Dados ruins da economia da China

MERCADO


Bolsa
A bolsa mostrou uma pequena recuperação ontem, com 0,13% de alta no fechamento, aos 94,30 pontos e giro financeiro de R$ 15,2 R$ bilhões. No exterior, o Banco Central Europeu (BCE) decidiu revisar para baixo as expectativas de crescimento da zona do euro e do lado doméstico o presidente Bolsonaro voltou a falar sobre a reforma da Previdência. A sexta-feira mostra dados ruins do lado da China com a balança comercial de fevereiro mostrando um saldo de US$ 4,1 bilhões ante uma expectativa de US$ 26,2 bilhões com destaque para a queda nas importações de minério de ferro e aumento no petróleo.  As notícias do lado externo são negativas e as bolsas sofrem nesta sexta-feira, no fechamento da Ásia e no andamento da zona do euro, nesta manhã. No Brasil saiu a inflação de fevereiro medida pelo IGP-DI (fev) com alta de 1,25%  no M/M e de 7,73% no A/A e nos Estados Unidos saem os dados do payroll (variação na folha de pagamento em fevereiro). O petróleo teve dia de alta com os cortes recentes da oferta liderados pela Opep e por sanções americanas contra Venezuela e Irã. O contrato do WTI para abril subiu 0,78%, a US$ 56,66 o barril, na Nymex, e o Brent para maio avançou 0,47%, a US$ 66,30 o barril, na ICE. O noticiário pesado no exterior poderá novamente influenciar o Ibovespa no fechamento da semana.

Câmbio
Em mais um dia de aversão ao risco e com notícias negativas no mercado internacional, a moeda americana subiu 1,28% no mercado à vista, fechando cotada a R$ 3,8837. No acumulado do ano, o dólar zerou a queda no ano e passou a subir 0,21%.

Juros
Os juros futuros tiveram pouca oscilação no fechamento de curto prazo, marcando taxa de 6,465% no contrato DI para jan/20 (6,485% na quarta-feira) e para jan/25 a taxa caiu de ,912% para 8,86%.

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

 

Ferbasa (FESA4)
Resultados muito fracos no 4T18

A empresa apresentou na noite de ontem seus resultados do 4T18, que comparados aos números do mesmo trimestre de 2017, mostraram aumento nas vendas e nos preços em reais.  Porém, um forte aumento de custos, despesas operacionais e financeiras levaram a uma elevadíssima redução das margens e ao prejuízo líquido.

  • No 4T18, a Ferbasa sofreu um prejuízo líquido de R$ 3 milhões (R$ 0,03 por ação), contra um lucro de R$ 64 milhões (R$ 0,73/ação) no mesmo período de 2017;
  • Em 2018, a Ferbasa obteve um bom resultado, com aumento de vendas e do lucro líquido.  O resultado de 2018 também foi impactado pelos ganhos com Compra Vantajosa (R$ 75 milhões), contabilizado no 3T18.  No ano passado, a Ferbasa lucrou R$ 309 milhões (R$ 3,50/ação), que foi 14,4% maior que em 2017.

 

Telefônica Brasil (VIVT4)
Proposta de dividendos adicionais de R$ 1,51 por ação PN e R$ 1,37, por ON.

A Telefônica Brasil é uma tradicional pagadora de bons proventos, distribuídos ao longo do ano. O retorno calculado nos últimos 12 meses foi de 9,93% (fonte: Bloomberg).

A administração da companhia vai propor à AGO/E a distribuição de dividendos adicionais de R$ 2,468 bilhões referentes aos exercícios de 2018 (R$ 2,171 bilhões) e 2017 (R$ 297 milhões).

  • Valor por ação: R$ 1,50811423972 (PN) e R$ 1,37101294520, (ON).
  • Porcentagem do lucro líquido distribuído via dividendos e JCP em 2018: 75,29%
  • A Assembleia ocorrerá em 11 de abril e o pagamento deverá acontecer até o final de 2019.

Ontem a ação PN encerrou cotada a R$ 45,80 (estável no ano). Com base nesta cotação, o retorno deste dividendo será de 3,29% e para a ON que fechou a R$ 42,58 o retorno é de 3,22%.


Sabesp (SBSP3)
Arsesp publica Nota Técnica NTF-0010-2018 e o modelo Econômico-Financeiro

A Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo – ARSESP publicou ontem (7/mar), a Nota Técnica NTF-0010-2018 e o modelo Econômico-Financeiro referente ao pedido de esclarecimentos e revisão referentes à 2ª Revisão Tarifária Ordinária (RTO).

  • Essa notícia já havia sido antecipada pela Sabesp através e Fato Relevante em 28 de fevereiro de 2019. Ao preço de R$ 38,60/ação (valor de mercado de R$ 26,4 bilhões), suas ações registram alta de 22,5% este ano. Temos recomendação de compra com preço justo de R$ 52,00/ação.
  • O Índice de Reposicionamento Tarifário (IRT) determinado pela Arsesp para a Sabesp no ciclo 2017-2020 foi de 3,5070%.
  • De acordo com a Arsesp “as correções dos erros e imprecisões apresentadas serão realizadas quando da aplicação do reajuste tarifário anual (maio/19), com índice de 0,8408%, que já contempla a compensação pelo período transcorrido”.
  • Fator X recalculado para o ciclo tarifário 2017-2020 é de 0,6920%. Este valor será utilizado como redutor da inflação no cálculo do Índice de Reajuste Tarifário Anual. .
  • Com relação ao ajuste compensatório pelo atraso da aplicação da 2ª RTO a Arsesp considerou correto o pleito da Sabesp e procedeu aos ajustes no modelo econômico-financeiro.

Energisa (ENGI11)
Encerramento de subscrição de ações da Ceron e Eletroacre

Após o encerramento do período do direito de preferência de subscrição de ações nos aumentos de capital das Centrais Elétricas de Rondônia S.A. (“Ceron”) e da Companhia de Eletricidade do Acre (“Eletroacre”) a Energisa adquiriu, em 1º de março de 2019, as sobras de ações da Ceron e da Eletroacre que não foram adquiridas pelos empregados e aposentados.

  • na Ceron a Energisa subscreveu e integralizou sobras no montante de 128.665.217 ações ordinárias no valor total de R$ 27,8 milhões, e ficou com 95,43% do capital total e os Empregados e aposentados com 4,57%.
  • na Eletroacre a Energisa subscreveu e integralizou sobras no montante de 10.088.904.771 ações ordinárias e 3.768.032.911 ações preferenciais, no valor total de R$ 35,3 milhões, ficando com 93,58% do capital social. Empregados e aposentados detêm 4,94% e outros minoritários, 1,48%.
  • Ao preço de R$ 38,97 as Units da Energisa registram alta de 6,7% este ano. Nesse preço o valor de mercado soma R$ 17,7 bilhões, e os múltiplos para 2019 são: P/L de 19,3x e VE/EBITDA de 10,3x.

Se preferir, baixe em PDF:

 

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.