Ultrapar – Relatório de Análise

Um ano de crescimento

Atualizamos nossas projeções para a Ultrapar, considerando expectativas mais positivas para 2019.  Com isso, nosso Preço Justo para UGPA3 subiu de R$ 55,00 para R$ 62,00.  O grupo sofreu nos últimos dois anos principalmente com a redução dos resultados no segmento de combustíveis, que esperamos seja revertida em 2019.  Projetamos que as empresas controladas pela Ultrapar tenham um ano de recuperação das vendas, principalmente Ipiranga e Ultragaz, com aumento da rentabilidade consolidada e redução do endividamento.

  • Estas são as expectativas para os resultados das três principais empresas da Ultrapar em 2019:

Ipiranga:

– A empresa espera um crescimento de vendas acima do PIB, sendo que a queda recente dos preços dos combustíveis pode também contribuir para elevar a demanda.  O ano começou com vendas acima das verificadas no 1T18;

Oxiteno:

– Este ano pode-se esperar aumento das vendas, receita e EBITDA, com o crescimento da produção na nova unidade nos Estados Unidos, somado à esperada elevação da demanda no Brasil.  No 1T19, o volume vendido e a geração de caixa já devem mostrar expansão;

Ultragaz:

– O crescimento das vendas de GLP granel (grandes consumidores) deve puxar a expansão do volume em 2019.  Para o 1T19, a expectativa é de manutenção da rentabilidade nos níveis do 1T18;

  • Desdobramento:  A Ultrapar comunicou que realizará um desdobramento, sendo que uma ação será transformada em duas.  As datas para o crédito das novas ações e o início das negociações “ex-desdobramento” ainda não foram definidas;
  • Dividendos:  A Ultrapar deliberou o pagamento de R$ 380,3 milhões (R$ 0,70 por ação), com base nas posições acionárias de 28 de fevereiro.  O pagamento do provento será feito no dia 13 de março.  O valor deste dividendo permitirá um retorno de 1,3% para os acionistas, considerando a cotação de UGPA3 no fechamento do último pregão.

Clique para acessar:

 

DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.