Otimismo dos investidores

As principais notícias do mercado estão aqui, para você começar o dia bem informado.

MERCADO


Bolsa
O Ibovespa refletiu o otimismo dos investidores no segundo pregão de 2019, com alta de 0,61%, chegando aos 91.564 pontos. O giro financeiro foi de R$ 20 bilhões, acima da média registrada em dezembro. O dia foi negativo para as ações das exportadoras (Vale, BRF e Suzano), com o dólar em queda. Hoje a agenda econômica traz o IPC-Fipe de dez/18 com alta de 0,09%. Os indicadores do lado externo não deverão ter impacto no nosso mercado que segue focado nos primeiros passos do novo governo.  Destaque hoje para a divulgação do relatório de empregos (payroll) dos EUA e à fala do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), Jerome Powell, que pode trazer sinalizações sobre a postura da instituição diante do contexto da economia no país. Atenção também para a disputa entre o Presidente Trump e o Congresso americano, o que pode refletir nas bolsas à frente. Na questão comercial, a China anunciou que na próxima segunda e terça-feira, enviados dos EUA visitarão Pequim para conversas sobre as divergências comerciais. Hoje as bolsas sobem na zona do euro e tiveram fechamento misto na Ásia. Os investidores devem seguir voltados para a expectativa em relação ao cenário doméstico, com atenção também ao comportamento das duas principais commodities, que podem influenciar as ações de Petrobras e Vale.

Câmbio
O ambiente favorável após a posse do governo Bolsonaro, vem trazendo o dólar para baixo. Ontem a queda foi de 1,23% no mercado à vista, com a cotação de R$ 3,7579 no fechamento. Se mantido o cenário positivo, há espaço para mais redução da moeda.

Juros
Os juros voltaram a subir depois das quedas nas sessões anteriores. No curto prazo o DI com vencimento em jan/20 encerrou com taxa de 6,50%, ante 6,45% do ajuste da quarta-feira. No contrato de janeiro de 2025, a taxa foi de 8,97% para 8,96%.

ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS


Natura (NATU3)
Ingresso na carteira IBrX-50 a partir de 07/janeiro
A Natura comunicou que, a partir de 07/01/19 passará a integrar a carteira IBrX-50 (Índice com as 50 ações mais negociadas na B3 – Bolsa de Valores).

  • A Natura ingressará nesta nova carteira, válida para o quadrimestre de janeiro a abril de 2019, com participação de 0,567%, ocupando o 38º maior peso dentre as 50 ações do índice.
  • Ontem a ação NATU3 encerrou cotada a R$ 46,76 com valorização de 37,4% em 2018 e 3,9% neste começo de ano. A ação negociou um volume médio diário de R$ 92,6 milhões no período de 1 mês.

Taesa (TAEE11)
Benefício Fiscal da SUDENE para Aimorés e Paraguaçu e Aprovação da aquisição de linhas de transmissão da J&F.

Benefício Fiscal da SUDENE para Aimorés e Paraguaçu. A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (SUDENE) aprovou o pleito da companhia de redução fixa de 75% do IRPJ pelo prazo de 10 anos, das empresas transmissoras Interligação Elétrica Paraguaçu S.A. (Paraguaçu) e Interligação Elétrica Aimorés S.A. (Aimorés).

Paraguaçu e Aimorés são os empreendimentos em construção dos lotes 3 e 4, respectivamente, do leilão de transmissão nº 013/2015 (parte 2), realizado em outubro de 2016, em que a Taesa participa em parceria com a ISA CTEEP, na proporção igualitária de 50%.

AGE aprovou a aquisição de linhas de transmissão da J&F. Tendo em vista que constitui investimento relevante, a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) da Taesa aprovou ontem (3/jan) a aquisição por R$ 942,5 milhões (data base: 31/dez/18), sujeito a correção pela variação do CDI desde a data base até a data de fechamento da operação, dos seguintes ativos: 100% das ações representativas do capital total e votante da São João Transmissora de Energia S.A. (SJT) e da São Pedro Transmissora de Energia S.A. (SPT); 51% das ações representativas do capital total e votante da Triangulo Mineiro Transmissora de Energia S.A. (TMT) e da Vale do São Bartolomeu Transmissora de Energia S.A. (VSB).

Os papéis da Taesa fazem parte da nossa Carteira – Dividendos 2019 com yield anual esperado de 9,1%. Suas units (TAEE11) fecharam cotadas ontem (3/jan) a R$ 24,28 com alta de 2,9% este ano e 30,9% em doze meses. O preço justo de R$ 27,00/unit traz um potencial de alta de 11,2%.


Suzano Papel e Celulose (SUZB3)
Ações da Fibria (FIBR3) passam a ser negociadas como SUZB3. Detalhamento da atualização da parcela em dinheiro e da relação de troca para conclusão da transação com a Fibria

Dando continuidade aos trâmites que envolvem a fusão entre Suzano Papel e Celulose e a Fibria, as quais passarão a chamar Suzano S.A., a ações da Fibria (FIBR3) serão negociadas a parti de hoje na B3 sob o código da Suzano (SUZB3).

A Suzano reforçou ontem (03), o detalhamento da atualização e ajustes na relação de troca de ações e valores de resgate que envolve a conclusão da transação com a Fibria, divulgada no dia 02 de janeiro deste ano.

A companhia informa que o valor de resgate corresponde originalmente a R$ 52,50, deduzido o valor dos dividendos declarados pela Fibria em Assembleia Geral Extraordinária (AGE) do dia 03 de dezembro de 2018 no montante de R$ 5,03/ação de emissão da Fibria, acrescido do valor da correção pela Taxa DI entre 15 de março de 2018 e 03 de janeiro de 2019 (inclusive) no montante de R$ 2,65.

  • Valor de Resgate: O valor do resgate é de R$ 50,12/ação preferencial resgatável da Eucalipto Holding S.A;
  • Relação de Substituição: A relação de troca das ações ON de emissão da Holding detidas por acionistas da Fibria por ações de emissão da Suzano passou de 0,4611 para 0,4613.

Ontem a ação SUZB3 encerrou cotada a R$ 36,95 e acumulou valorização de 104,7% em 2018. Ao valor de mercado de R$ 42,4 bilhões, suas ações estão sendo negociadas a 3,80x o valor patrimonial. Já FIBR3 encerrou cotada a R$ 66,30 com valorização de 52,6% em 2018.


Locamerica (LCAM3)
CADE aprova compra da NTC Serviços
A Locamerica (Unidas) informou ontem, após o pregão, que o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) aprovou a aquisição do controle acionista da NTC Serviços Ltda.

  • O fechamento da operação será realizado após o decurso do prazo para um eventual recurso desta decisão (15 dias);
  • A compra da NTC é um negócio pequeno (4,1% da receita da Locamerica), mas que agrega veículos e pontos de atendimento que ampliam a atuação da empresa.

Vendas de veículos
Bom desempenho em dezembro e no ano

As vendas de veículos no Brasil atingiram 331,2 mil unidades em dezembro, quantidade que foi 9,9% maior que no mesmo mês de 2017, conforme os dados fornecidos pela Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).
• Em 2018, as vendas somaram 3,7 milhões de unidades, montante 13,6% superior ao verificada no ano anterior;
• Estes dados de dezembro e em 2018 são muito positivos e vão contribuir para os resultados dos fabricantes de veículos e autopeças (Marcopolo, Randon e Tupy), sendo também são importantes para as siderúrgicas (Usiminas, CSN e Gerdau), que tem no mercado interno suas melhores margens.


Se preferir, baixe o Boletim Diário em pdf:

Baixar PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações

Mapa de Posições Alugadas

Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas


DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.