45% a R$ 3,8566 no mercado à vista, enquanto os investidores aguardavam novidades no campo político. Já o futuro para maio subia 0,13%, aos R$ 3,8645.

Juros
Os juros futuros fecharam em leve queda, com investidores aguardando novos desdobramentos da tramitação da reforma da Previdência. Em meio às pressões por alteração da proposta do governo, a ida do ministro da Economia, Paulo Guedes, à CCJ nesta quarta-feira (3) está sendo esperada pelo mercado. Ao final do pregão regular, o DI janeiro/2020 era negociado a 6,48% (de 6,495% no ajuste anterior) e  o DI janeiro/2021 registrou taxa de 7,02% (de 7,05% no ajuste anterior).

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Braskem (BRKM5)
Pedido do MP-AL para o bloqueio de recursos

O Ministério Público de Alagoas (MP-AL) e a Defensoria Pública Estadual anunciaram ontem, durante o pregão, que pediram o bloqueio de R$ 6,7 bilhões da Braskem.

  • Segundo os órgãos da justiça, há evidencias preliminares que a empresa seja culpada por rachaduras que apareceram nos bairros do Pinheiro, Mutange e Bebedouro, em Maceió-AL.  A Braskem atua na extração de sal-gema na região;
  • Esta é uma má notícia para a empresa, já refletida ontem em BRKM5, que caiu 3,9%.

Sabesp (SBSP3)
Teleconferência de resultados de 2018

A Sabesp realizou ontem (2/abril) sua teleconferência de resultados do exercício de 2018. A companhia possui característica de boa governança corporativa voltada para a maximização de resultados aos acionistas. Os números de 2018 comprovam essa afirmação e a tendência segue positiva para os próximos períodos, tendo em vista o seu modelo de negócio, os investimentos previstos, e a boa resiliência a períodos de instabilidade.

  • Os investimentos somaram R$ 4,2 bilhões em 2018 sendo de 56% em água e 44% em esgoto. De acordo com o Plano Plurianual para o período de 2019 a 2023, a Sabesp planeja investir R$ 18,7 bilhões, sendo R$ 7,7 bilhões (41%) em água e R$ 11,0 bilhões (59%) em coleta e tratamento de esgoto. O objetivo é a universalização na coleta e tratamento de esgoto sanitário, sem abrir mão da condição alcançada no abastecimento de água, na ampliação da disponibilidade e segurança hídrica.
  • Somam-se os investimentos tecnológicos para a limpeza dos resíduos (lodo) e o aumento de eficiência para acelerar a limpeza dos rios, principalmente na Região Metropolitana de São Paulo. Não estamos trabalhando com uma possível privatização, embora não seja descartada, assim como a capitalização via a criação de holding de saneamento. Mas essa é uma questão que traz volatilidade às ações, haja vista as declarações recentes do secretário da Fazenda do Estado, Henrique Meirelles. Temos recomendação de COMPRA para suas ações com preço justo de R$ 52,00/ação.
  • Com base no resultado de 2018 o Conselho de Administração aprovou o pagamento de juros sobre o capital próprio (JCP) em 28 de junho de 2019, no valor de R$ 792,2 milhões, correspondentes a R$ 1,15900/ação. Terão direito os acionistas em 29 de abril de 2019, e as ações passam a ser negociadas “ex” juros a partir de 30 de abril de 2019. Com base na cotação de R$ 40,41/ação o retorno líquido é de 2,4%.

Eletrobras (ELET3, ELET6)
Cronograma da Amazonas e Extinção da Diretoria de Distribuição

O BNDES divulgou ontem (2/abril) o Comunicado Relevante nº 43 alterando o cronograma de desestatização da Amazonas Distribuidora de Energia. A efetiva transferência do controle acionário está prevista para ocorrer dia 10 de abril de 2019.

  • As ELET3 cotadas a R$ 35,78/ação registram alta de 47,7% este ano. As ELET6 ao preço de R$ 37,35/ação apresentam valorização de 32,6% em 2019. Este desempenho se mostra acima da valorização de 8,5% do Ibovespa e de 17,0% do IEE no mesmo período.
  • Tendo em vista a previsão de conclusão dos processos de privatização de todas as distribuidoras da Eletrobras em 2019, foi aprovada, pelo Conselho de Administração da Companhia, a extinção da Diretoria de Distribuição, imediatamente após a transferência efetiva do controle acionário da Amazonas Energia Distribuidora S.A.
  • A companhia destacou que ontem (2/abril) foi certificada pelo CADE que transcorreu o prazo cabível para interposição de recursos contra a decisão que aprovou a transferência do controle acionário da Amazonas Energia para o Consórcio Oliveira Energia-Atem, sem ter havido qualquer recurso, tornando, portanto, a decisão definitiva.

Klabin (KLBN11)
Recompra de US$ 228,5 milhões em títulos de 2024

A Klabin informou ontem (02) por meio de sua subsidiária, Klabin Finance, situada em Luxemburgo, o vencimento e os resultados de sua oferta pública de compra de dinheiro de todo e qualquer título de 5,250% com vencimento em 2024, garantido pela Klabin SA.
Detalhes da Recompra:
• Títulos: Notes de 5,25% com vencimento em 2024;
• Valor dos títulos: US$ 228,538 milhões (representando 45,71% do principal);
• Data de Pagamento: 04 de abril de 2019;
Os detentores dos títulos que foram validamente ofertados (e não validamente retirados) antes da publicação emitida pela companhia receberão US$ 1.031,25 para cada US $ 1.000 de valor principal dos títulos.
Ontem as units da Klabin (KLBN11: 1 ON + 4 PN’s) encerrou cotada a R$ 17,55 acumulando valorização de 10,6% neste ano. O valor de mercado atual da companhia é de R$ 20,4 bilhões e suas units estão sendo negociadas a 2,94x o valor patrimonial.

 


Se preferir, baixe em PDF:

 

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.