Santander Brasil – Relatório de Análise

Reunião Anual com investidores

O Santander realizou ontem sua Reunião Anual com investidores, com destaque para a estratégia do banco, o segmento de Varejo, e as perspectivas que suportam essa estratégia. Retomada do crescimento em 2019 num cenário de reformas (fiscal, previdenciária, política, etc.), juros baixos e inflação controlada, deve gerar importantes oportunidades de novos negócios, aumento de penetração de mercado e cross-sell. Com base no cenário para 2019, com uma melhor dinâmica de crescimento do crédito, custo e inadimplência controlados, novas premissas macroeconômicas e de custo de capital próprio, revisamos o preço justo de R$ 43,00 para R$ 49,00 por unit e seguimos com recomendação de compra para as Units do banco.

A estratégia do Santander está baseada em três pilares-chave: 1) Cultura (marca e liderança); 2) Desempenho (produtividade e meritocracia) e 3) Controle de Capital (guia de crescimento do banco). A comunicação interna do banco é direta e objetiva, que se traduz em funcionários mais engajados em um ambiente de meritocracia. Em termos de estrutura de capital o banco tem consistentemente melhorado o ROE (de 11,5% em 2014, passando por 16,9% em 2017 e chegando a 19,4% no 9M18).

Banco de varejo com foco no crescimento, negócios digitais, e atuação em todas as frentes. Dentro do Santander, uma história de crescimento que passa pelos negócios digitais e o desenvolvimento de suas fortalezas, através de ações de varejo em modelo segmentado para as famílias (PF) e as empresas (PJ). Ressalte-se o crescimento da base de clientes há 40 meses consecutivos, com atuação 100% integrada (Varejo e Atacado), de forma destacada em Folha de pagamento (PMEs, Corporate, Governos e Universidades), e que serve como motor de crescimento e de novos negócios.

Some-se a oferta diversificada em meios de pagamento (+19% de crescimento fo faturamento em 12 meses e +16,5% em nº de transações). Além disso: (i) o ganho de mercado no Crédito Consignado (crescimento de 35% da carteira em 12 meses e um market share de 9,8%); o (ii) segmento imobiliário, cuja carteira cresceu 15,6% em 12 meses (com 71% de originação em PF através do canal interno); a (iii) liderança no financiamento de veículos com share de 23,8% e 26,1 mil clientes intermediários ativos; e (iv) o crédito no Agronegócio, cuja carteira cresceu 21% em 12 meses. Nos negócios digitais, as vendas apresentaram crescimento exponencial que ao final do 3T18 eram representadas por 129 mil contas adquiridas (18% das vendas totais) e 327 mil cartões de crédito (27% das vendas totais).


Clique para acessar o Relatório Completo:

Relatório Completo – PDF




DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.

As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.