Boletim Diário – 19 de Outubro 2018

MERCADO

Bolsa
O Ibovespa pesou ontem com o mercado internacional, tendo forte influencia no lado doméstico depois das altas em pregões anteriores. O índice caiu 2,24% e fechou aos 83.847 pontos, com volume financeiro de R$ 12,3 bilhões. Além do momento negativo entre Estados Unidos e Arábia Saudita, a questão dos juros nos EUA e outros indicadores do lado externo seguem gerando preocupações aos investidores. Na agenda de hoje, a 2ª prévia do IGP-M de outubro em 0,97% abaixo esperado; e o índice de confiança industrial CNI também de outubro. Mercados externos operam hoje sem direção clara. Bolsas europeias em baixa com S&P futuro em leve alta. Por aqui o mercado deve repercutir as questões externas já conhecidas e a notícia de possível saída de Ilan do BC ao final do governo Temer.

Câmbio
O cenário negativo do lado externo pesou diretamente no câmbio, puxando a moeda americana que encerrou o dia em alta de 1,15%, cotado em R$ 3,7277. Sem notícias importantes do lado doméstico, o foco voltou para os fatos externos, sobretudo Estados Unidos e economia chinesa.

Juros
Os juros futuros inverteram o sentido ontem depois de três sessões de alta. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20 encerrou em 7,54%, de 7,524% na véspera e para jan/25 terminou em 10,15%, de 9,992%.



ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Cemig S.A. (CMIG4)
Reunião com analistas e investidores ontem

A Cemig realizou ontem, em São Paulo, reunião com analistas e investidores. Como pano de fundo, os resultados reportados no 1S18, um Lucro Líquido ajustado de R$ 700 milhões e um EBITDA de R$ 1,82 bilhão.

  • As CMIG4 registram alta de 60,3% este ano para uma cotação de R$ 10,36/ação (valor de mercado de R$ 15,1 bilhões). O preço justo de R$ 10,65/ação traz um potencial de alta de 2,8%.
  • Prioridade permanece na redução da dívida aliada ao crescimento da geração operacional. Ao final de junho, a dívida consolidada da companhia era de R$ 14,6 bilhões, com custo nominal de 9,19% (real de 4,65%), sendo 26% em dólar. Considerado o caixa e as aplicações financeiras de R$ 1,2 bilhão, a dívida líquida somava R$ 13,4 bilhões (3,6x o EBITDA).
  • A estratégia de venda de ativos com vista à desalavancagem segue no radar da companhia. Quanto à venda de 48,86% que a Cemig detém na Light S/A, o momento é de definição de novo cronograma e estrutura de alienação. Muito embora a decisão seja a de venda de 100% da participação na Light, dado às condições atuais de mercado, a possibilidade mais factível aponta para a realização de uma oferta de ações (follow on) com a diluição proporcional desta participação.

    Embraer (EMBR3)
    No 3T18 foram entregues 15 jatos comerciais e 24 executivos, com cancelamento de 134 pedidos

    As entregas totais somaram 39 aeronaves e 112 no acumulado de 9 meses.

  • Em 30 de setembro, a carteira de pedidos firmes a entregar (backlog) totalizava USD 13,6 bilhões.
  • Um total de 134 jatos foi retirado do backlog da Embraer no 3Q18. Deste total, 100 jatos E175-E2 faziam parte de um pedido da Skywest. As outras 34 aeronaves estão relacionadas a cancelamentos, incluindo um pedido para 24 jatos E190 que foram cancelados pela JetBlue após recente decisão de renovação da frota.

    CCR (CCRO3)
    Pagamento de dividendos

    A CCR vai pagar dividendos o valor R$ 0,396 por ação no dia 31 de outubro, com base nas posições acionárias de 23/10 (próxima terça-feira).

  • Este dividendo permite um retorno de 3,9% para os acionistas, considerando a cotação de CCRO3 no fechamento do pregão de ontem.
  • A partir do dia 24/10 estas ações já serão negociadas “ex-dividendo”.

    Petrobras (PETR4)
    Venda de campos em águas rasas

    A Petrobras informou ontem que entrou na fase vinculante da operação de venda dos campos do Polo do Ceará, localizado em águas rasas.

  • Nesta fase da operação, os investidores interessados receberão informações detalhadas do processo de venda, que incluem as orientações para o due diligence e o envio das propostas vinculantes;
  • A continuação do processo de venda dos ativos da Petrobras é sempre uma boa notícia.

  • Clique para acessar o Boletim Diário Completo:

    Boletim Diário – PDF

    Clique para acessar nossos Mapas Diários:

    Mapa de Oscilações


    Mapa de Posições Alugadas


    Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

    Análises Gráficas




    DISCLAIMER
    Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. 
    As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.