Carteira Mensal de Ações – Outubro

2018-10-01T15:23:34+00:00 01/10/2018|Carteiras Recomendadas|

Ibovespa encerra setembro com valorização de 3,48% e a Carteira Planner subiu 2,21%

O Ibovespa passou o mês de setembro sob a influência do cenário político doméstico, do comportamento das principais commodities (minério de ferro e petróleo) e também pelos fatos políticos no exterior. Desde  o inicio do período a corrida presidencial começou a ser definida com o resultado do julgamento de Lula pelo placar de 6×1 impedindo a sua candidatura ao governo. Em seguida houve a indicação de Fernando Haddad como seu substituto, com as primeiras pesquisas mostrando uma sinalização de polarização da preferência do eleitorado entre dois candidatos: Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT).  Se havia um sentimento de que o mercado de ações poderia ter uma reação mais forte em relação a este fato, isto não aconteceu.

O fluxo de capital estrangeiro que vinha negativo até o dia 17 deste mês reverteu nos pregões seguintes, acumulando entrada líquda de recursos de R$ 2,0 bilhões até o dia 26/09, contribuindo para a alta acumulada do Ibovespa no período.

O fechamento de setembro marca também a reta final para a votação do primeiro turno das eleições com as pesquisas indicando que a disputa ficará mesmo entre os dois candidatos acima. Se este cenário for confirmado, a nossa expectativa é de mais volatilidade na B3, com a busca de apoios para o segundo turno nos partidos que ficarem fora da disputa.

O cenário internacional também pode trazer preocupações para as decisões de investimento em outubro, como: a) sinalização de continuidade de alta nos juros americanos; b) fragilidade do sistema financeiro italiano; c) retorno das negociações em torno do Brexit; d) incesssante disputa comercial entre Estados Unidos e China e as e) discussões em torno da oferta de petróleo com indicação de que os preços podem subir ainda mais, são apenas alguns aspectos que devem ser acompanhados para a tomada de decisão de investimento neste mês.

Diante deste cenário carregado de incertezas e com a decisão das eleições acontecendo antes da virada do mês – segundo turno no dia 28/10 – optamos por seguir com uma carteira diversificada com papéis de setores menos expostos aos riscos do mercado e com boas perspectivas de resultados para o terceiro trimestre. A partir da segunda metade do mês começa a divulgação de resultados do 3T18 com destaque para Vale e Banco Itaú. A expectativa de repetição de melhores resultados no período pode ser um fator de sutentação do Ibovespa, mas o fluxo estrangeiro continua tendo peso relevante na curva do mercado.

No acumulado do ano a Carteira Planner acumula valorização de 4,27% acima do Ibovespa com 3,86%.

Análise Completa PDF