Boletim Diário – 24 de julho 2018

MERCADO

Bolsa

O Ibovespa fechou ontem aos 77.996 pontos, em queda de 0,73% e giro financeiro de R$ 7,0 bilhões, abaixo da média de R$ 9,4 bilhões neste mês e dos R$ 13,0 bilhões de média de junho. A bolsa abriu em baixa e assim permaneceu, em dia marcado por realização de lucros após a forte alta na sexta-feira. Hoje, em dia de agenda esvaziada, a FGV divulga o índice de Confiança do consumidor em julho, e nos EUA o Markit manufatura prévia de julho. O anúncio pela China de ampliação de investimentos em infraestrutura e rodada de balanços positivos trazem alta para as bolsas na Ásia, Europa e nos futuros de NY. Já o dólar cede no exterior. Por aqui o mercado segue acompanhando, no cenário doméstico, a divulgação dos resultados corporativos e os arranjos políticos. No cenário internacional, os desdobramentos das questões comerciais dos Estados Unidos com outros países.

Câmbio

O dólar à vista fechou ontem com alta de 0,16% a R$ 3,7829 acompanhando a tendência do mercado externo, com volume reduzido, e em dia de noticiário fraco. Ao final o dólar futuro para agosto era negociado a R$ 3,7890, com alta de 0,41%.

Juros

Os juros futuros fecharam ontem com alta moderada, em linha com o movimento do dólar, e recompondo parte dos prêmios retirados com a queda de sexta-feira (20/julho). O volume ficou abaixo da média e o cenário político não trouxe novidades. Assim o DI para janeiro de 2021 fechou a 9,11% de 9,07% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2020 subiu de 8,06% para 8,14%, e o DI para janeiro de 2023 elevou-se de 10,33% para 10,36%.



ANÁLISE DE SETORES E EMPRESAS

VIA VAREJO (VVAR11)
Bons resultados no 2T18 e troca de CEO
A ação VVAR3 encerrou ontem cotada a R$ 18,85 acumulando desvalorização de 22,9% em 2018. O valor de mercado atual da companhia é de R$ 8 bilhões e a ação está sendo negociada a 2,2x seu valor patrimonial.

Destaques do 2T18:

  • Receita Líquida consolidada de R$ 6,5 bilhões (+ 5,1% a/a);
  • Receita líquida nas lojas físicas atingindo R$ 5,2 bilhões (+6,5% a/a), com crescimento mesmas lojas de 5,8%;
  • GMV (Gross Merchandise Value) Faturado do Online foi de R$ 1,6 bilhão (+9,4% a/a), e penetração do marketplace de 29%;
  • Retira Rápido atingiu 30,7% das vendas Online nas principais categorias;
  • Margem bruta atingiu 28,9%, 2,3 p.p. inferior em relação ao 2T17, dado mix de vendas sazonal para a Copa do Mundo;
  • EBITDA Ajustado de R$ 394 milhões (+25,1% a/a), com margem de 6,1%;
  • Lucro Líquido de R$ 20 milhões frente ao prejuízo de R$ 85 milhões no 2T17;
  • Caixa líquido, incluindo recebíveis de cartão de crédito não descontados, de R$2 bilhões.

VALE (VALE3)
Elevação da nota de crédito
A agência Moody’s elevou ontem a nota de crédito em moeda estrangeira da Vale e com isso a empresa recuperou o “Grau de Investimento”.

  • Esta é ótima notícia para a Vale, comprovando sua boa gestão financeira, que incluiu venda de ativos e redução nos investimentos;
  • A dívida líquida da empresa era de US$ 14,9 bilhões ao final do 1T18, que diminuiu US$ 3,2 bilhões no trimestre (17,9%) e US$ 7,9 bilhões nos últimos doze meses ou 34,6%;
  • A relação dívida líquida/EBITDA ficou em 1,0x no 1T18, menor que os 1,2x do trimestre anterior e os 1,6x do final do 1T17.

 

EQUATORIAL ENERGIA S.A. (EQTL3)
Ibama concede licença para linhas de transmissão
O Ibama concedeu a licença para as Linhas de transmissão dos lotes 14, 15 e 16, do leilão realizado em outubro de 2016, que compõem o bloco 3, com Receita Anual Permitida (RAP) de R$ 405 milhões e investimento estimado pela Aneel de R$ 2,15 bilhões.

  • Em 27/junho, Equatorial obteve financiamento de R$ 1,12 bihão junto a BNB – Banco do Nordeste do Brasil, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), a serem utilizados para este fim.
  • Suas ações registram queda de 10,9% este ano para R$ 57,50/ação.
  • Os múltiplos para 2018 são: P/L de 14,6x e VE/EBITDA de 8,6x.
  • O preço justo de R$ 72,00/ação equivale a um potencial de alta de 25,2% para as EQTL3.

Clique para acessar o Boletim Diário Completo:

Boletim Diário – PDF

Clique para acessar nossos Mapas Diários:

Mapa de Oscilações


Mapa de Posições Alugadas




DISCLAIMER
Este relatório foi preparado pela Planner Corretora e está sendo fornecido exclusivamente com o objetivo de informar. As informações, opiniões, estimativas e projeções referem-se à data presente e estão sujeitas à mudanças como resultado de alterações nas condições de mercado, sem aviso prévio. As informações utilizadas neste relatório foram obtidas das companhias analisadas e de fontes públicas, que acreditamos confiáveis e de boa fé. Contudo, não foram independentemente conferidas e nenhuma garantia, expressa ou implícita, é dada sobre sua exatidão. Nenhuma parte deste relatório pode ser copiada ou redistribuída sem prévio consentimento da Planner Corretora de Valores. O presente relatório se destina ao uso exclusivo do destinatário, não podendo ser, no todo ou em parte, copiado, reproduzido ou distribuído a qualquer pessoa sem a expressa autorização da Planner Corretora.
As opiniões, estimativas, projeções e premissas relevantes contidas neste relatório são baseadas em julgamento do(s) analista(s) de investimento envolvido(s) na sua elaboração (“analistas de investimento”) e são, portanto, sujeitas a modificações sem aviso prévio em decorrência de alterações nas condições de mercado.
Declarações dos analistas de investimento envolvidos na elaboração deste relatório nos termos do art. 21 da Instrução CVM 598/18:
O(s) analista(s) de investimento declara(m) que as opiniões contidas neste relatório refletem exclusivamente suas opiniões pessoais sobre a companhia e seus valores mobiliários e foram elaboradas de forma independente e autônoma, inclusive em relação à Planner Corretora e demais empresas do Grupo.