Boletim Diário – 11 de Outubro 2018

2018-10-11T09:37:44+00:00 11/10/2018|Boletim Diário|

MERCADO

Bolsa
A quarta-feira foi de realização na bolsa pesando sobre o mercado declarações do candidato Jair Bolsonaro (PSL) sobre o processo de privatização do setor elétrico. O mercado reagiu negativamente, aproveitando para uma realização de lucros. No fechamento o Ibovespa marcou queda de 2,80% aos 83.679 pontos, na mínima do dia, com giro financeiro de R$ 14,4 bilhões. Hoje a agenda econômica traz as vendas no varejo (agosto) com alta de 1,3% do lado doméstico. No exterior os dados dos Estados Unidos completam a lista dos destaques. As bolsas internacionais pesam forte nesta quinta-feira na Europa e no fechamento da Ásia. Os ETFs brasileiros operam em baixa lá fora e outro ponto de atenção é a crítica do Presidente Donald Trump à política de redução do Federal Reserve, o que poderá gerar tensão nos mercados à frente. Além disso, o relacionamento de Trump com a oposição anda difícil. Estes fatores podem pesar também na bolsa doméstica hoje, véspera de final de semana prolongado, quando novas notícias políticas deverão ser divulgadas.

Câmbio
O nervosismo em cima da bolsa deu fôlego ao dólar que fechou a R$ 3,7631 com valorização de 1,28%. Desta vez pesaram o mercado internacional e o noticiário político doméstico.  Mesmo com a alta, na semana o movimento é ainda de queda (2,41%) e de 7,11% no acumulado do mês.

Juros
Os juros futuros tiveram dia de alta com alta forte nas taxas com o retorno das preocupações diante do andamento do processo eleitoral. A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para jan/20 subiu de 7,614% para 7,71% e para jan/25 passou de 10,593% para 10,67%.



ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

Petrobras (PETR4)
Joint venture no Golfo do México

Após o pregão de ontem, a Petrobras informou que assinou contrato com a Murphy Exploration & Production Company para a formação de um joint venture composta por todos os ativos das duas empresas no Golfo do México.

  • A Petrobras será dona de 20% da nova sociedade, que produz atualmente 75 mil barris de óleo equivalente por dia;
  • A Murphy será a operadora da nova empresa e pagará à Petrobras US$ 900 milhões à vista e mais US$ 150 milhões até 2025, em função da diferença de valor dos ativos aportados;
  • Esta á uma boa notícia para a Petrobras, que receberá um valor considerável, além de reduzir riscos e investimentos em uma região que não é prioritária para a empresa, podendo se concentrar em áreas mais rentáveis no Brasil.

Even (EVEN3)
Lançamentos somam R$ 437 milhões nos 9M18 queda de 35,6% sobre os 9M17
e vendas líquidas caem 8,1% para R$ 790 milhões

A Even divulgou os dados operacionais do 3T18 e acumulado de 9 meses com os seguintes destaques:

  • Lançamento de 2 empreendimentos com VGV (Even) de R$ 128,4 milhões com queda de 52,8% em relação ao 3T17 (R$ 271 milhões). Nos 9M18 o valor do VGV foi de R$ 437 milhões contra R$ 689 milhões nos 9M17, redução de 35,6%;
  • As vendas líquidas foram de R$ 264 milhões no 3T18 ante R$ 334 milhões nos 3T17 (- 21,0%).
  • Os distratos somaram R$ 121 milhões no 3T18 (R$ 372 milhões em 9 meses igual a 32% do total das vendas brutas no ano);
  • As entregas somaram R$ 259 milhões no 3T18 equivalentes a 949 unidades;

A ação EVEN3 encerrou ontem cotada a R$ 3,96 com queda de 31,0% no ano. O valor de mercado da companhia é de R$ 859 milhões.


Gafisa (GFSA3)
Queda de 61,5% nas vendas contratadas do 3T18, somando R$ 136,5 milhões

Dados da prévia operacional do 3T18 e acumulado de 9 meses:

  • De acordo com os dados divulgados, as vendas contratadas caíram 61,5% no 3T18, na comparação com o mesmo período de 2017, para R$ 136,464 milhões.
  • No 3T18, os lançamentos somaram R$ 71,1 milhões, apenas um empreendimento, representando queda de 84,7% em relação ao valor lançado no 3T17. No ano foram lançados R$ 647 milhões.
  • Os distratos tiveram queda de 38,8% no comparativo trimestral passando de R$ 84,4 milhões para R$ 51,7 milhões no último trimestre.

A ação GFSA3 encerrou ontem cotada a R$ 12,08 acumulando queda d 41,0% no ano. O valor de mercado da empresa é de R$ 529 milhões.


Cemig S.A. (CMIG4)
Ultrapassagem de Franquia dos Bonds

A Cemig Geração e Transmissão S.A. (Cemig GT), subsidiária integral da Cemig S.A., no âmbito de sua emissão de bonds, no valor de US$ 1,5 bilhão com vencimento em 05/12/2024, comunicou ao agente fiduciário da emissão a excepcional e momentânea ultrapassagem da franquia de montante de investimentos passíveis de serem efetuados pela Cemig GT – cláusula de Limitação de Pagamentos Restritos, situação que será revertida no prazo de cura estabelecido no próprio contrato de emissão dos bonds.

  • Cotadas a R$ 9,88 (valor de mercado de R$ 14,4 bilhões), suas ações registram alta de 52,9% este ano, acima da alta de 8,1% do IEE e da valorização de 9,5% do Ibovespa. O preço justo de R$ 10,00/ação traz um potencial de valorização de 1,2%.
  • A ultrapassagem da franquia decorre de operação de mútuo concedido pela Cemig GT para a Cemig D, no montante de R$ 630 milhões, a ser pago em duas parcelas (novembro e dezembro de 2018), sendo que a primeira amortização (novembro) deverá resultar no reenquadramento das condições previstas na cláusula “Limitação de Pagamentos Restritos”.

Assim que efetuado o pagamento, a Cemig GT utilizará os recursos para pré-pagar dívidas existentes, acelerando o processo de desalavancagem em curso. A Cemig destaca que todos os demais covenants


Bradesco S.A. (BBDC4)
Aquisição da RCB não dá direito de recesso aos acionistas do banco

O Bradesco recebeu em 02/10/18 a solicitação da B3, de esclarecimentos a respeito de eventual direito de recesso dos acionistas do banco em decorrência da aquisição de 65% das ações de emissão da RCB Investimentos S.A. (RCB).

  • O Bradesco esclareceu que a operação por meio da qual deverá realizar esta aquisição, não enseja a possibilidade de exercício do direito de recesso, pelo fato do preço de compra a ser pago não se enquadrar em qualquer das condições estabelecidas no Artigo 256 da Lei nº 6.404/76.
  • Temos recomendação de compra para BBDC4 e preço justo de R$ 45,00/ação, com potencial de alta de 40,1% em relação à cotação de R$ 32,12/ação. Nesse preço suas ações registram alta de 5,7% este ano, sendo negociadas a 1,9x o valor patrimonial e com P/L de 10,2x para 2018.

Clique para acessar o Boletim Diário Completo:

Boletim Diário – PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações


Mapa de Posições Alugadas


Clique para acessar nossas Análises Gráficas:

Análises Gráficas




DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora. 
As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado. Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18: O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.