Após realização de lucros, B3 cai 0,16%

As principais notícias do mercado estão aqui, para você começar o dia bem informado.

MERCADO


Bolsa
A sexta-feira foi de realização de lucros na B3 com o índice recuando 0,16% aos 93.658 pontos, após uma sequência de altas. O giro financeiro foi de R$ 14,9 bilhões. Na semana, o Ibovespa acumulou alta de 1,98% e no mês o ganho é de 6,57%. Hoje a agenda econômica traz dados do exterior com destaque para a balança comercial da China mostrando números muito abaixo das expectativas. As bolsas asiáticas fecharam em baixa generalizada nesta segunda-feira, após números decepcionantes da balança comercial da China reforçarem preocupações com a tendência de desaceleração da segunda maior economia do mundo. A produção industrial (nov/18) na zona do euro também foi pior que o esperado, queda de 1,7%. Os dados ruins da China afetaram também as bolsas da zona do euro e os futuros de NY também mostram queda. Em consequência, o Ibovespa poderá pesar hoje.

Câmbio
No fechamento da sexta-feira, o dólar registrou alta de 0,16% no mercado à vista, cotado a R$ 3,7135. Com liquidez reduzida e fluxo de saída de recursos do País a moeda americana teve um alívio, mas mesmo assim o dólar acumulou baixa de 5,12% nos últimos 30 dias.

Juros
A divulgação do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de dezembro, na sexta-feira, dentro da expectativa ditou o rumo das taxas futuras. No fechamento, a taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) com vencimento em jan/20 ficou em 6,62%, ante 6,65% na véspera. Já o de janeiro de 2025 projetou 8,97%, ante 8,94%.

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS


Cyrela (CYRE3)
Prévia operacional do 4T18 mostra forte crescimento nos lançamentos e vendas sobre o 4T17

  • No 4T18, os lançamentos totais cresceram 113,1% sobre o 4T17, somando R$ 2,71 bilhões. A parte da Cyrela somou R$ 1,82 bilhão, contra R$ 786 milhões no 4T17.
  • As vendas totais cresceram 94,6% no comparativo trimestral, somando R$ 2,44 bilhões (R$ 1,48 bilhão no alto padrão) contra R$ 1,25 bilhão. Das vendas realizadas no 4T18, R$ 1,78 bilhão foram de lançamentos, indicando que o mercado vem absorvendo bem os novos lançamentos.
  • O índice de Velocidade de Vendas sobre a Oferta (VSO) acumulado em 12 meses, melhorou no 4T18, passando de 39,4% no 3T18 (12m) para 45,1% no último trimestre.
  • No 3T18, a Cyrela registrou prejuízo de R$ 94,1 milhões e no acumulado de 9 meses a perda foi de R$ 147,9 milhões

Na sexta-feira a ação CYRE3 encerrou cotada a R$ 16,55 acumulando alta de 7,0% no ano. Em 2018 a ação subiu 26,6%.

Obs: A companhia divulgará os resultados de 2018 no dia 21 de março e a teleconferência de resultados acontecerá no dia 22/03.


Embraer (EMBR3)
Diretoria recebe aval do Conselho de Administração para transferir ativos para a Boeing

A diretoria poderá levar adianta os dois processos de combinação de negócios com a Boeing. Esta negociação se alongou nos últimos meses, mas com seu desfecho a expectativa para a Embraer é de desenvolvimento de novos negócios no mercado global.

A ação EMBR3 encerrou a sexta-feira cotada a R$ 21,53 acumulando desvalorização de 0,7% nesse ano. Na sexta-feira a ação subiu 2,6%.


OI (OIBR3 e OIBR4)
Exercício de preferência de novas ações gera R$ 1,898 bilhão em aumento de capital

No período de exercício de preferência para compra das novas ações ordinárias, foram vendidas 1,53 bilhão de papéis, ao preço unitário de R$ 1,24, o que resultou em um aporte de R$ 1,898 bilhão. Desse total de ações, 856,519 milhões de papéis foram adquiridas por titulares de American Depositary Receipts (ADSs).

Na sexta-feira a ação OIBR3 encerrou cotada a R$ 1,43 e a OIBR4 a R$ 1,48.


CCR (CCRO3)
Assinatura do contrato de concessão da Rodovia de Integração do Sul

A CCR informou na noite da última sexta-feira, que assinou o contrato de concessão da Rodovia de Integração do Sul, que inclui trechos das BRs 101, 290 (Porto Alegre a Osório), 386 (entre Canoas a Carazinho) e 448 (Rodovia do Parque) com 473,4 km.

  • Este leilão foi realizado no dia 1 de novembro/2018, com a CCR apresentando um deságio de 40,5% sobre a tarifa básica, que terá um valor de R$ 4,30545 (referência de julho/2018) a ser cobrado em ambos os sentidos da rodovia;
  • O prazo da concessão é de 30 anos e estão previstos investimentos de R$ 7,8 bilhões neste período;
  • Esta é uma boa notícia para a CCR, que amplia e “rejuvenesce” seu portfólio de ativos com esta aquisição.

Braskem
Vitória no Carf

A Braskem venceu processo contra a Receita Federal na 1ª Turma da Câmara Superior do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).
• A maior instância do órgão deliberou que a empresa não fez uso incorreto de saldos de prejuízos fiscais e bases de cálculo negativa para o pagamento de débitos tributários, com base na Medida Provisória nº 470/2009;
• Apesar de ainda caber recurso, esta é uma notícia positiva para a Braskem, que reduz o risco neste processo, cujo valor pode superar R$ 1 bilhão.


Petrobras Distribuidora (BRDT3)
Recebimento de parcelas da dívida com a Eletrobras

A Petrobras Distribuidora comunicou na sexta-feira, após o pregão, o recebimento de mais um valor dentro dos Instrumentos de Confissão de Dívida (ICD), assinados no ano passado com a Eletrobras e suas controladas distribuidoras de energia.
• Desta vez, o pagamento foi feito pela Companhia de Eletricidade do Acre (Eletroacre), no valor de R$ 53,1 milhões, quitando antecipadamente toda sua dívida. A empresa já recebeu R$ 1.658,4 milhões referente a estes ICDs;
• Estes recebimentos são muito positivos para a Petrobras Distribuidora, pois além de elevar o caixa da empresa, tem impacto direto no resultado, por se tratar de dívidas já provisionadas.


Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.