Expectativas em relação da reforma da previdência

MERCADO


Bolsa
A bolsa teve um dia de volatilidade ontem, com o vencimento de opções sobre o índice, expectativas em relação da reforma da previdência, aliada a realização de lucros em papéis que subiram nos dias anteriores. O Ibovespa fechou em queda de 0,34%, aos 95.842 pontos, com volume negociado de R$ 47,2 bilhões, dos quais, R$ 14,1 bilhões do vencimento de opções. A agenda no Brasil traz o volume do setor de serviços do IBGE. Nos EUA, os dados da demanda final IPP de janeiro, os novos pedidos seguro-desemprego até 9/fevereiro e as vendas no varejo exceto auto de dezembro. Para hoje, a continuidade da divulgação dos resultados corporativos e o noticiário político em torno da reforma da previdência devem nortear os negócios e o comportamento do mercado.

Câmbio
Com a bolsa em baixa o dólar encontrou espaço para mais uma alta de 1,04% encerrando o dia cotado a R$ 3,7533. O mercado segue acompanhando os próximos passos das decisões políticas, após a alta hospitalar do presidente Jair Bolsonaro.

Juros
Os juros futuros caíram ontem na ponta mais curta, com a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20 fechando em 6,415% de 6,480% no ajuste anterior. Para jan/25 a taxa caiu de 8,762% para 8,72%. Os dados de vendas do varejo mais fracas do que o esperado sinalizam uma atividade econômica ainda fraca e sustentam o movimento do DI.

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Duratex (DTEX3)
Crescimento de 50,1% no resultado anual somando R$ 271,2 milhões

Receita líquida – No 3T18, a receita líquida consolidada foi de R$ 1.263,4 milhões, crescimento de 14,6% sobre o 3T17. No acumulado do ano, a receita líquida totalizou R$ 4.949,4 milhões.
Ebitda – No 4T18, o EBITDA Ajustado e Recorrente foi de R$ 236,8 milhões, com margem EBITDA de 18,7%. No acumulado anual, o EBITDA Ajustado e Recorrente somou R$ 848,5 milhões, que representou margem EBITDA ajustada e recorrente de 18,2%.
Resultado líquido – O lucro líquido recorrente do 4T18 foi R$ 151,3 milhões, representando esse o melhor trimestre do ano. O ROE recorrente foi de 12,1%. Em 2018, o lucro líquido recorrente totalizou R$ 271,2 milhões e um crescimento de 50,1% em relação ao ano anterior.

A ação DTEX3 encerrou ontem cotada a R$ 12,22 acumulando 3,3% de alta em 2019 e 20,9% em 12 meses..


Banco do Brasil (BBAS3)
Lucro ajustado do 4T18 acima do esperado

O BB registrou no 4T18 um lucro líquido ajustado de R$ 3,85 bilhões (ROAE de 16,3%), acima de nossa estimativa, com crescimento de 20,6% em relação ao 4T17. No acumulado de 2018 o lucro líquido ajustado cresceu 22,2% para R$ 13,5 bilhões com ROAE de 13,9% (+1,6pp), com destaque para (i) a redução das despesas de PDD; (ii) o crescimento das rendas de tarifas; aliado (iii) ao controle dos custos, com crescimento abaixo da inflação.

  • A inadimplência medida pelas operações em atraso acima de 90 dias segue contida, com queda de 0,3pp em base trimestral para 2,5%. O índice de eficiência ficou estável em 38,5% e o spread global terminou o ano em 4,0%.
  • O banco segue focado no crescimento de suas operações e no incremento de rentabilidade. Suas ações registram alta de 12,0% neste ano para uma cotação de R$ 52,08/ação (valor de mercado de R$ 149,2 bilhões). Nesse preço o banco está sendo negociado a 1,5x o seu valor patrimonial e com P/L para 2019 de 9,3x. Seguimos com recomendação de COMPRA.
  • O BB conseguiu entregar todas as linhas do guidance no ano passado. Para 2019 as expectativas são ainda melhores, com destaque para o crescimento esperado do lucro líquido ajustado, entre R$ 14,5 bilhões e R$ 17,5 bilhões. A margem bruta, após decréscimo de 5,8% em 2018 volta a crescer (entre 3% a 7%). As despesas de PDD seguem trajetória de queda e as despesas administrativas deve ter um comportamento em linha com a inflação.

Paranapanema (PMAM3)
Resultados melhores no 4T18

A empresa divulgou ontem, após o pregão, seus resultados do 4T18, mostrando aumento das vendas de produtos com maior valor e da receita, o que conjugado a um menor custo financeiro, permitiu a volta ao resultado positivo.

  • O lucro líquido no 4T18 foi de R$ 33 milhões (R$ 0,05 por ação), contra os prejuízos de R$ 117 milhões no mesmo período de 2017 e R$ 19 milhões no 3T18;
  • Em 2018, o resultado ainda foi negativo de R$ 323 milhões (R$ 0,47/ação), que foi 138,2%, que foi 138,2% maior que o prejuízo sofrido em 2017, devido ainda ao trabalho de reorganização da produção e manutenção programada que ocorreram durante o ano.

Totvs (TOTS3)
Resultados do 4T18, destaque para o avanço interanual da receita de software

A Totvs divulgou ontem (13) seus resultados do 4T18, os quais frente ao mesmo período do ano anterior mostraram forte crescimento. Destaque para o crescimento da receita de software, associada a uma maior eficiência operacional, que impulsionou um aumento do EBITDA ajustado de software além do ganho de margens. Com isso, a receita líquida da Totvs cresceu 7,0% (a/a), enquanto o EBITDA ajustado saltou 12,0% na mesma base de comparação, levando a um lucro líquido ajustado de R$ 32,2 milhões no 4T18 (+90,9% a/a) e R$ 133,8 milhões em 2018 (+38,8% a/a).

Destaques financeiros:

  • Receita Líquida de Software: R$ 538,7 milhões no 4T18 (+8,2% vs. 4T17 e +0,7% vs. 3T18) e R$ 2,1 bilhões em 2018 (+5,9% vs. 2017);
  • Receita Recorrente: R$ 395,9 milhões no 4T18 (+5,6% vs. 4T17 e +1,5% vs. 3T18) e R$1,5 bilhão em 2018 (+5,4% vs. 2017);
  • Receita Não Recorrente: R$ 142,8 milhões no 4T18 (+16,2% vs. 4T17 e -1,5% vs. 3T18) e R$ 563,9 milhões em 2018 (+7,3% vs. 2017);
  • EBITDA Ajustado de Software: R$ 78,1 milhões no 4T18 (+9,6% vs. 4T17 e -13,3% vs. 3T18) e R$ 347,0 milhões em 2018 (+17,9% vs. 2017);
  • Margem EBITDA Ajustada de Software: 14,5% no 4T18 (+ 20 pb vs. 4T17 e -230 pb vs. 3T18) e 16,4% em 2018 (+160 pb vs. 2017);
  • Lucro Líquido Ajustado: R$32,2 milhões no 4T18 (+90,9% vs. 4T17 e -18,4% vs. 3T18) e R$133,8 milhões em 2018 (+38,8% vs. 2017);
  • Geração Livre de Caixa: R$ 88,8 milhões no 4T18 (+1,3% vs. 4T17 e -23,2% vs. 3T18) e R$ 349,9 milhões em 2018 (+13,5% vs. 2017).

Ontem a ação TOTS3 encerrou cotada a R$ 31,80 acumulando valorização de 17,5% neste ano. O valor de mercado atual da companhia é de R$ 5,2 bilhões e suas ações estão sendo negociadas a 4,04x o valor patrimonial.


Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.