Ibovespa atinge novo pico

As principais notícias do mercado estão aqui, para você começar o dia bem informado.

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa atingiu novo pico ontem, fechando com alta de 1,53% aos 96.558 pontos, com giro financeiro de R$ 14,3 bilhões. O pronunciamento do ministro da Economia, Paulo Guedes em relação a redução de impostos sobre o lucro das empresas de 34% para 15% e a expectativa em relação a avanços na Reforma da Previdência, deram novo fôlego ao mercado. Do lado externo seguem as preocupações em relação ao comportamento das duas maiores economias (EUA e China). As bolsas internacionais seguem do lado positivo no fechamento da Ásia e no andamento dos mercados na Europa. A agenda econômica de hoje traz dados da zona do euro e Estados Unidos, com pouca relevância para nosso mercado. A B3 poderá seguir o rumo das bolsas internacionais com noticiário positivo para a economia.

Câmbio
Após uma sequência de seis altas, o dólar caiu 1,13%, fechando cotado a R$ 3,7624 no mercado à vista. As declarações de Paulo Guedes sobre as metas para a economia deram peso ao comportamento da moeda americana. O dólar para fevereiro fechou com queda de 1,36%, a R$ 3,7675

Juros
O dia foi de baixa para as taxas de juros futuros, com o contrato do de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em jan/20 fechando em 6,46%, ante 6,47% do ajuste da terça-feira. Na ponta mais longa, o DI para jan/25 projetou 8,79%, de 8,86%.

 

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS


Banco Inter (BIDI4)
Lucro líquido de R$ 69,8 milhões em 2018

O Banco Inter registrou no 4T18 um lucro líquido de R$ 22,3 milhões acumulando R$ 69,8 milhões em 2018, com crescimento de 29,8% em relação ao lucro de R$ 53,8 milhões de 2017. Em base recorrente, que exclui a reversão do diferimento de CSLL no 4T18 e 2018, os lucros foram de, respectivamente, R$ 26,7 milhões (ROAE de 11,3%) e R$ 74,2 milhões (ROAE de 10,4% e crescimento de 38% ante o ano anterior).

  • Um bom resultado que refletiu o forte crescimento do resultado da intermediação financeira e das receitas de serviços, com melhora de margem líquida. Cotadas a R$ 43,44/ação (valor de mercado de R$ 4,38 bilhões) suas ações registram alta de 12,8% em janeiro e 138,4% desde a abertura de capital do banco em 27/abril/18. No preço atual suas ações estão sendo negociadas a 4,62x o seu valor patrimonial e P/L de 36,1x em 2019.
  • Ao final de dezembro o banco contava com R$ 5,64 bilhões em Ativos Totais (+12,8% no trimestre e +57,7% em doze meses). A Carteira de Crédito Ampliada era de R$ 3,34 bilhões (+9,4% no trimestre e +28,3% em doze meses). Nesta base de comparação a Basileia do banco era de 29,9% para um Patrimônio Líquido de R$ 949 milhões, em linha com o trimestre anterior e com crescimento de 147,7% em doze meses.

Eletrobras (ELET3, ELET6)
Não existe mais demanda judicial contra a companhia nos EUA

A companhia informou que se encerrou o prazo para apresentação de recurso contra a decisão que aprovou em definitivo o Acordo firmado entre a Eletrobras e seus acionistas norte-americanos, no âmbito da Class Action ajuizada no Tribunal Distrital dos Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York (SDNY), sem que tenha sido interposto nenhum recurso.

  • Em decorrência do trânsito em julgado da Class Action, o Acordo já homologado adquire plena eficácia, não existindo mais nenhuma demanda judicial em curso contra a Eletrobras nos Estados Unidos, de conhecimento da companhia.

As ELET3 cotadas a R$ 33,01/ação registram alta de 36,2% este ano. As ELET6 ao preço de R$ 36,50/ação apresentam valorização de 29,6% em 2019. Este desempenho se mostra acima da valorização de 9,9% do Ibovespa e de 9,2% do IEE no mesmo período


Kroton (KROT3)
Mercado recebeu  apresentação Education Day de forma positiva
Em apresentação entregue ontem à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a Kroton comentou sobre os desdobramentos de 2018, indicando o cumprimento do guidance divulgado, além de informações sobre captação de alunos e algumas projeções para 2019.

Destaques para 2019

  • Receita líquida: Estável frente a 2018;
  • EBITDA: Crescimento entre 1% e 5%;
  • Lucro Líquido: Estável frente a 2018;
  • Geração de Caixa: Crescimento acima de 10%.

O mercado recebeu a apresentação de forma positiva e ontem as ações da Kroton (KROT3) enceram cotada a R$ 10,84 com valorização de 7,3% no dia e 22,2% neste ano. O valor de mercado atual da Kroton é de R$ 17,6 bilhões e suas ações estão sendo negociadas a 1,1x o valor patrimonial.

 


Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.